Seneca Falls

TMDQA! nos EUA - Seneca Falls e Niagara Falls

Texto por Angélica Albuquerque

Dando continuidade a série TMDQA! nos EUA, na qual nosso editor-chefe, Tony Aiex, traz para você, querido leitor, histórias que envolvem locais do país com o mundo da música, expomos agora o caso de Seneca Falls, importantíssimo para os direitos das mulheres nos EUA e que também é tratado em uma das músicas mais marcantes de uma influente banda de punk rock norte-americana.

Caminho para Seneca Falls

Nos dias 19 e 20 de Julho de 1848, ocorreu exatamente em Seneca Falls, em Nova York, o nascimento do movimento feminista, resultado da primeira [e necessária] convenção sobre os Direitos da Mulher.

Com base na Declaração de Independência dos Estados Unidos (Julho de 1776), as ativistas Lucretia Mott e Elizabeth Cady Stanton, duas das delegadas enviadas para representar os EUA na World’s Anti-Slavery Convention (que ocorreu em Londres, em Junho de 1840), mas que foram banidas da mesma após viajarem ao país, decidiram unir suas frustrações e, assim, criaram a convenção pela luta dos direitos das mulheres, em 1848, marcando mais um grande acontecimento no período em que os EUA passavam por movimentos sociais e reformistas, fruto das mudanças culturais e econômicas sofridas no início daquela década.

Mott e Stanton denunciaram todas as restrições às quais as mulheres eram submetidas – por exemplo, não poder votar e não poder ocupar cargos públicos – e deram origem ao documento conhecido como Declaração de Seneca Falls.

Cerca de 300 pessoas estiveram presentes na convenção. Entre elas, a feminista bostoniana Susan B. Anthony, que formou par com Elizabeth Cady Stanton – durante o dia, as duas cuidavam de seu lar e de seus filhos, enquanto à noite “se armavam de munição e se preparavam para atacar o inimigo”, segundo a professora e pesquisadora californiana Lillian Faderman, nascida em 1940.

Além de lutar pelos Direitos da Mulher em 1848, Elizabeth Cady Stanton e Susan B. Anthony fundaram a National Woman Suffrage Association, em 1869, após a Guerra Civil Americana (Junho de 1865).

Todo o caso do destino dos Direitos da Mulher e da história entre Stanton e Anthony foi narrado por Brody Dalle na música intitulada “Seneca Falls“, presente no álbum Sing Sing Death House, de 2002, o segundo estúdio da banda de punk rock californiana The Distillers.

Na canção que você confere abaixo, inspirada no documentário de Ken Burns sobre o direito de voto da mulher, Dalle lembra o ocorrido e agradece a Stanton e Anthony pela liberdade que conquistaram por ela e por todas as mulheres: “Elas gritaram pela liberdade erguida para mim”.