Justin Timberlake - The 20/20 Experience
Ouça o novo disco de Diego Tavares!  

Justin Timberlake - The 20/20 Experience

Após uma pausa de anos para se dedicar a carreira de ator, Justin Timberlake decidiu voltar ao cenário musical. Esse retorno causou a maior repercussão na mídia, o Tenho Mais Discos Que Amigos! mesmo acompanhou todos os passos do astro para o lançamento do tão aguardado The 20/20 Experience, o primeiro álbum em sete anos.

Gravado em 2012, o disco tem a produção executiva do próprio Timberlake, além de ter novamente a parceria do músico com o também cantor e produtor Timbaland, que já trabalhou com ele em seus dois primeiros discos.

A faixa R&B “Pusher Love Girl” é a primeira do álbum. Com uma batida extremamente viciante e com oito minutos de duração, algo constantes nas demais músicas do trabalho. Logo na sequência vem o primeiro single do álbum, “Suit & Tie”, que tem uma pegada retrô dos anos 60/70, juntamente com batidas de hip hop dos dias atuais, principalmente por conta da participação do rapper Jay-Z na música.

Após uma sequência de duas músicas incríveis, o primeiro deslize vem em sua terceira faixa. “Don’t Hold The Wall” começa com uma batida meio que de música árabe, e que depois da metade passa a ter uma pegada mais hip hop ao estilo Run DMC, deixando-a bastante confusa. O cantor gostou tanto da ideia de mesclar ritmos e fez o mesmo em “Strawberry Bubblegum”. A música começa no melhor estilo anos 80, depois cede para algo parecido com a nossa bossa nova. Se foi a fonte de inspiração dele para essa faixa isso não se sabe.

“Tunnel Vision” é com certeza uma das melhores músicas do álbum. Com um instrumental perfeito, a música, caso venha a se tornar single, poderá dar muito o que falar. O motivo? A letra da música, que é bem direta e objetiva. Além disso, se Timberlake decidir trabalhar em cima da faixa, causará o maior revolta entre os fãs de sua ex-namorada Britney Spears por isso. Com certeza os fanáticos pela cantora dirão que a música é para ela, já que em seus álbuns anteriores, o astro já tinha feito exclusivamente os hits “Cry Me A River” “What Goes Around… Comes Around”, apesar dele jurar até hoje que essa segunda tenha sido para a ex-namorada de um amigo.

“Spaceship Coupe” tem uma incrível batida R&B, mas é o segundo deslize do álbum, e que poderia muito bem ter sido descartada dando lugar para alguma bem melhor. “That Girl” é uma incrível balada, que mostra a versatilidade do cantor, que aposta no blues para essa faixa. Com certeza escrita para sua esposa, a atriz Jessica Biel, a música serve para os solteiros de plantão que querem chamar a atenção daquela garota que tanto deseja.

A latina “Let The Groove Get In” pode ser uma das mais contagiantes e divertidas do álbum, mas ter sete minutos de duração foi um verdadeiro exagero. Quatro minutos com certeza seriam mais do que suficientes para a faixa ser melhor do que já é. “Mirrors” lembra, pelas suas batidas, o segundo hit solo do cantor, “Cry Me A River”, apesar de ter uma letra mais profunda e reflexiva. De longe a melhor do disco, para se ouvir muitas vezes.

The 20/20 Experience encerra com a brilhante “Blue Ocean Floor”, uma balada que mostra a evolução vocal de Justin Timberlake, com uma simplicidade e introspectividade que juntas se dão muito bem.

Definitivamente esse álbum é o marco da volta de Justin Timberlake ao cenário musical, assim como sua evolução como artista. Não há dúvidas de que ele é o melhor de sua geração, e se continuar assim tem tudo para algum dia chegar muito próximo a Michael Jackson. É bem provável que o The 20/20 Experience: Vol II tenha tudo para ser tão bom quanto esse.

Nota: 8,5/10

Ouça a nova música de Juliah!