Rise Against anuncia novo álbum para Julho
 

Rise Against já pensa em novo álbum

O Rise Against concedeu uma entrevista à revista holandesa sobre música, RMP. O site da publicação postou um trecho da conversa em que a banda fala o próximo álbum.

Perguntado sobre o que se pode esperar do novo material, o membro entrevistado do grupo disse o seguinte:

Eu realmente não sei! Nós nunca sabemos, para ser honesto. Nós apenas entramos em uma sala e tocamos da mesma forma quando nós todos começamos uma banda quando nós éramos crianças. Eu tenho sentido falta das partes pesadas, rápidas e gritadas que nós costumávamos fazer, talvez algo nesse sentido, algo mais cru e exposto, nós ainda temos aquela chama dentro de nós e estamos sem remorso sobre isso.

Sobre a temática das possíveis letras, o entrevistado disse:

Eu sinto que minha geração tem assumido questões sobre o controle de armas e os sindicatos. Eu sinto que estas são duas questões importante e eu encontro muitas pessoas que não entendem o que é um sindicato e o motivo de sua existência, e eu encontro muitas pessoas que não percebem que o resto do mundo não luta da forma como a América luta contra o controle de armas. Eu não sei se isso vai ser algo que vai estar em nosso álbum no momento em que gravarmos, mas eles estão em minha mente no momento.

Rise Against, férias de shows e Bob Dylan

No mês de Janeiro, Tim McIlrath, frontman do grupo, concedeu uma entrevista à Rolling Stone norte-americana e falou sobre os planos da banda para este ano.

O músico disse que o Rise Against deve ficar longe das estradas e dos palcos por um tempo, visto que, a banda passou 2 anos em turnê. Os membros pretendem recarregar as baterias no momento e querem investir tempo em suas músicas e em suas vidas.

Sobre Bob Dylan, McIlrath relacionou o músico com o próximo álbum da banda. Por conta da participação da banda no projeto Chimes of Freedom, onde o grupo interpretou “The Ballad Of Hollis Brown”, o próximo disco pode ter uma sonoridade diferente, quem sabe inspirada no músico.

Fonte: Dying Scene