Travis Barker rebate criticas

E parece que existe muita coisa por trás do fato de Travis Barker, baterista do blink-182, não ter ido à Austrália com a banda para se apresentar no Soundwave Festival.

De acordo com vários posts de AJ Maddah, organizador do evento, no Twitter, Travis estaria exigindo 1 milhão de dólares de cachê mesmo não tocando no show. Segundo ele, houve até mesmo ameaças de Barker, que disse que impediria Tom DeLonge e Mark Hoppus de se apresentarem no evento.

Um dos tweets diz:

Apesar de @travisbarker não ter vindo, ele ameaçou entrar na justiça para impedir que os outros dois membros da banda tocassem a não ser que recebesse 1/3 do cachê

Em outro post, AJ compara o baterista ao rapper Tupac:

Parte meu coração que você tenha se tornado um babaca. Talvez da próxima vez menos tempo tentando ser Tupac e mais tempo falando a verdade a seus fãs possa ajudar.

Travis Barker e viagens de avião

Barker não viajou até a Austrália para tocar com o blink-182 pois sofre de um problema sério de medo de avião desde que se acidentou em um há alguns anos.

Em um desabafo que publicamos aqui anteriormente, Travis disse que a turnê foi montada de uma forma em que ele não poderia ir de navio até lá, e mesmo que fosse, as viagens dentro do país só poderiam ser feitas de avião. Quanto a essa informação, AJ desmentiu Barker mais uma vez:

Mentiroso. Nós tínhamos um ônibus e 2 motoristas. Se os caminhões conseguem chegar a tempo com o equipamento do show, esse ônibus também conseguiria.

Quando publicamos essa matéria, os tweets já haviam sido apagados, e aparentemente a questão resolvida:

Fonte: Property Of Zack

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar