SPIN

A SPIN Magazine anunciou que a edição de Setembro/Outubro foi a última versão da publicação impressa. Em um comunicado no site da revista, a empresa revelou a intenção de investir nas plataformas digitais:

Após a edição de Setembro/Outubro, a SPIN suspendeu a publicação de nossa edição impressa para investir mais profundamente em nossas propriedades digitais, incluindo o SPIN.com, a SPIN para iPad, e na SPIN mobile. A SPIN tem sido pioneira no jornalismo musical desde 1985 e esperamos que você continue a desfrutar do nosso editorial de liderança, de fotografia, e do conteúdo online. Vários arranjos especiais foram feito com editoras alternativas para cumprir a sua assinatura da SPIN impressa pelo prazo remanescente: você receberá automaticamente a sua nova revista no e-mail, com a opção de pedir um reembolso total. Agradecemos a sua paciência durante a transição de sua assinatura.

O Consequence of Sound citou algumas das revistas que deixaram de existir de forma impressa: Paste, Blender e Vibe.

Aproveitando, a SPIN divulgou diversas listas de final de ano: melhores discos, melhores músicas, melhores fotos de shows, melhores discos de hip hop, melhores álbuns de metal e as frases mais memoráveis do ano.