Morte de Amy Winehouse voltará a ser investigada
 

Morte de Amy Winehouse voltará a ser investigada

Desde quando Amy Winehouse morreu, em julho do ano passado, não se conhecem ao certo as causas da morte da cantora. Mas ano que vem a investigação sobre o ocorrido terá uma nova audiência após a demissão da juíza forense que determinou que Amy faleceu de forma acidental depois de ingerir bebida alcoólica.

A nova audiência acontecerá dia 8 de janeiro no bairro onde a cantora morava, Camden, Inglaterra. A juíza que presidiu a apuração, Suzanne Greenaway, foi demitida há um ano por não estar qualificada para o cargo.

Na última investigação, presidida por Greenaway, o veredicto dizia que Amy morreu de maneira acidental após ingestão de uma grande quantidade de álcool depois de um período de abstinência, mas ele poderá ser revisado. A necropsia não pôde estabelecer as causas específicas da morte da cantora, mas exames toxicológicos posteriores revelaram a presença de álcool.

Fonte: G1