<b>Yoko Ono</b> agradece <b>Paul McCartney</b> por dizer que ela não separou os <b>Beatles</b>

Viúva de John Lennon disse que o ex-beatle foi "corajoso" por esclarecer um "mal-entendido".

Yoko Ono agradece Paul por não culpá-la pelo fim dos Beatles

Há duas semanas publicamos aqui que Paul McCartney afirmou que o fim dos Beatles não tem nada a ver com Yoko Ono. Em entrevista ao The Guardian, a viúva de John Lennon – tida sempre como um dos principais motivos da separação do quarteto de Liverpool – agradeceu ao ex-beatle pela declaração e disse que ele foi “corajoso” por esclarecer um “mal-entendido”.

Eu pensava que as pessoas sabiam que eu não havia sido responsável por isso, mas surpreendentemente muitas ainda achavam que sim. Ele foi muito corajoso. Então eu gostaria de dizer: ‘Obrigada, Paul. Eu te amo, nós te amamos’.

Além de aliviar para a viúva de Lennon, Paul tratou ainda de dizer que um dos possíveis responsáveis pelo desgaste da banda foi o empresário Allen Klein, que substituiu Brian Epstein após sua morte, em 1967.

Recentemente, Paul McCartney e Yoko Ono contribuíram para canções que serão utilizadas na trilha de This Is 40, novo longa do cineasta Judd Apatow. O filme será continuação do sucesso lançado pelo cara em 2007, a comédia Ligeiramente Grávidos.