Entrevista exclusiva: Duke Erikson (Garbage)
Ouça playlist com clássicos do Rock!  

Entrevista exclusiva: Duke Erikson (Garbage)

Foto por Fernando Vega, 2012

Na manhã desta quarta-feira, 10 de Outubro, o Tenho Mais Discos Que Amigos! teve a honra de poder conversar por telefone com Duke Erikson, guitarrista e tecladista do quarteto Garbage.

O grupo, que lançou neste ano o aclamado álbum Not Your Kind Of People, se prepara para vir pela primeira vez ao Brasil no próximo sábado, 20 de Outubro, para realizar o tão aguardado show no Planeta Terra Festival 2012, em São Paulo.

Extremamente simpático e divertido, o músico falou com exclusividade sobre os planos da banda; sobre novas músicas; sobre o novo álbum; sobre fãs brasileiros; sobre o show no Brasil e, claro, nos contou se tem mais discos que amigos.

Confira!

 

TMDQA!: Oi, Duke! É um prazer poder falar com você.

É um prazer poder falar com você também.

TMDQA!: Vocês têm fãs de todas as idades e que superaram momentos difíceis da vida com a ajuda de suas músicas. Como vocês lidam com esse tipo de responsabilidade?

Nossa… nós ouvimos bastante isso. Ontem mesmo fizemos um show em Houston, Texas, que foi ótimo, e algumas pessoas vieram nos agradecer por termos escrito músicas que as ajudaram nesses momentos. É algo que mexe com a gente de uma forma que não dá para descrever. E a energia é sempre muito boa. Nós nos sentimos muito sortudos.

TMDQA!: Haverá realmente material novo da banda em 2013?

Nós planejamos fazer turnê. Já no começo do ano, vamos realizar shows na Austrália. Mas nós temos algumas faixas que pretendemos lançar. Tem muito material no qual estamos trabalhando, fragmentos que sobraram de Not Your Kind Of People, então seria ótimo poder lançar algo em breve, sinceramente.

TMDQA!: Existe algo de Not Your Kind of People que foi aproveitado do CD solo da Shirley Manson?

Não, não. Todas as faixas do disco foram compostas pelo Garbage. Aliás, a Shirley deixou de lado seu álbum solo.

TMDQA!: A turnê atual conta com passagens inéditas por diversos países. Qual é a prioridade (além do descanso) assim que chegam a um lugar novo?

Bem, falando por mim, eu adoro andar. É a primeira coisa que eu faço, geralmente, assim que posso. Eu adoro sair por aí conhecendo a cidade na qual tocaremos; adoro me sentir perdido [risos]. Mal posso esperar para me perder em São Paulo!

Garbage se prepara para tocar no Planeta Terra Festival 2012

TMDQA!: Por falar em shows, soube que os fãs brasileiros prepararam ótimas surpresas para o show que farão por aqui. Quais são as expectativas da banda em relação a isso?

Oh, eu não posso imaginar… Mas seja o que for que estão preparando, nós somos muito gratos.

TMDQA!: No set list que tocarão aqui no Brasil, vocês irão priorizar os clássicos ou vão apresentar mais músicas do novo disco?

Tocaremos muitos clássicos, muitos hits do Garbage. Mas também teremos algumas músicas do novo álbum, então eu posso dizer que vai ser um setlist bem misturado.

TMDQA!: Vocês têm planos de voltar para um show exclusivo, sem ser em festival?

Nós tentamos há anos ir ao Brasil. Com todos os nossos discos, a gente sempre tentou fazer isso acontecer. Nós planejamos continuar fazendo turnê, então não vemos a hora de voltar aí em breve.

TMDQA!: Qual mensagem você deixa para os fãs brasileiros que estão ansiosos para encontrá-los em São Paulo?

Tudo o que eu posso dizer é muito obrigado; obrigado pelo apoio durante esses anos e nós estamos muito empolgados para fazer esse show em São Paulo. Nós sempre desejamos tocar no Brasil.

TMDQA!: Você tem mais discos que amigos?

[Risos] Ah, sim, [risos] eu definitivamente tenho mais discos que amigos. Mas, para minha sorte, meus discos são meus amigos.

TMDQA!: Muito obrigada, Duke! Espero que vocês façam no Brasil o melhor show de suas vidas. E, claro, que venham outras vezes.

Muito obrigado e nós também esperamos por isso.

 

Not Your Kind of People, o primeiro disco do Garbage em 7 anos, foi lançado via Universal Music Brasil. Para garantir sua cópia do registro, clique aqui.