Frank Turner

Frank Turner

Frank Turner, músico Inglês de folk que tocou na cerimônia de abertura das Olimpíadas, participou do quadro “HateSong”, do AV Club, onde artistas falam a respeito de uma música que odeiam e explicam seus motivos.

A música escolhida por Turner está dando o que falar, como não poderia deixar de ser, pois se trata de nada mais nada menos do que “Imagine”, de John Lennon, um dos sons mais conhecidos e adorados do mundo.

O quadro faz uma longa entrevista com o cantor a respeito dos vários aspectos da música, como por exemplo:

AV Club: Você tem um passado no punk. Isso parece se encaixar com as mensagens anti-nacionalismo, anti-capitalismo e anti-religiosas de “Imagine”, não?
Frank Turner: Sim, mas essa é uma das coisas mais irritantes da música. Comparada com, por exemplo, “The Times They Are A-Changing” ou qualquer coisa do Crass, Clash ou Propagandhi ela é muito vazia. É um cartão de presente de loja da música. Há uma grande dose de hipocrisia ali. Para um homem que tinha um bom apartamento refrigerado em Nova York, para guardar suas coleções de roupas de pele, cantar “imagine que não há bens” requer muita ousadia.

Você pode ler a entrevista e mais comentários a respeito da música clicando aqui.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!