Gibson é investigada por compra ilegal de madeira
 

Gibson é investigada por compra ilegal de madeira

A Gibson, uma das maiores fabricantes de guitarra do mundo e dona de modelos emblemáticos como a Les Paul, SG, Firebird, Explorer e Flying V, entrou em acordo com o Governo dos Estados Unidos e irá pagar uma multa de 350 mil dólares devido à importação ilegal de madeira vinda de Madagascar.

Serão 300 mil dólares de multa e 50 mil dólares em doações para as organizações National Fish e Wildlife Foundation, que farão com que a marca fique livre de um processo criminal se não violar os termos do acordo dentro dos próximos 18 meses.

O processo começou ainda no ano passado, quando a fabricante foi acusada de violar o Macey Act, de 2008, que tornou crime a importação de madeira que tenha saído de outro país de forma ilegal, como foi feito no caso do ébano importado de Madagascar.