Leptospirose - Aqua Mad Max

Leptospirose - Aqua Mad Max

Quando eu comecei a ouvir o bom e velho roque e roul, eu curtia muito ouvir um disco de cabo a rabo acompanhando as letras no encarte. Isso é uma experiência única de entendimento do álbum, uma espécie de contato íntimo com um trabalho que infelizmente, nessa era da música digital, tende a acabar. Confesso que eu mesmo não tenho feito mais isso. Ouvir música no carro enquanto corro de um lado para o outro se tornou um fato. Ler o encarte enquanto dirijo poderia acabar em arranhar meu carro, batendo com ele em alguma coisa no meio do caminho enquanto estivesse absorto com as letras do disco. Mas eis que pulula em minha mão uma obra digna de puro respeito: Aqua Mad Max“, terceiro álbum do Leptospirose, a banda de Hardcore/Grind mais Prog que eu já ouvi pelo Brasil.

Com um encarte hipnotizante que vai se abrindo até se tornar quase um poster em sua mão, a bolacha dos caras tem músicas tão curtas, com letras tão abstratas e, muitas vezes, hilárias por sua tosqueira, que fica complicado não acompanhar o disco, letra a letra.

A gravação é crua. Guitarra+Baixo+Bateria+Vox. Tudo feito para ser o mais direto possível. Um exemplo disso é a segunda faixa “Drasticamente Barrado No Baile“, que não tem espaço nem para respirar, começando já com os berros de Quique Brown junto com o resto do instrumental. A letra, uma poesia:

No orgão da interpretação
Você com uns escritos lá
E eu apenas com o silêncio
Agora em nossos encontros
O meu olho sempre vê
O seu olhando pro cimento
Me convide Pro Baile
Você comeu urso
E está protegido
Para bater carteira“.

O álbum foi todo gravado “no tiro”, ou seja, ao vivo, como num show. Para isso, foi usado o equipamento analógico do estúdio Da Tribo em São Paulo. O resultado não poderia ser mais explosivo e orgânico.

Quique Brown, vocalista e guitarrista do trio, autor do livro “Guitarras e Ossos Quebrados” é ainda o responsável por um colégio de música chamado “Jardim Elétrico“. Isso mostra o envolvimento com a arte que esse cara possui.

Ouvindo Aqua Mad Max você vai descobrindo uma energia que emana de cada música que torna esse disco um óbvio eleito a permanecer no seu mp3 player no repeat. O disco tem barulho, velocidade, berros, riffs muito, muito legais, e, acima de tudo, feeling puro correndo nas veias.

A magnífica arte da capa de Daniel Ete fica escondida na versão em CD. Apenas quando se abre tudo o encarte é que se percebe sua totalidade. Na versão vinil 12″ do álbum, a arte já aparece completa na capa.

Um disco altamente indicado para aqueles que gostam de Ratos de Porão misturado com Mukeka di Rato. E, para completar a beleza que se encontra nessa sujeira, o disco está disponível para download na íntgra no Trama Virtual dos caras. Aproveite.

Para terminar, apenas mais uma poética letra de música: “Muito Trabalho, Muita Comida e Muito Café

Meu olho esquerdo anda piscando
Involuntariamente
Mesmo depois de oito anos
Sem fumar droga

 Nota: 5/5

Leptospirose - Aqua Mad Max 01

Leptospirose - Aqua Mad Max 03Leptospirose - Aqua Mad Max 04

 

 

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!