Namorada Belga em Maringá
   

Namorada Belga em Maringá

Diário de Bordo III
por Allan Falcone

Sábado era dia do descanso dos Hebreus, mas isso foi há muito tempo. Porque dia 14 de Abril deste apocalíptico ano eu acordei à uma da tarde depois de uma sexta-feira, uma sexta-feira… pois é, não lembro. Só lembro de ter acordado com o Eduardo Rosa (baixista) me ligando sob um desespero shakesperiano – sério, deu dó.

Tínhamos que hospedar os amigos da banda Contos de Réis (uma banda excelente de samba, MPB, sambarock e otras cositas) que aportavam há pouco de São José do Rio Preto-SP. Banda e equipe somavam doze ou treze pessoas, todos afim de esticar as pernas e tomar uma ducha. As casas que sobraram foram a do Rosa e a minha.

Eu moro com a minha avó em um apartamento pequeno. Sim, com a minha vó. Ela me deixa fumar cigarro em casa – não contem pra minha mãe. E o Rosa mora com sua amada em um singelo e muitíssimo bem cuidado apartamento menor que o meu. E adivinha? É pra lá que a turma foi.

Meu prazer naquele momento foi ver que a caixa de cerveja durou o suficiente para manter a conversa ativa, não rolou silêncio constrangedor, o pessoal era muito gente fina e bom de papo. Todo o cuidado não foi à toa, estávamos nos esforçando para dar a mesma atenção que recebemos do Contos na terra deles.

Passamos voando por lá em Março naquele processo van-palco-van, ainda assim foi um show memorável (palavra de tiozão). Esse foi nosso único show de Abril e o último em CWB no semestre, voltaríamos a viajar em Maio.

Namorada Belga em Curitiba

Os shows saíram melhor que a encomenda. O do Contos, com nossos conterrâneos se aprochegando aos poucos e aos poucos, sendo vencidos pela batucada de bamba daquela gente nem tão bronzeada assim, mas com um valor para lá do Pará. Sonzera, é o que posso dizer. O resto você procura na net, vai no show, pega o ICQ dos caras, essas coisas.

Depois que a banda desceu do palco a energia deles desceu na gente. Plugamos nossas guitarras totalmente contagiados pelo som acústico e percurssivo dos nosso amigos. Quem está acostumado apenas ao clima do disco da Namorada tem que ir ao show pra experimentar a diferença. (Existem várias diferenças, mas isso é pra deixar você curioso.)

Namorada Belga na Van Namorada Belga em São Carlos

Foi um dos nossos melhores shows, na humilde opinião da própria banda. Um verdadeiro concerto. E um conserto, porque com certeza saímos melhores dele.

Um spoiler saudável: os dias que ficamos sem fazer show em Abril usamos para trabalhar músicas novas. Oh yeah, new songs, A Namorada tá cheia de segredos que em breve serão revelados.

Em Maio nosso pé volta pra estrada e nossas mãos para os instrumentos. Você pode conferir a agenda parcial aqui logo abaixo e as músicas novas, perá lá, só daqui a pouco. Quem sabe em um show na sua cidade.

Agenda de Maio

05 maio – Florianópolis/SC (Taliesyn Rock Bar)
12 maio – Caiobá/PR (Bungalow Beach Bar)
26 maio – Presidente Prudente/SP (SESC Thermas)

Namorada Belga na TV

 
 
Compartilhar