Lollapalooza Brasil 2012

Lollapalooza Brasil 2012

Leo Ganem é o responsável pela GEO Eventos, empresa que produziu a primeira edição do Lollapalooza Brasil, que rolou no último fim de semana em São Paulo.

Assim como fizemos antes do festival, também o entrevistamos um dia após o encerramento da festa para colher suas impressões sobre como tudo tinha corrido e já arrancar algumas informações sobre edições futuras.

Confira logo abaixo!

TMDQA!: Qual foi o balanço final do festival em relação ao que a GEO esperava antes do evento?
Leo: O evento atendeu a todas as nossas expectativas de público, patrocínio, qualidade musical, som e estrutura. Temos alguns pontos de melhoria e já estamos trabalhando neles pra 2013 ser ainda mais bacana para o público. Mas no contexto geral estamos muito felizes.

TMDQA!: Como foi a resposta do público em relação à primeira edição no país de um festival tão tradicional lá fora?
Leo: Foi ótima. Pra ser sincero, não imaginava que a marca do Lolla fosse tão conhecida por aqui. O pessoal foi e gostou. Houve críticas justas sobre as filas excessivas, mas isso é algo que vamos resolver para o ano que vem.

TMDQA!: Perry Farrell não só trouxe o evento mas também se apresentou nele com seu projeto eletrônico e o Jane’s Addiction. Quais foram as impressões do “chefe” quanto ao nosso primeiro Lolla?
Leo: Tanto o Perry como nossos outros sócios norte-americanos no evento, a C3 e a WME, não poderiam estar mais felizes. Eles sabem muito bem a complexidade de se montar um evento desses e ficaram impressionados com a qualidade desse nosso primeiro ano. Eles mesmo sugeriram que abríssemos mais um dia, então para 2013 quem sabe?

TMDQA!: Como vocês da GEO e o próprio Perry viram o local do evento, o Jockey Clube, para essa primeira edição? Ele trouxe a tão desejada atmosfera dos festivais no Grant Park em Chicago e Parque O’Higgins em Santiago?
Leo: Sim! O clima do pessoal estava ótimo, achei especialmente bom no segundo dia.

TMDQA!: Quais foram os números totais do evento quanto ao seu público e produtos consumidos. O festival acabou ontem, já é hora de começar a pensar nas próximas edições?
Leo: Tivemos 135 mil pessoas presentes, ainda não consolidamos todos os números de consumo, reciclagem etc, mas assim que fizermos mandamos para vocês. Começamos a pensar em 2013 antes mesmo dessa edição. Fui com meu diretor, Marcelo Frazão, a Austin, Texas, pensar no line up do ano que vem e já saímos de lá com um short list de bandas. Essa semana faremos uma reunião de briefing para pensar em que melhorias precisamos e qual o cronograma da próxima edição.

TMDQA!: Alguma dica de quem possa pintar no line-up daqui ano que vem?
Leo: Por enquanto não posso falar nada. Exceto pelo Baia que já garantiu presença no palco alternativo enquanto tomava um chopp comigo no Baixo Gávea, no Rio de Janeiro.

TMDQA!: Nos Estados Unidos a festa dura três dias, começando na Sexta-feira e terminando no Domingo. Alguma chance da edição brasileira ser expandida?
Leo: Sim, estamos pensando em aumentar 1 dia o festival.

TMDQA!: Alguns pontos como chegada e saída das pessoas e filas nos banheiros foram apontados por espectadores que foram até o evento. Como a produção do Lolla registrou os incidentes e irá utilizá-los para melhorar a experiência do próximo festival?
Leo: Sim, nós identificamos esse problema sério, mas que ocorreu somente nas horas de pico do primeiro dia. É muito dificil prever tudo antes no caso da primeira edição. Para o ano que vem, vamos limitar o número de fãs a 60 mil por dia, e vamos modificar o sistema de compras de fichas para acabar com as filas.

TMDQA!: O Lolla foi transmitido pela TV e pela Internet, e praticamente monopolizou as redes sociais principalmente em shows como os do Foo Fighters e Arctic Monkeys. Como vocês vêem o resultado final do alcance do Lolla e a consolidação do seu nome aqui no Brasil?
Leo: Isso foi fantástico. Não foi só aqui. O empresario do Foo nos pediu durante o show que abríssemos o sinal da internet para o mundo, então o mundo viajou com a gente. Estabelecemos definitivamente essa marca no calendário nacional e paulistano.

TMDQA!: Por fim, deixe uma mensagem para quem foi ao Lolla, para quem não foi e para quem já está ansioso pela edição 2013 da festa!
Leo: Galera, obrigado por terem feito junto conosco esse festival que só adiciona à diversidade cultural aqui no Brasil. Fiquem ligados que teremos novidades muito em breve!

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar