Foo Fighters no Quilmes Rock

Quilmes Rock 2012

O primeiro dia de Quilmes Rock 2012 na Argentina contou com Crosses, Joan Jett e Band Of Horses, além do Jánius. Com horário de abertura dos portões marcado para as 17h no próprio ingresso do evento, a festa começou pouco antes das 16 horas, o que fez com que muita gente (inclusive esse que vos fala) perdesse boa parte dos shows, assistindo apenas às duas atrações principais do dia.

MGMT

É claro que o MGMT tocou logo antes do Foo Fighters por ter “o maior nome” entre as outras atrações do dia, mas quando a questão é o som, fazer com que o público que esperava Dave Grohl e companhia assistisse a seu set foi um tanto quanto equivocado, já que a maioria dos comentários de quem estava por lá ao sair do estádio foi algo como “Que show chato!”. A banda liderada por Andrew VanWyngarden tocou seu indie/eletrônico/folk para os argentinos e logo ao subir ao palco disse que era a primeira vez na carreira que se apresentava em um estádio.

O público que estava à frente, perto do palco, parecia se divertir bastante, e gritava a cada música da banda, diferente do público em geral, que começou batendo palmas ao inicio do set mas foi perdendo o fôlego e só voltou a se empolgar quando veio o mega hit “Kids” e antes da última música, com um misto de euforia pelo som e pelo fim do set.

Com um show de quase uma hora de duração, a banda tocou uma inédita, chamada “Alien Days” e parece ter gostado muito da experiencia, que talvez não tenha atingido novos fãs, mas com certeza deixou os seguidores da banda mais do que felizes.

Setlist:

  1. Pieces Of What
  2. Time To Pretend
  3. It’s Working
  4. Weekend Wars
  5. Hot Smoke & Sassafras (cover do Bubble Puppy)
  6. Electric Feel
  7. Alien Days
  8. Siberian Breaks
  9. Kids
  10. Congratulations
  11. Of Moons, Birds & Monsters

Foo Fighters

Foo Fighters no Quilmes Rock

Fotos por Terra Argentina

E o segundo show da turnê Sul-americana do Foo Fighters começou da mesma maneira que o primeiro, com Dave Grohl berrando e fazendo muito barulho com sua guitarra, correndo para os dois lados do palco, já que ao contrário do Chile, no estádio River Plate não havia uma passarela para chegar mais perto do público.
Ao invés de “All My Life”, a banda resolveu abrir seus trabalhos com “Bridge Burning”, faixa de abertura do mais recente disco dos caras, que veio seguida de “Rope”.

“The Pretender” veio  na sequencia e foi possível perceber que mesmo com um refrão explosivo, o público da argentina estava contido. Aqueles que estavam nas arquibancadas pareciam ter ido ali apenas para um show de rock genérico, já que pouco cantavam as músicas da banda, mas o olhavam atentamente como uma peça de teatro.

Isso mudou com o refrão de “My Hero”, cantado em uníssono pelos presentes e que contou com uma parte onde a banda fez com que só o público fosse ouvido, resultando em um efeito muito bonito.
Em “Breakout”, a voz de Dave sofreu com seus berros, e ele novamente fez com que o público cantasse seu refrão de maneira “solo”, o que proporcionou um comentário do líder dos Foos dizendo que era a plateia que deveria estar no palco, pois ela canta melhor que ele.

Ao apresentar os membros da banda, começando com Chris Shiflett, a banda mandou um trecho de “Run To The Hills” do Iron Maiden e “Rockaway Beach”, do Ramones, para delírio dos argentinos, que são mais do que fãs devotos da banda. Pat Smear tomou champagne quando foi apresentado e assim como no Chile, Taylor Hawkins nem precisou ter seu nome anunciado ao microfone para que as palmas começassem. Por sua vez, o baterista apresentou “o maior músico de nossa geração”, o vocalista e guitarrista Dave Grohl, que quando viu o público gritar “Oleee Oleeee Oleee Oleee Dave Grohl, Dave Grohl”, disse ter entendido que a manha é gritar “Oleee Oleee Oleee Oleeee, Qualquer coisa, Qualquer coisa”.

Foo Fighters no Quilmes Rock 2012

“Big Me” foi uma das surpresas do set e Dave disse que ela foi um presente especial para o público que ali estava, já que a banda não tocava essa música ao vivo há muito tempo, enquanto “Stacked Actors” é o momento onde o quinteto se diverte e faz uma verdadeira jam no palco.
Com direito a duelo de guitarras entre Shiflett e Grohl, além de um pedaço de “Feel Good Hit Of The Summer” do Queens Of The Stone Age, a música é a mais longa de todas durante a performance, já que os improvisos são incontáveis.

Outra diferença em relação ao Chile foi a presença de “I Should Have Known”, que veio logo antes de “These Days”, música que Dave Grohl disse ser sua favorita do Foo Fighters.

A última música antes do bis foi “All My Life”, e após se despedir e voltar ao palco, Dave tocou “Wheels” sozinho, dizendo que ninguém gosta dessa música, nem mesmo ele, e agradecendo ao público argentino por ter esperado 17 anos para ver um show da banda. Ao dizer que se demorasse mais 17 anos para voltar já estaria com 60 anos, Grohl arrancou risos do público quando cantou o refrão de “Wheels” como um velho senhor.

Logo em seguida veio “Times Like These”, que começa com o vocalista sozinho mas conta com o grupo entrando no meio da canção de forma barulhenta e sensacional.

“Dear Rosemary” foi outro som que também não havia rolado no Chile e a banda encerrou com “Bad Reputation” e a participação de Joan Jett e o hino “Everlong”, para delírio de todos que foram ao estádio do River Plate em uma Terça-feira quente na Argentina.

Hoje tem mais Foo Fighters, que se apresenta ao lado de Arctic Monkeys, TV On The Radio e Joan Jett novamente no Quilmes Rock 2012.

Veja o setlist do show logo abaixo.

Dave Grohl - Nada A Perder

Já está à venda em pronta-entrega a biografia Nada A Perder, de Dave Grohl, traduzida por Tony Aiex.

Não perca tempo e compre a sua na loja online da Saraiva, em até 3x de R$11,30 clicando aqui.

Setlist:

  1. Bridge Burning
  2. Rope
  3. The Pretender
  4. My Hero
  5. Learn to Fly
  6. White Limo
  7. Arlandria
  8. Breakout
  9. Run to the Hills (trecho de cover do Iron Maiden)
  10. Rockaway Beach (trecho de cover do Ramones)
  11. Cold Day in the Sun
  12. Big Me
  13. Stacked Actors
  14. Walk
  15. Monkey Wrench
  16. Let It Die
  17. I Should Have Known
  18. These Days
  19. This is a Call
  20. In the Flesh? (Cover do Pink Floyd)
  21. Best of You
  22. All My Life
    Bis:
  23. Wheels
  24. Times Like These
  25. Dear Rosemary
  26. Bad Reputation (cover de Joan Jett com a presença de Joan Jett)
  27. Everlong

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!