Johnny Cash

johnny-cash

Se estivesse vivo, em 26 de fevereiro Johnny Cash completaria 80 anos. Para celebrar essa data muitos projetos e eventos acontecerão. Entre eles, a restauração da casa onde o cantor viveu durante sua infância.

Enquanto era criança, Cash morou em uma casa em Dyess, no Arkansas. A família do músico se mudou para lá em meados da década de 30. Johnny contou em sua autobiografia o que achou do lugar: “Quando finalmente chegamos a Dyess, o caminhão não conseguia chegar até a estrada de terra que dava para a nossa casa. Sendo assim, papai teve que me carregar nas costas durante os últimos cem metros passando pela lama preta e espessa do Arkansas. E foi aí que eu estava quando vi a Terra Prometida: uma casa nova com dois quartos grandes, sala de estar, sala de jantar, uma cozinha, uma varanda e uma área de serviço, um banheiro externo, um celeiro, um galinheiro e um defumadouro. Para mim, luxos incalculáveis. Não havia água encanada, é claro, e também energia elétrica, nenhum de nós sequer sonhava com milagres desse tipo“.

O projeto tem a intenção de transformar a residência em um tributo permanente à juventude de Cash, assim como mostrar e induzir à reflexão sobre como era a vida de muitas famílias durante a Crise de 1929. A restauração  está sendo feita pela Universidade do Arkansas.

Além disso, a antiga casa do músico, em Nashville, abrigará o Museu Johnny Cash, que deve ser inaugurado ainda em 2012. A gravadora Columbia/Legacy também pretende lançar uma série de discos especiais de Cash durante o decorrer do ano. O primeiro lançamento será Bootleg IV: The Soul of Truth, que deve chegar às lojas no dia 03 de abril.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar