Saiba quem foram os vencedores do VMB
Assista ao novo clipe de Bruno Chelles, Camila Zasoul e Natalhão!  

Saiba quem foram os vencedores do VMB

Ontem dia 20 de Outubro aconteceu o VMB 2011. Com uma noite regada a muito hip-hop, a 17° edição da premiação foi marcada por mudanças na maneira de eleger os vencedores. Um juri composto por 104 especialista em música e entretenimento, substituíram o voto de fãs e público que nas edições passadas decidiam quem levava o troféu pra casa.
A apresentação do evento ficou por conta de Marcelo Adnet, e comparado a premiação do ano passado, foi muito menos colorida (se é que entendem).
E não houve jeito. Esse ano realmente foi de dois dos músicos mais comentados. Emicida e Criolo levaram para casa todos os prêmios escolhidos pela comissão julgadora do VMB. Emicida abocanhou o prêmio de “música do ano” e “artista do ano”, enquanto Criolo marcou seu nome como vencedor das categorias “disco do ano” com o álbum Nó Na Orelha, e “música do ano” com “Não Existe Amor em SP”.
Como de praxe, em todos os anos o VMB promove alguns encontros músicais ao vivo e nesse ano não foi diferente. Os shows conjuntos ficaram por conta de Mallu Magalhães, Arnaldo Antunes, Erasmo Carlos e Marcelo Jeneci interpretando “Preciso Encontrar Um Amigo”; Marina Lima, Barbara Eugênia, Karina Buhr e outras cantando “Pra Começar”; NX Zero e Rancore com “Só Rezo” e “Jeito Livre”, entre outros. Marcelo Camelo também fez uma apresentação solo, e Marcelo D2 se juntou à Lurdez da Luz e o grupo Start (em que Stephan, filho de D2 faz parte) parar rimar.

Veja abaixo a lista de todos os vencedores do VMB.

Melhor disco
Cavalera Conspiracy – Blunt Force Trauma
Criolo – Nó Na Orelha
Marcelo Camelo – Toque Dela
Marcelo Jeneci – Feito pra Acabar
NX Zero – Projeto Paralelo

Melhor música
Criolo – “Não Existe Amor em SP” (Criolo)
Marcelo Camelo – “Ôô” (Marcelo Camelo)
Marcelo Jeneci – “Feito pra Acabar” (Marcelo Jeneci / Paulo Neves / Zé Miguel Wisnik)
Marina Lima (part. Samuel Rosa) – “Pra Sempre” (Marina Lima / Samuel Rosa)
NX Zero (part. Emicida, Yo-Yo e Dj King) – “Só Rezo 0.2” (Di Ferrero / Gee Rocha / Emicida / Yo-Yo)

Melhor capa
Copacabana Club – Tropical Splash (arte: Rimon Guimarães)
CSS – La Liberación (arte: Lovefoxxx)
Garotas Suecas – Escaldante Banda (arte: Greg McKeighan)
Kassin – Sonhando Devagar (arte: Philippe Leon)
Tiê – A Coruja e o Coração (arte: Rita Wainer)

Revelação
Apanhador Só
Criolo
CW7
Marcelo Jeneci
Tulipa Ruiz

Aposta
Karol Conká
O Lendário Chucrobillyman
Rancore
Start
Tono

Clipe do ano
Criolo – “Subirusdoistiozin” (direção: Tom Stringhini e Alexandre Casagrande)
Emicida – “Então Toma” (direção: Fred Ouro Preto)
Garotas Suecas – “Banho de Bucha” (direção: Arthur Warren e Suza)
Jota Quest – “É Preciso” (A Próxima Parada) (direção: Conrado Almada)
Lurdez da Luz – “Andei” (direção: João Solda)
Mallu Magalhães – “Nem Fé Nem Santo” (direção: Fabrício Pires Bittar de Carvalho)
Mombojó – “Antimonotonia” (direção: Fernando Sanches)
Móveis Coloniais de Acaju – “O Tempo” (direção: Steve ePonto)
Pitty – “Só Agora” (direção: Ricardo Spencer)
Thiago Pethit – “Nightwalker” (direção: Vera Egito e Renata Chebel)

Artista do ano
Criolo
Emicida
Marcelo Camelo
Marcelo Jeneci
NX Zero

Webclipe
A Banda Mais Bonita da Cidade – “Oração”
Banda Uó – “Shake de Amor”
Ecos Falsos – “Spam Do Amor”
Móveis Coloniais de Acaju – “O Tempo”
Skank – “De Repente”

Webhit
Larica dos Muleke
Magali Carioca
Phoenix de Ribeirão
Sou Foda
Friday, Versão Inri Cristo

Hit do ano
CW7 – “Me Acorde pra Vida”
Emicida – “Rua Augusta”
Fake Number – “Primeira Lembrança”
Flora Matos – “Pretin”
Forfun – “Quem Vai, Vai”
Fresno – “Eu Sei”
Marcelo Jeneci – “Felicidade”
NX Zero – “Onde Estiver”
Rancore – “Jeito Livre”
Start – “Que Vença o Melhor”

Artista internacional
Adele
Arcade Fire
Beastie Boys
Beyoncé
Britney Spears
Foo Fighters
Kanye West
Katy Perry
Lady Gaga
Strokes


View on YouTube