HMV
   

HMV prevê fim dos CDs em 2016

O chefe executivo de música da maior rede de lojas de entretenimento do Reino Unido, HMV, soltou uma declaração onde prevê que os CDs irão desaparecer em 2016.

Segundo ele, o mercado que valia 900 milhões de libras no ano passado irá valer “apenas” 300 milhões em 2014 e em 5 anos não será mais viável, abrindo espaço para que a principal forma de comercialização de música sejam os arquivos digitais.

O pico de popularidade do formato aconteceu em 2004, e foi a partir de 2005 com a aparição de serviços como o iTunes e a popularização do compartilhamento de arquivos de música digitais que o forte declínio nas vendas começou e continua até hoje, ao contrário da venda de arquivos em MP3, que continua crescendo.

É muito provável que em um futuro próximo os 2 formatos dominantes no mercado sejam os discos de vinil e as músicas em MP3. O que você acha disso?

   
 
Compartilhar