The Cure congitou nunca mais tocar ao vivo
   

The Cure congitou nunca mais tocar ao vivo

No último sábado, dia 10 de setembro, o The Cure se apresentou no Bestival 2011. E o que foi o único show da banda na Europa este ano poderia nem ter acontecido. E pior, os fãs da banda poderiam nunca mais apreciar o grupo ao vivo.

Robert Smith revelou ao The Guardian que a banda pensou em abandonar os palcos para sempre antes da produção do Bestival oferecer uma das vagas de headline da edição deste ano. A apresentação de sábado aconteceu após dois anos de hiatus.

“Minha vida toda eu toquei música para meu próprio prazer pessoal e a ideia de fazer disso uma máquina ou negócio é simplesmente horrível”, disse Smith, que disse ao jornal que desapareceu dos holofotes após o aumento do sentimento de que a banda poderia acabar após a turnê mundial do álbum 4:13 Dream.

Abandonando a ideia de parar de tocar ao vivo, a banda mandou um setlist com 32 músicas. Roger O’Donnell, antigo tecladista do The Cure, fez sua reestreia no grupo. Confira abaixo a lista de músicas e em seguida alguns vídeos da apresentação:

“Plainsong”
“Open”
“Fascination Street”
“A Night Like This”
“The End Of The World”
“Lovesong”
“Just Like Heaven”
“The Only One”
“The Walk”
“Push”
“Friday I’m In Love”
“In Between Days”
“Play For Today”
“A Forest”
“Primary”
“Shake Dog Shake”
“The Hungry Ghost”
“One Hundred Years”
“End”
“Disintegration”
“Lullaby”
“The Lovecats”
“The Caterpillar”
“Close To Me”
“Hot Hot Hot!!!”
“Let’s Go To Bed”
“Why Can’t I Be You?”
“Boys Don’t Cry”
“Jumping Someone Else’s Train”
“Grinding Halt”
“10:15 Saturday Night”
“Killing An Arab”

   
 
Compartilhar