Jornalistas canadenses fazem protesto contra o Nickelback

Depois de uma ausência de quinze anos, a liga norte-americana de hóquei no gelo (NHL) vai voltar a sediar jogos em Winnipeg, no Canadá. Para marcar o retorno, os também canadenses do Nickelback foram convidados para tocar no evento, marcado para o dia 09 de outubro.

Mas Rob Williams e Bartley Kives, críticos locais de música não gostaram da ideia. Em protesto à participação da banda, os dois prepararam um manifesto divulgado à imprensa contra a performance do Nickelback.

“Como pessoas que amam música e amam Winnipeg ainda mais, nós temos um pedido: por favor não deixem que isto aconteça”, segue o manifesto, direcionado à NHL e ao diretor Gary Bettman. “O retorno da liga a Winnipeg é algo com o qual temos sonhado nos últimos 15 anos (…) Por favor, ‘Pessoa-Responsável-Pela-Produção-do-Evento’, não traga o Nickelback para a cidade. Eles podem continuar tocando em arenas para os fãs deles – que são muitos – mas uma performance pública de graça?”, questionaram.

E as críticas não param por aí: “O Nickelback processou o pós-grunge do fim dos anos 1990 – já velho naquela época – em algo ainda mais genérico. Eles são o equivalente musical de um pão com margarina.”

O manifesto na íntegra (em inglês) pode ser lido aqui.

NOTÍCIAS MAIS QUENTES no RESUMO DA SEMANA

Fique por dentro das notícias mais quentes do mundo da música, bem como dos lançamentos nacionais, ouvindo o Resumo da Semana, programa do Podcast Tenho Mais Discos Que Amigos!

 

Compartilhar