Avril Lavigne no Brasil?
   

Avril Lavigne Brasil Tour

Fiquei seguindo pelo Orkut as mensagens desesperadas dos fãs do possível cancelamento do show do dia 27. Os tópicos contavam com mais de 11 mil mensagens e continuavam a todo vapor na manhã desta quarta-feira. Todos esperando uma confirmação de que a cantora estaria em um vôo ainda esta tarde. Mensagens como estas aparecem durante todo o dia:

vem de asa delta avriiiiiiiiiiil“.
3 minutos para vermos se terá show ou não. =s Medo“.
Já to vendo todo mundo chorando quando vir o aviso de que a Avril chegou ao Brasil. rsrsrs“.
F5 eternamente no site do aeroporto kkkkk“.
A Avril tá trollando vocês tudo. Ela já tá num bom hotel em SP, tomando seus bons drink.”.

E as 15:12 veio a confirmação da Time 4 Fun:
A T4F INFORMA: Os shows da @AvrilLavigne no Brasil estão confirmados!“.

E acaba a novela, simbora pro show!

As filas ainda eram astronômicas no horário previsto para começar o show, mas como alguns já deveriam saber, o show atrasaria e bastante. E o Credicard Hall foi enchendo, já que os ingressos estavam esgotados há alguns dias, logo logo a casa estaria lotada de fãs, adolescentes (que muito lembravam a cantora pelas roupas que vestiam e cabelos pintados) e diversos pais que estavam acompanhando os filhos. Alguns até pareciam estar gostando de estarem lá, outros apenas fazendo a função, tomando uma cerveja antes de começar o concerto. O ambiente era decorado apenas com discretas estrelas verdes no fundo preto e no telão que trazia o som de bandas conhecidas pelos fãs para entretê-los durante o atraso e também uma luz roxa sobre o palco com instrumentos já preparados.

Mas a histeria tinha início com o vídeo de Avril Lavigne no telão ao som de “Bad Reputation”, de Joan Jett (The Runaways). Os músicos se posicionam e “Black Star” abre o setlist da noite.

A dupla inicial foi de tirar o folego. Começou com “What The Hell”, último single da cantora, do recente álbum “Goodbye Lullaby” de 2011. Avril nem começou a cantar e sua voz sumia perante o coro da platéia, ganhando força no refrão. Bastões de luz foram vendidos e com certeza era o que mais se via entre os punhos erguidos durante toda a noite, além de câmeras e celulares. De volta a 2002, um dos maiores hits, “Sk8er Boi” foi cantado de forma unânime. Sua banda, muito mais madura fazia seu papel no show, tocando discretamente, mas muito bem. A vocalista também não tem mais aquela postura de teen pop star, mas corria de seu modo de um lado para o outro do palco e se posicionava ao lado da bateria para mostrar Rodney tocando, que fez uma excelente performance também.

Mais músicas foram tocadas e um piano foi posicionado no centro do palco, mostrando que “Alice”, faixa que faz parte da última adaptação do filme “Alice no País das Maravilhas”, iria aparecer no setlist. Uma bela introdução precedeu a música, assim como agradecimentos ao público. Logo após, Avril fez uma pausa, explicando que ficou presa no aeroporto de Buenos Aires desde ontem e por isso do atraso do show.

Algumas músicas foram tocadas com violões elétricos, como “Stop Standing There” e “I´m With You”. Os guitarristas Jim e Steve trocavam algumas vezes de guitarra, se juntavam a Avril para tocarem ao seu lado algumas vezes e tomavam conta dos backing vocals. Ambos, com certeza, deixaram muitas adolescentes suspirando durante toda a apresentação.

O público ofegante pedia por mais músicas, como “Nobody´s Home”, atendida pela vocalista que não precisou cantar a música, novamente, até o refrão, pois os gritos e berros se destacavam entre os instrumentos. Em “Wish You Where Here”, Avril desceu do palco e foi cantar com as fãs que estavam na primeira fila. Lágrimas escorreram por diversos rostos nesse momento.

Trechos de “Unwanted” e “Freak Out” foram tocadas sem Avril no palco, que voltou para “Losing Grip” e “Girlfriend”, maior single do álbum “The Best Damn Thing” de 2007. O cover já esperado de “Airplanes” de B.o.B. e Hayley Williams, do Paramore apareceu antes da faixa “My Happy Ending”, também cantada em coro por todos os presentes. “Smile” último single da cantora foi completamente ovacionado, ainda mais na parte na qual o guitarrista Jim cantou o refrão, levando algumas fãs ao delírio.

Avril saia do palco agradecendo muito e era hora do bis. O setlist foi composto por músicas de todos os álbums de sua carreira, contando ainda com “Keep Holding On” (trilha do filme “Eragon“), “Hot” e “Push”, onde a platéia ainda erguia suas mãos e cantava junto. Já com uma blusa de frio e um olhar mais cansado devido ao seu longo dia, a vocalista ainda tirava forças para cantar suas músicas.

A cantora agradeceu muito a sua equipe, falando que sem ela o show de hoje não aconteceria e que todos foram ótimos devido aos problemas que todos passaram no último dia. Para fechar o show veio sua primeira baladinha: “Complicated”, também cantada de forma unânime por todos os presentes. Aplaudida durante alguns minutos, Avril agradece muito a todos por estarem lá por ela, dá uma estrela no palco e sai de cena.

5 anos após passar pelo Brasil pela 1ª vez, com uma atitude menos teen, mostrando um cansaço significativo e uma banda mais experiente, a cantora canadense fez uma magnífica apresentação em sua primeira noite no Brasil. Casas lotadas esperam por ela no resto da turnê.

Setlist:
“Black Star”
“What The Hell”
“Sk8er Boy”
“He Wasn’t”
“I Always Get What I Want”
“Alice”
“When You’re Gone”
“Stop Standing There”
“Wish You Were Here”
“Nobody’s Home”
“Unwanted” – “Freak Out” (instrumentais)
“Losing My Grip”
“Airplanes” (Rihanna)
“My Happy Ending”
“Don’t Tell Me”
“Smile”

Bis
:
“Keep Holding On”
“Hot”
“I’m With You”
“Complicated”

   
 
Compartilhar