Produtor libera versão inédita de música de Amy Winehouse
 

Produtor libera versão inédita de música de Amy Winehouse

No sábado, dia em que Amy Winehouse foi encontrada morta em seu apartamento, Salaam Remi, produtor que trabalhou com Mark Ronson em “Back To Black”, segundo disco da cantora inglesa, divulgou uma versão de “Some Unholly War”.

Através do Twitter, Salaam disse que esta versão, intitulada “Unholly War”, não entrou no álbum por escolha de Amy. E no tweet, ele colocou o link do seu tumblr com a música. Porém, em uma versão deluxe de “Back To Black”, é possível ouvir “Some Unholly War” com um andamento mais lento, semelhante a faixa divulgada por Salaam.

Alguns artistas comentaram a morte de Amy, como você pode ver aqui no TMDQA!, e M.I.A. postou a música “27” em homenagem aos seus amigos que morreram com essa idade, a mesma de Amy Winehouse. Até mesmo Janis Winehouse, mãe de Amy, disse que a morte de sua filha era uma questão de tempo.

Outra pessoa que comentou sua morte foi a cantora Courtney Love. “Eu não vou nem dizer: ‘Desperdício de um talento glorioso e sublime’, que é o que sinto. Eu estou desapontada. Eu tentei com ela, tentei duas vezes”. A cantora ainda comparou sua vida com a Winehouse lembrando que sua privacidade e coisas pessoais foram e ainda são colocadas para o público. “Nós somos sensíveis e as pessoas ao nosso redor tentam tirar vantagem de tudo isso. É uma dor a cada dia e noite”. E comparando com a época em que perdeu seu marido, Kurt Cobain, também com 27 anos, Love disse: “É tão horrível”.

A morte da cantora refletiu nas vendas de discos e singles. As vendas de “Frank”, primeiro álbum de Amy, aumentaram 37 vezes, enquanto que os singles tiveram suas vendas aumentadas em 23 vezes, de acordo com a NME. “Back To Black” chegou ao número 59 da lista e o single de mesmo nome alcançou o número 81.