Soundgarden
 

Integrantes do Soundgarden continuam criativos

“Parece que nunca paramos”. Assim, Chris Cornell descreveu o processo de composição e gravação do novo álbum do Soundgarden, o primeiro desde 1996, e após a reunião da banda no ano passado. Em entrevista ao jornal australiano Courier Mail, o vocalista contou que a produção do novo álbum tem sido melhor que a dos anteriores: “É como se tivéssemos feito uma pequena pausa, porque não parece que se passaram treze ou quatorze anos. A única diferença é que todos têm muito mais ideias. Há mais confiança, e eu sinto isso de todos”, destacou.

O Soundgarden se separou oficialmente em 1997, pouco após o lançamento de “Down On The Upside”. Depois de tanto tempo, as coisas poderiam parecer estranhas, mas Cornell garante que não: “Algumas bandas podem pensar ‘Oh meu Deus, será que ainda conseguimos fazer isso?’ Mas não é assim [para o Soundgarden]. É a mesma banda, mas todos têm treze anos a mais de experiência”.

O vocalista ainda aproveitou para comparar o grupo, um dos grandes nomes da cena grunge do início dos anos 90, aos Beatles: “O Soundgarden sempre foi uma banda que posso comparar aos Beatles de uma certa forma, porque todos escrevemos as músicas na guitarra – não importa que instrumentos tocamos. Há muita diversidade”.

Além de gravar com o Soundgarden, o baterista Matt Cameron também está gravando o novo álbum do Pearl Jam, que deve sair ainda neste ano.

Fonte: GrungeReport

 
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar