Emicidia pode não se apresentar no Coachella
 

Emicidia pode não se apresentar no Coachella

Uma das grandes surpresas do Coachella, para nos brasileiros, foi a escalação do rapper Emicida como uma das atrações. Porém, alguns problemas com o visto do rapper e da sua equipe pode impedir sua participação no festival.

O músico que começaria uma tour pelos os Estados Unidos no último sábado, vem enfrentando vários problemas para conseguir o seu visto. Durante esta temporada na Terra do Tio Sam, Emicida espera gravar um EP com produtores de Nova Iorque, K-Salaam e BeatNick.

O produtor do rapper, Evandro Fióti, comentou que até o senador Eduardo Suplicy está ajudando na liberação do visto, mas até o momento não obteve resultados.

Fióti já conversou com advogados de Los Angeles que cobraram US$ 11.500 para a taxa do Pedido emergencial do visto mais os honorários advocatícios. E em parceria com a Creators Project, o rapper e o produtor conseguiram o valor e entrarão com uma petição de emergência na imigração.
Vale lembrar que o festival só paga o cachê. Transporte, hospedagem e alimentação ficam por conta dos artistas.

Torcemos para que Emicida consiga os documentos a tempo para a apresentação no Coachella.

   
Nosso site utiliza de cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Consulte nossa Política.
 
Compartilhar