Projeto de blog milionário de Maria Bethânia é aprovado
 

Projeto de blog milionário de Maria Bethânia é aprovado

Essa semana uma notícia agitou o mundo da música e as redes sociais como Twitter e Facebook pelo Brasil.
O Ministério da Cultura aprovou através da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura o projeto de um blog da cantora Maria Bethânia, que irá trazer 365 vídeos, durante um ano, com a mesma declamando poesias no site. O preço do projeto? Cerca de 1 milhão e 300 mil reais.

O dinheiro não será pago pelo governo, todos nós sabemos, mas a cantora está autorizada a ir atrás de empresas que estejam interessadas em entrar com esse dinheiro para que o mesmo seja deduzido do seu Imposto de Renda.

Como se o valor já não fosse estratosférico para um blog, ao analisarmos os números friamente, eles ficam ainda mais expostos.
Por exemplo, se dividirmos a quantia que será disponibilizada pelos 365 dias, chegamos a um valor próximo de R$ 3.500 Reais.
As notícias e informações que circularam até agora dizem que cada vídeo terá entre 1 e 2 minutos. Ou seja, Bethânia leva entre R$ 30 e R$ 58 por segundo, um valor fora da realidade da maioria de nós, brasileiros.

Quem está no meio independente, lutando para produzir cultura diariamente, sabe muito bem que hoje em dia com R$ 10.000 é possível gravar um baita disco e com R$ 5.000 dá pra fazer um videoclipe de alta qualidade. Com esse valor, poderíamos gravar 130 bandas do Brasil, por exemplo, em projetos divididos entre os 26 Estados da Nação, dando a oportunidade de um registro fonográfico para 5 bandas de cada um deles. Sem dúvidas um baita incentivo à Cultura em todas as regiões do país.

Sabemos que as leis de incentivo à Cultura no Brasil  permitem que qualquer artista brasileiro tente conseguir benefício através da apresentação de trabalhos, mas ao ver constantemente tanta gente de qualidade ter trabalhos de baixo orçamento recusados e algo como um blog de poesias milionário ser aprovado é natural que as dúvidas comecem a aparecer.
Algumas delas são: Qual a relevância de Maria Bethânia para a cultura brasileira hoje em dia? A artista vale um milhão e 300 mil reais? Com todo o nome e currículo, ela não poderia arrecadar essa verba sem o auxílio de projetos do governo?

Sabemos todos (e esperamos profundamente que seja verdade) que esse dinheiro não sairá dos cofres públicos, mas a aprovação desse projeto faz com que artistas menores e de tanta ou mais qualidade que Bethânia percam a chance de ter apoio da empresa A ou B, já que elas pularão para o dinheiro ao blog.

Nós queremos cultura? Sim, estamos famintos. Mas também queremos transparência, igualdade, justiça, e principalmente: bom senso.
A reação à notícia não foi à toa. Estamos todos incomodados com a sensação de que posições importantes do governo em todas as esferas são ocupadas por políticos, e não técnicos da área.

Em nota oficial, o MinC diz que “rejeitar um proponente pelo fato de ser famoso, ou não, configuraria óbvia e insustentável discriminação”. Creio que ninguém questione a fama de Bethânia, nem ache que juridicamente ela não tenha direito de participar do projeto, afinal é brasileira, mas sim o custo/benefício do projeto e a capacidade dela de captar recursos sem a interferência do governo. Mais uma vez, bom senso.

O que você acha?

O link da Ouvidoria do Ministério da Cultura é esse aqui e nossos comentários estão abertos logo abaixo.
Concorde ou discorde, dê sua opinião!

 

Em tempo, dados técnicos do projeto começaram a aparecer e entre outros pontos estabelecem uma meta de 6.000 acessos diários.
Este humilde blog felizmente está com mais acessos que esse número. Podemos negociar?

 
 
Compartilhar