Orquestra Brasileira de Música Jamaicana
 

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana no Sesc Santos

Com uma ideia bem original de fazer versões de Ska para grandes clássicos da música nacional, a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana apresentou-se na última sexta-feira no Teatro do SESC em Santos.

Antes da apresentação era possível ver um público bem diversificado, entre jovens fãs de música a idosos, que talvez não tivessem noção do que estaria por vir. Uma bela noite de Ska e Rocksteady com um jeitinho brasileiro.

O show começou com um vídeo ensinando os principais passos do Ska, e deixando bem claro a intenção de transformar o Teatro em um “dance hall”:

A Orquestra iniciou a noite com uma versão bem suingada de “O Guarani” de Carlos Gomes. Aos poucos era possível ver o público se soltando e aproveitando os diferentes sons. A banda tocou uma versão para “Minha Menina” dos Mutantes, convidou a plateia para cantar “Carinhoso” de Pixinguinha e conseguiu transformar Samba em Ska com “Trem das Onze” de Adoniran Barbosa.

A cada música, o público mais jovem se levantava das cadeiras para dançar, enquanto os mais velhos aproveitavam para relembrar as antigas canções com a nova roupagem, como “Nanã” de Moacir Santos e “Tico-tico no Fuba” de Zequinha de Abreu.

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana no Sesc Santos

O set-list teve espaço para “Águas de Março” de Tom Jobim e uma ótima versão de “Cotidiano” de Chico Buarque. A banda tocou algumas músicas próprias como “Revolution Ska”. Um destaque da apresentação foi a versão Rocksteady de “Trenzinho do Caipira”, diferente da original feita pelo o maestro Heitor Villa-Lobos, mas muito bem executada.

A Orquestra Brasileira de Música Jamaicana encerrou o show com um grande medley, batizado de “Skarnaval”. Boa parte do público, independente da idade, foi para frente do palco, começaram a dançar com “Aurora”, “O Teu Cabelo Não Nega” entre outras marchinhas de carnaval.

A noite de Ska e Rocksteady agradou a todos que compareceram ao Teatro do SESC, tanto aos jovens, quanto aos mais velhos que esperavam ver outro tipo de apresentação, mas saíram muito satisfeitos.

Conheça mais sobre a banda entrando no MySpace da Orquestra de Música Jamaicana.