Blaze Bayley em Macaé 2011
 

Blaze Bayley Macaé

Pela primeira vez na vida eu vi uma coisa assim acontecer! Uma prefeitura trouxe para a cidade um show internacional de Heavy Metal! Macaé está de parabéns por sua iniciativa de apoiar a música que tem o foco na arte e não o povão.

Pra quem não sabe, Macaé é um município do Estado do Rio de Janeiro e fica mais ou menos a 2:30h de viagem da capital. Além disso, o show ocorreu em uma praia! A Praia dos Cavaleiros, local muito bonito mas que infelizmente teve sua beleza parcialmente encoberta pela chuva que não parou de cair nem um segundo, a mesma que se tornou um dos fatores que causaram a triste tragédia da região serrana do Rio de Janeiro.

O evento estava marcado para às 22h e começou aproximadamente com uma hora de atraso, mas todos os fans da boa música ficaram ali de forma insistente para ver uma das vozes mais importantes do Hevy Metal, que fez parte do Iron Maiden em dois álbuns que marcaram a adolescência de muita gente (inclusive a minha), “The X Factor” de 1995 e “Virtual XI” de 1998.

Acompanhado por mais que competente banda, formada por David Bermudez no baixo, Nico Bermudez na guitarra, Jay Walsh na guitarra e Claudio Tirincanti na bateria, Blaze subiu ao palco e botou pra fora aquela voz inconfundível! Toda a potência vocal e timbre do cara estavam lá, sem tirar um centímetro!

Blaze Bayley em Macaé 2011

O Show teve o foco em seu material solo, tocando três músicas de sua fase com o Iron Maiden, “Futureal” e “The Clansman“(esta introduzida por um rápido discurso onde Blaze disse que “não haviam grandes gravadoras ou grandes produtores, era apenas ele e nós, o importante é ser livre“), ambas do “Virtual XI” e como bis, o vocalista retornou ao palco para tocar “Man On The Edge” do “The X Factor“.

Tomando cuidado para falar pausadamente para que todos pudessem entender, Blaze dedicou uma música a um de nossos heróis, Ayrton Senna, e tocou “God of Speed

Do álbum “The Man Who Would Not Die” de 2008, tocou a música “Samurai” e fez muita gente cantar seu refrão junto. Do último álbum “Promise and Terror” de 2010, tocou “Watching The Night Sky” entre outras, abrindo rodas punk bem agressivas na areia da praia!

Um show que teve qualidade de som muito boa e diversào garantida para qualquer fan de Hevay Metal. A única coisa que eu  enho a dizer é o Blaze tem uma movimentação de palco horrível, parecendo um robô, em parte justificada por sua técnica de respiração diafragmática.

 
Compartilhar