Musica Diablo - leia a resenha do album pelo Tenho Mais Discos Que Amigos
 

resenha do musica diablo

Muitas pessoas estão dizendo que o Musica Diablo seria o que o Sepultura deveria estar fazendo… que pena ver que as pessoas ainda conseguem ser tão radicais quando se diz respeito a nova fase do Sepultura (que já dura tantos anos, ou até mais, que a fase antiga). As duas bandas, apesar de contarem com o mesmo vocalista, possuem direcionamentos diferentes e, obviamente, o atual momento do Sepultura está mais relacionado a vertentes do metal não tão oitentista. Na verdade, os fans que ainda reclamam são os que já reclamavam dos álbuns (ainda com Max Cavalera) “Chaos A.D.” de 1993 e “Roots” de 1995.

Pois bem, vamos ao Musica Diablo, projeto em que o Derrick Green canta e que ainda conta com a participação de André e Edu da banda de Hardcore Nitrominds, André Curci da banda Threat e Sr. Brigas, ex Siegrid Ingrid, no Baixo (na verdade, a banda já estava formada e com composições prontas quando Derrick foi convidado para ser seu frontman). Pela formação da banda já fica óbvio que o que pode sair daí será pesado e bom. O que podemos encontrar aqui é thrash metal rápido e recheado de riffs interessantes de guitarra, além de uma performance ótima de Derrick que contribui para que a sonoridade seja bem forte!

Musica Diablo - Musica Diablo

Musica Diablo - Musica Diablo

Musica Diablo - Musica Diablo Musica Diablo - Musica Diablo

Musica Diablo - Musica Diablo Musica Diablo - Musica Diablo

Musica Diablo - Musica Diablo

Musica Diablo - Musica Diablo Musica Diablo - Musica Diablo

Podemos notar influência das bandas de thrash metal que dominavam nos anos 80 mas sem aquela atmosfera forçosamente retrô, como está na moda, de se adotar além da sonoridade (com aspectos relacionados a mixagem, masterização e gravação) toda uma estética visual ultrapassada. Quero dizer capas de discos desenhadas com lápis de cor e roupas pretas colantes com tênis branco cano alto.

A banda mal lançou seu álbum é já fez uma turnê pela Europa (antes mesmo de fazer uma pelo Brasil) e vêm tocando por aqui desde setembro. O som ao vivo deve ser um ótimo fermento para o crescimento de rodas punk nos shows!

O álbum traz 11 porradas na orelha que foram dosadas de maneira a transformá-lo em algo interessante e não cansativo de ser ouvido. Produzido por Rafael Ramos (Deck), é especial para amantes de metal bem feito e veloz e, apesar de estar bebendo em fontes já muito exploradas, soa autêntico. Destaque para os riffs dobrados de “Underlord” e para a empolgante atmosfera de “Betrayed” que realmente nos remetem aos bons álbuns de thrash metal do passado.

Musica Diablo - Musica Diablo

Você pode encontrar o disco do Musica Diablo bem como camisetas e bottons da banda na loja do quinteto na 7Polegadas, clicando aqui.

Se você ainda não teve a oportunidade de conhecer o trabalho dos caras, veja abaixo uma seleção de vídeos que vai deixa-lo com vontade de ouvir o disco o quanto antes: