Eliminatória SWU / Oi Novo Som

Aconteceu na noite de Sexta-Feira a primeira eliminatória das bandas mais votadas na promoção Oi Novo Som para tocar no palco de mesmo nome no festival SWU, em Itu.

Quatro bandas concorreram à vaga nessa eliminatória de São Paulo: Locomotrom, Estarte, Single Parents e Forcepz.
Meu grande amigo, o jornalista Gustavo Pelogia, cobriu o evento para o Tenho Mais Discos Que Amigos! e você fica sabendo como foi a eliminatória que ainda contou com um mini-show do Mombojó.


Resenha por Gustavo Pelogia

Votações abertas para eleição de bandas costumam ser recheadas de surpresas, boas e ruins. Não foi diferente na eliminatória paulista do concurso Oi Novo Som / SWU, na madrugada desta sexta-feira (10), no Estúdio M, em São Paulo.

O prêmio em disputa era uma vaga no line-up do SWU. Disputaram por ela as bandas Fórcepz, Single Parents, Estarte e Locomotrom. Apesar do alto número de votos para cada uma delas na primeira fase do concurso, onde qualquer artista poderia concorrer, a força do público votante não refletiu em qualidade no palco.

O profissionalismo do evento evitou a grande chatice de bandas novas que não sabem a hora de descer do palco: apenas três músicas para cada. Equipamento de qualidade e palco grande, dando boas condições para que as bandas pudessem mostrar a cara com alguma qualidade. A decisão seria dada por um júri do festival e da Oi FM.

A noite começou com duas bandas mais amadoras e que tiveram menos votos: o Forcepz não segurou a atenção do público com um show fraco. A banda parece bem ensaiada, mas suas canções de rock cru não são das melhores. E apesar da voz forte, o cantor da banda também também precisa melhorar bastante.

Em seguida, à 1h33, o Single Parents animou mais gente, porém o vocalista parecia muito nervoso. Tiveram de recomeçar a primeira música após dois problemas: no inicio, a guitarra estava com volume baixo e depois por problemas no cabo da guitarra. Destaque para a última música, “Homesick”, que agitou parte do público (tanto dos convidados deles, como outros presentes). O rock alternativo deles é legal e tem muito a ver com as outras atrações do festival, mas ainda precisa evoluir para merecer uma vaga no SWU.

Single Parents na eliminatória Oi Novo Som do SWU
www.focka.com.br | Foto por Patrícia Nakashima.

A terceira atração foi a banda Estarte, às 2h. Representante hardcore da noite, deu a impressão de ser uma banda que toca junto há algum tempo. A boa presença de palco do vocalista (se comparada às outras, porém comum às bandas do estilo) chamou a atenção, assim com as músicas. Os problemas no cabo da guitarra persistiram (como no caso do Single Parents), porém o grupo seguiu mesmo assim. Foi a preferida deste jornalista na noite, porém também não o suficiente para o line-up do festival.

Quem fechou a eliminatória foi a banda Locomotrom. Mais uma banda que participa da nova moda pop com pose de rock. Todos os músicos soam ter personalidade no palco, o vocalista chama muito o público, salta de uma lado para o outro e as músicas têm refrões fáceis, sendo candidata a trilha sonora de novela adolescente.

Locomotrom - Vencedora da batalha de bandas SWU Oi Novo Som

Foram os vencedores pois souberam participar do concurso: se apresentaram com muita energia, chamaram os fãs e fecharam a noite com uma “música de trabalho”, se mostrando acima de tudo, profissionais (este, longe de ser um dos maiores méritos de um artista). Souberam dar uma dose forte da sua proposta e jogaram bem nas três vezes.

Partindo da premissa que uma das quatro deveria ser escolhida, o Locomotrom mereceu a vitória, embora uma outra infinidade de artistas teria qualidade absurdamente maior que as quatro para tocar em um festival do porte do SWU.

Locomotrom - Vencedora da batalha de bandas SWU São Paulo
www.focka.com.br | Foto por Patrícia Nakashima.

Locomotrom - Vencedora da batalha de bandas SWU
www.focka.com.br | Foto por Patrícia Nakashima.

Houve ainda mais três acontecimentos relevantes antes do final da festa: as vaias dos não vencedores (uma vergonha, seja lá qual das bandas que não aceitou o resultado); a comemoração e a saída do Locomotrom e do seu pessoal logo após o show (após agradecer a presença dos outros artistas, não é legal ignorar a melhor atração da noite); e o Mombojó, artista convidado da noite, que acabou tocando para menos da metade do  público que estava no local e fez um show curtíssimo, com apenas seis músicas, mas o suficiente para salvar a noite.

Eliminatória no Rio de Janeiro

Ontem aconteceu a eliminatória no Rio de Janeiro, e a banda vencedora foi a Overal.
Você pode conferir uma resenha desse show aqui.