Promoção: DVD’s + CD’s + Pôsters + Adesivos + Revista!

Clique aqui e saiba como ganhar esse Kit com 16 prêmios pra você se esbaldar de ouvir música nova, assistir, ler e decorar seu quarto!

Rock in Rio

Foi marcado para 16 de Agosto, o dia em que o prefeito do rio Eduardo Paes e Roberto Medina, organizador do evento, irão anunciar publicamente os detalhes da edição do Rock in Rio 2011, segundo o colunista Lauro Jardim do blog Radar On-line no site da Veja.

Os ingressos vão custar R$ 170, valendo meia entrada para estudantes. O evento vai ser em Setembro, com seis dias de shows.

Algumas atrações já foram cotadas, como Lady Gaga, Shakira e Radiohead, mas ainda não foram confirmadas.


Amy Winehouse

Existem grandes chances da cantora inglesa Amy Winehouse se apresentar no Brasil no próximo ano, em Janeiro.
A noticia foi dada por William Crunfli, diretor da Mondo Entretenimento, empresa que pretende traze-la pra cá.

De acordo com a produtora, Amy participará como atração principal de um festival que a Mondo está organizando para o verão de 2011.
Local e datas ainda não foram confirmados. “Somente teremos informações oficiais sobre data,localidade e outros detalhes no final do mês”, afirmou a assessoria de imprensa.
De acordo com a jornalista Mônica Bergamo na rádio Bandnews, o contrato ainda não foi assinado, mas deve acontecer nos próximos dias.

No site da cantora não há informações sobre shows vindouros e muito menos um disco novo, já que o último, “Back to Black“, foi lançado em 2008 e desde então ela não saiu para uma grande turnê.
Os dois anos pós “Back to Black“, foram recheados de polêmicas e pequenas apresentações da moça. Como um atraso, que culminou no cancelamento de seu show para o festival Bestival, na Ilha de Wight, na Inglaterra, as vaias no festival de Jazz de Santa Lucia por subir ao palco embriagada, uma canja com os Specials, um dueto com seu produtor Mark Ronson na festa de uma première cinematográfica e muitos barracos mais!

Agora é só esperar as noticias se confirmarem!


Janelle Monáe

Você ainda não conhece Janelle Monáe?

Ela é uma das maiores revelações da música esse ano. E não é exagero dizer que ela é o renascer da música pop e da black music, sem os seus habituais clichês.
O disco “Archandroid” é uma verdadeira obra de arte. Uma ópera, que vai sendo construída faixa por faixa, se entrelaçando até formar um grande conjunto de ritmos e uma história intrigante. A sequência das canções conta sobre a androide Cindi Mayweather, que se apaixona por um humano e tem de escapar da polícia para não ser desativada. Mayweather passa a ser uma robô/messias, tendo como missão a libertação de classes oprimidas. Quer mais?

As composições atravessam a história música em várias épocas, rebuscando e recriando ritmos. Jazz, R&B, rock psicodélico, funk, pop, música clássica, tudo isso num clima futurístico inspirado no clássico de 1927, “Metrópolis” de Fritz Lang.
O disco trata do preconceito, tema que Janelle insiste em comentar. Nascida no subúrbio de Kansas City desde pequena vê a música como uma arma para combater as injustiças.

E foi lançado hoje o seu novo clipe, dessa vez da música “Cold War”, do disco “Archandroid”.
Emotivo e intimista o vídeo escancara as emoções da cantora! Daqueles de fazer chorar, da uma olhada.


Se você acha que nada mais se compara a genialidade de ídolos da música negra como Stevie Wonder e Michael Jackson, está errado! Janelle Monáe trouxe de volta a música sem clichês e cheia de vitalidade.