O TMDQA! está de aniversário e quem ganha é você!

Saiba como ganhar esse baita kit com vinil, CD, pôster importado, adesivo, camiseta e muito mais clicando aqui.

Alain Johannes

Spark

O talentosíssimo multi-instrumentista, produtor, compositor e cantor, Alain Johannes (ex membro do Eleven e que trabalha somente com Spinnerette, Mark Lanegan e é parceiro de Josh Homme em vários projetos como Desert Sessions, Queens of the Stone Age, Them Crooked Vultures, para você ter uma ideia) lançará seu aguardado álbum solo de estreia (que vem sendo trabalhado desde 2008) neste ano.

Spark” sairá em CD e LP no dia 31 de agosto via Dangerbird Records/Rekords Rekords e com o primeiro single de trabalho, a música “Endless Eyes” (faça o download gratuito aqui), já conseguimos ter uma humilde e simples ideia do lindo registro que será lançado.

Inclusive, “Endless Eyes” foi composta especialmente para o “Natasha Shneider Benefit Concert“, um tributo a genial e saudosa Natasha Shneider (Eleven, Queens of the Stone Age), que faleceu de cancêr há dois anos e era a esposa e parceira de trabalho de Johannes. A música então deu asas ao que se tornaria um álbum completo em homenagem a ela. Aliás, o álbum é mais do que um tributo: É a celebração mais pura do seu espírito em forma de música.

A história começou por ‘Endless Eyes’. É um ode direcionado a Natasha e ao tempo incrível que tivemos juntos – especificamente, é sobre o meu amor e minha admiração por ela. Natasha tinha uma alma maravilhosa, uma inteligência natual, um ótimo humor e ela foi a musicista mais extraordinária que eu já conheci“, disse Alain.

Alain contou que sentiu a presença da Nastha durante alguns momentos quando estava compondo e gravando no seu estúdio: “Eu senti que estava sendo guiado. Não só isso, mas eu senti sua presença no quarto de uma forma tão intensa, que chegou a ser insano. Foi como eu quase pudesse virar para ela e dizer, ‘O que você acha disto?’. Na nossa jornada musical juntos, compartilhávamos tantas coisas, éramos bons nisso. Sua habilidade de surgir com lindas harmonias era incrível. Houve momentos em que eu ouvi as harmonias como ela e então elas saíram de mim“.

Ele também disse que finalizou o álbum numa data especialíssima: “Eu na verdade o finalizei no dia 29 de novembro de 2009, quando completava vinte e cinco anos que eu e Nathasha havíamos se conhecido pela primeira vez. Foi o nosso aniversário. Em diversas maneiras, eu estava somente tentando criar um disco do qual ela fosse se orgulhar“.

“Spark” terá elementos do flamenco, música indiana e música clássica, mostrando parte de toda versatilidade de Johannes e provando o porquê de ser apontado como um dos melhores músicos da atualidade.

Josh Homme, instrumentista, compositor e cantor do Queens of the Stone Age/Them Crooked Vultures e dono da gravadora Rekords Rekords, disse que “o álbum do Alain é a total personificação do que a gravadora representa – a guerra contra o endossamento da mediocridade e a tentativa de censura ao dar um salto fora do penhasco musical. ‘Spark’ é uma examinação impressionante para descobrir o que você faz quando alguém se foi e é absolutamente de tirar o fôlego“.

E continuou: “Como o Alain toca, produz, grava e canta, não há canalização entre seus sentimentos e como a música deve soar… Esse disco é um ótimo exemplo daquilo que não pode ser dito, mas que é tão verdadeiro“.

Após o término da tunê com o Them Crooked Vultures (Alain é até considerado o quarto membro da banda), a turnê do álbum começará. Alain chegou comentar: “Gostaria simplesmente de poder pegar minha cigar box e cair na estrada. Eu sou tipo um blues man viajante.”

Tracklisting:

01. “Endless Eyes”
02. “Return To You”
03. “Speechless”
04. “Make God Jealous”
05. “Spider”
06. “Bleeding Whole”
07. “Gentle Ghosts”
08. “Unfinished Plan”

Ainda não está disponível na pré-venda nas lojas das gravadoras, embora no Amazon já tenha um link para a venda do CD.

Ouça abaixo a apresentação de “Endless Eyes” no tributo a Natasha Shneider:

Antony And The Johnsons/Björk

Swanlights

Depois de Björk ter divido belamente os vocais de “Dull Flame of Desire” (música presente no seu disco “Volta“, lançado em 2007) com Antony Hegarty, o líder do Antony And The Johnsons, novamente essa parceria acontecerá.

Björk participará da faixa “Flétta“, que estará no novo álbum do Antony And The Johnsons, intitulado “Swanlights” e que provavelmente será lançado no dia 11 de outubro deste ano via Rough Trade na Europa/Reino Unido e no dia 12 de outubro via Secretly Canadian na América do Norte.

Sobre o título do álbum, Antony Hegarty explicou: “É o reflexo da luz na superfície da água durante a noite“.

O álbum também será lançado numa edição especial, que trará um livro de cento e quarenta e quatro páginas, contendo textos, pinturas, colagens e fotos por Antony Hegarty.

“Swanlights” talvez seja o trabalho mais amplo e variado que Antony tenha feito, emocionalmente falando. Em alguns momentos há corações partidos e em outras vezes tem um brilho alegre.

A sonoridade é mais exótica; com estranhos elementos percussivos e guitarras bastante distorcidas.

[‘Swanlights’] É mais espectral do que o meu último álbum, tem até um pouco de psicodelia em algumas partes“, contou Antony.

Ele comentou que as letras também falam da sua preocupação com a natureza: “Estou pensando no desaparecimento da biodiversidade nos dias de hoje. Eu quis expressar um sentido de abandono, o abandono de uma ursa que pode sentir quando foi baleado nas costas e seu espírito saindo do seu corpo, transformando-se em luz dançante“.

Tracklisting:

01. “Everything Is New”
02. “The Great White Ocean”
03. “Ghost”
04. “I’m In Love”
05. “Violetta”
06. “Swanlights”
07. “The Spirit Was Gone”
08. “Thank You For Your Love”
09. “Flétta”
10. Salt Silver Oxygen”
11. Christina’s Farm”

Márcio Biaso

Tudo Que É Meu

O músico, produtor e cantor carioca, Márcio Biaso, integrante da banda Reverse (em hiato desde 2008) lançou-se em carreira solo e seu primeiro álbum, “Tudo Que É Meu“, saiu em maio deste ano através do selo Atemporal (criado por ele mesmo).

O disco foi lançado no formato SMD e pode ser adquirido neste link.

Tracklisting:

01. “Tudo que é meu”
02. “Dentro dos seus olhos”
03. “Chuva”
04. “Vai e Volta”
05. “Blackbird de Minas”
06. “Gosto de Canção”
07. “Redoma”
08. “Vida Real”
09. “Pouco Relevante”
10. “Deixa passar”
11. “Ser humano”

O álbum está disponível na íntegra para audição e você confere clicando aqui.

Assista abaixo ao recente vídeo postado da faixa “Blackbird de Minas”, drigido por Bruno Vouzella.

The Dickies

Banana Splits: Tra La La Song

Os punk rockers de 1977 do Dickies, lançarão no dia 13 de julho o vinil “Banana Splits: Tra La La Song“, com novíssimas gravações.

O EP inclui a popular versão de “Banana Splits” – música tema do programa infantil “Banana Splits Adventure Hour” – que inclusive faz parte da trilha sonora do filme “Kick Ass”, lançado no dia 16 de abril deste ano.

Também traz dois covers: “Paranoid” (Black Sabbatah) e “Knights In White Satin” (The Moody Blues), ambos tocados já tempos pela banda.

Tracklisting:

01 “Banana Splits (The Tra La La Song)”
02 “Paranoid”
03 “Knights In White Satin”

Para comprá-lo em vinil sete polegadas, clique aqui.

Em 1979 o Dickies lançou via A&M Records um vinil “Banana Splits”, também com a mesma capa e três faixas “”Banana Splits”, “Hideous” e “Got It At The Store”.