Depois de uma longa e frutífera semana com foco total no Record Store Day, poderíamos supor que as coisas ficariam mais calmas por aqui nesta semana, mas não! Olha a quantiade de coisa legal que você viu por aqui desde o último dia 18:

The New Loud

The New Loud é uma banda de Milwaukee, Wisconsin, EUA, formada por Shane Olivo (vocal e guitarra), Jessi Nakles (programações, vocais e teclado) e Radish Beat (vocais e bateria), que toca synth pop, rock alternativo, dance, new wave e que recebe uma definição como sendo o seu sinônimo: Intenso.

Já nos primeiros segundos da faixa “Don’t Dance”, que abre com chave de ouro o sensacional EP “Can’t Stop Not Knowing” e que também foi a música escolhida para ser o primeiro single, podemos nitidamente notar essa intensidade já citada.
Aliás, acho que essa é a canção ideal para definir o New Loud. Melodia incrível, vocais impecáveis, um instrumental sensacional, com direito à slaps no baixo (merecidamente adicionados por sinal) e um final digno de “Wow!”.

Shane, Jessi e Radish são músicos tão sensacionais, que se eu já não soubesse que “2+2=5” originalmente é do Radiohed, iria acreditar que era sim do New Loud. A versão deles ficou tão genial, que posso dizer sem medo de ser feliz que realmente acho essa melhor do que a original. Ok, os fãs do Thom Yorke e companhia vão dizer “Ficou maluca?!” Mas não. Basta você ouvi-la para entender [e quiçá concordar com] o que estou falando.

Dando sequência às autorais, a terceira faixa, “Heaven” é uma das músicas que tenho certeza que fariam Dave Gahan e Martin L. Gore (Depeche Mode) se sentirem culpados por não terem composto primeiro. Os vocais do Shane estão mais emocionantes nesta faixa e sua guitarra tem uma suavidade agressiva ímpar. Os efeitos utilizados e as vocalizações doces feitas pela Jessi mais as batidas contagiantes de Radish, fazem jus à esta ter sido escolhida para ser o segundo single da banda.

[Particularmente, já me peguei cantarolando por diversas vezes essa música. E se eu já achava essa versão sensacional, quando ouvi a “Extended” então…]

O post completo, com mais detalhes do EP “Can’t Stop Knowing” e outros lançamentos do The New Loud, você vê aqui.

Megadeth

O álbum de estreia do Megadeth, “Killing Is My Business… and Business Is Good!”, vai ser relançado em vinil de alta qualidade (180 gramas) pela série Back On Black, que tem relançado ótimos álbuns em ótima qualidade. A edição vem com o áudio remasterizado, mas com a capa e o tracklist originais, diferente do que aconteceu no relançamento em CD de 2002 – com capa diferente e três faixas bônus. Para encomendar esse verdadeiro clássico, clique aqui.

E você que mora em Porto Alegre (ou está afim de encarar uma viagem até lá) ainda tem tempo par ver a última data brasileira da nova turnê do Megadeth pelo país. O show acontece amanhã, dia 26. Além de divulgar o último álbum, “Endgame”, de 2009, a banda comemora os 20 anos de “Rust In Peace”, de 1990, e vai tocar o álbum na íntegra. Precisa dizer que vale muito a pena?


O post completo, com outras notícias, você vê aqui.

Iggy And The Stooges

A Cleopatra Records está lançando uma coleção do Iggy And The Stooges em disco de vinil de 12 polegadas, limitada a 1.000 cópias e com o nome “Jesus Loves The Stooges”.

O álbum tem 10 faixas, incluindo covers de Bob Dylan e Jimi Hendrix, além da faixa-título, que anteriormente havia sido lançada apenas como um b-side e uma versão do clássico “I Wanna Be Your Dog”. Se liga na tracklisting:

1      Jesus Loves The Stooges
2     Delta Blues Shuffle
3     The Ballad Of Hollis Brown
4     Johanna
5     I’m So Glad
6     Purple Haze
7     Cry For Me
8     Head On
9     Wild Love
10     I Wanna Be Your Dog (Fast Version)

O disco sairá no dia 04 de Maio e você pode garantir uma cópia aqui.


O post completo você vê aqui.

Punk Goes Classic Rock


Em um post anterior sobre a coletânea “Punk Goes Classic Rock”, nosso amigo Tony Aiex resumiu bem as últimas edições da série “Punk Goes…”:

“É uma pena que ao longo do tempo a coletânea tenha virado mais um “Emo goes…” ou “O-que-estiver-na-moda goes…” e as bandas escolhidas não tenham quase vínculo algum com o punk, como as primeiras edições tinham.”


Pois é. E confesso que não estou muito surpreso, mas o resultado dessa vez é ainda mais frustrante. Tudo bem que não me preocupo muito com bandas de post hardcore desmembrando sucessos do pop teen, ou assassinando clássicos do hip-hop, mas dessa vez jogaram as expectativas lá em cima. As versões são de artistas como The Rolling Stones, Tom Petty & The Heartbreakers, Queen e Bob Dylan, só para citar alguns.

Na última semana, a Fearless Records disponibilizou o álbum todo para streaming no MySpace oficial da coletânea. Confira:



E aí? Você acha que Mick Jagger, Steven Tyler, Gene Simmons e etc. ficarão felizes com o resultado? Se você gostou, pode encomendar sua cópia aqui. “Punk Goes Classic Rock” Será lançado oficialmente no dia 27 de abril.


The Dead Weather


“Sea Of Cowards”, novo álbum do The Dead Weather, também sai oficialmente no dia 11 de maio. Depois do lançamento do rimeiro single, “Die By The Drop”, agora é a vez de “Gasoline”, encontrar os caminhos públicos da internet, dessa vez pelo blog Stereogum (ouça aqui). De cara, dá para perceber que a música segue a linha do trabalho anterior, “Horehound” (2009). A bateria de Jack White continua pulsante (The White Stripes, The Raconteurs), e os vocais de Alisson Mosshart (The Kills), também seguem fortes. O que chama a atenção desta vez é o ótimo trabalho com órgãos que, aí sim, dá uma cara de novidade à faixa.




O tracklist completo do álbum é esse:

01 “Blue Blood Blues”
02. “Hustle and Cuss”
03. “The Difference Between Us”
04. “I’m Mad”
05. “Die by the Drop”
06. “I Can’t Hear You”
07. “Gasoline”
08. “No Horse”
09. “Looking at the Invisible Man”
10. “Jawbreaker”
11. “Old Mary”

A edição em vinil de “Sea Of Cowards”, que vai sair pelo selo Third Man Records, de Jack White, pode ser encomendada aqui.



Minus The Bear

Sobre “Omni”, quarto disco do Minus The Bear, você não leu aqui no TMDQA!, mas não se preocupe. A gente traz não somente várias informações sobre ele, como dá o link pra você ouví-lo na íntegra!

Em entrevista à rádio americana KCRW, a banda – que vem de Seattle – deixou claro que a intenção com o novo disco era capturar a energia das apresentações ao vivo. Muitas músicas ainda têm as melodias contagiantes e a fusão única que eles fazem de pop com progressivo, mas “Omni” traz um novo som à respeitada carreira da banda: as canções fluem mais soltas, com mais groove e guitarras com elementos de funk. Curioso? Então não perca tempo e ouça o álbum aqui.

Se gostar do que ouviu, você pode encomendar “Omni” aqui. A edição em CD é simples, sem firulas. Mas a versão em LP é demais:
– Vinil duplo de 180 gramas – um vermelho e um branco;
– Capa em embalagem gatefold;
– Adesivo especial;
– Código para download do disco na íntegra.

Motorhead


Fãs de Motorhead, é hora de abrir os bolsos.
A Devils Jukebox está vendendo uma série de relançamentos da banda em discos de vinil remasterizados e pra lá de especiais, com discos coloridos, nova arte, novo encarte. Enfim, cada um tem uma novidade diferente.
Dá uma olhada em todos os que estão disponíveis:

  • “1916″ – LP de 180 gramas, caixa gatefold, encarte alternativo com bandeira da França, apenas 150 cópias produzidas
  • “Motorhead” – LP roxo de 180 gramas, caixa gatefold e disco bônus com faixas do EP “Beer Drinkers” e “City Kids”
  • “Motorhead” – LP cinza de 180 gramas, caixa gatefold e disco bônus com faixas do EP “Beer Drinkers” e “City Kids”, apenas 100 cópias produzidas
  • “Motorhead” – LP transparente em Supr-Clr-X (Vinil deluxe) , apenas 666 cópias produzidas e elas são numeradas
  • “Over The Top” (Gravação com os caras do The Damned, com o nome Motordamn) – EP de 7 polegadas em vinil azul, 666 cópias produzidas
  • “Over The Top” (Gravação com os caras do The Damned, com o nome Motordamn) – EP de 7 polegadas em vinil vermelho, 666 cópias produzidas
  • “Over The Top” (Gravação com os caras do The Damned, com o nome Motordamn) – EP de 7 polegadas em vinil branco, 666 cópias produzidas
  • “Leaving Here / White Line Fever” – EP de 7 polegadas em vinil roxo, 100 cópias produzidas (tem 2 capas diferentes)
  • “Leaving Here / White Line Fever” – EP de 7 polegadas em vinil branco, 666 cópias produzidas (tem 3 capas diferentes)

Bom, é item pra fã nenhum botar defeito, todos ainda disponíveis apesar da quantidade pequenas de cópias produzidas, e é só clicar aqui pra chegar no site da gravadora e garantir as suas.



Bathory

Bathory, banda de black metal / thrash metal / viking metal formada em 1983 em Estocolmo, Suécia e que encerrou suas atividades em 2004, relançou metade da sua discografia de estúdio em vinil 180 gramas no dia 6 de abril, via Black Mark Records. Essas edições foram remasterizadas especialmente para esse relançamento. Confira detalhes!

  • Bathory“:

É o álbum de estréia da banda, lançado em 1984. A nova edição vem com embalagem gatefold e vinil na cor cinza.
Em suas primeiras prensagens, a capa continha um bode amarelo, mas devido ao alto custo, o amarelo foi substituído pelo branco.

Tracklisting:

01 “Storm Of Damnation”
02 “Hades”
03 “Reaper”
04 “Necromancy”
05 “Sacrifice”
06 “In Conspiracy With Satan”
07 “Armageddon”
08 “Raise The Dead”
09 “War”
10 “Outro”

Para comprar “Bathory” clique aqui.


  • The Return Of Darkness And Evil“:

É o segundo álbum da banda, lançado em 1985. A nova edição vem com embalagem gatefold e vinil na cor marrom.

Tracklisting:

01 “Revelation Of Doom”
02 “Total Destruction”
03 “Born For Burning”
04 “The Wind Of Mayhem”
05 “Bestial Lust”
06 “Possessed”
07 “The Rite Of Darkness”
08 “Reap Of Evil”
09 “Son Of The Damned”
10 “Sadist”
11 “The Return Of The Darkness And Evil”
12 “Outro”

Para comprar “The Return Of Darkness And Evil” clique aqui.

Para ver o post completo com todos os relançamentos do Bathory, clique aqui.


Assista ao único videoclipe feito pelo Bathory.

Kingdom of Sorrow

Kingdom of Sorrow (conhecido também como KoS) é o projeto paralelo de sludge metal / metalcore de Kirk Windstein (vocalista e guitarrista do Crowbar, guitarrista do Down, Valume Nob, Shell Shock) e Jamey Jasta (vocalista do Hatebreed, Icepick, Jasta 14), que conta também com Charlie Bellmore (guitarrista também do Phantoms), Matthew Brunson (baixista também do Shedding Old Skin, Crowbar) e Nick Bellmore (baterista também do Toxic Holocaust, Phantoms), formado em 2005 nos Estados Unidos, em New Orleans.

No dia 19 de fevereiro de 2008 eles lançaram o seu álbum de estréia, “Kingdom of Sorrow”, via Relapse Records e agora em 2010, no dia 8 de junho (nos Estados Unidos) e no dia 14 (mundialmente), lançarão o seu segundo trabalho.

“Behind The Blackest Tears” será lançado em CD, LP gatefold, versão digital e versão deluxe (limitada – em CD e digital).

Para reservar a sua cópia de “God’s Law in the Devil’s Land” em CD (versão standart), clique aqui.

Para reservar a sua cópia em CD (versão standart) + camisa (com a capa do álbum na versão standart), clique aqui.

Para reservar a sua cópia em CD (versão deluxe), clique aqui.

Para reservar a sua cópia em CD (versão deluxe) + camisa (com a capa do álbum na versão standart), clique aqui.

Para reservar a sua cópia em versão digital + camisa (com a capa do álbum na versão standart), clique aqui.

O vocalista Jasta comentou sobre esse lançamento: “Muito obrigado a todos, do fundo do meu coração, que apóiam o Kingdom of Sorrow. Seus apoios fizeram com que isso [o novo álbum] se tornasse possível para banda e espero que vocês curtam. Nós doamos o nosso sangue e o nosso suor em prol desse registro e ele nos forneceu grande liberdade artística e realização.

Para saber todos os detalhes do novo álbum do Kingdom of Sorrow, clique aqui.


Angels And Airwaves

Após o Angels And Airwaves ter lançado mundialmente no dia 14 de fevereiro deste ano o terceiro álbum da sua carreira, “Love”, em versão digital para download gratuito (vale ressaltar que Tom DeLonge tirou do seu próprio bolso cerca de quinhentos mil dólares para custear os downloads gratuitos) e doações opcionais, a banda está preparando o lançamento do mesmo em vinil, também para este ano.

No site dos nossos queridos parceiros do Action182.com, foi postado um comentário da banda sobre o esse lançamento, seguido da foto do vinil:

Nós estamos animados em dizer que estamos trabalhando com LOSERKIDS.COM para fornecer o vinil LP do ‘LOVE’. Fiquem ligados para mais informações. Em breve :)

tracklisting de “Love” é:

01. “Et Ducit Mundum Per Luce”
02. “The Flight of Apollo”
03. “Young London”
04. “Shove”
05. “Epic Holiday”
06. “Hallucinations”
07. “The Moon-Atomic (…Fragments and Fictions)”
08. “Clever Love”
09. “Soul Survivor (…2012)”
10. “Letters to God, Part II”
11. “Some Origins of Fire”

Para baixá-lo (gratuitamente ou doando qualquer quantia), clique aqui.

Mas as novidades para os fãs de Angels And Airwaves não acabam aí! A banda também irá lançar – até junho – um filme de ficção científica, que leva o mesmo nome do álbum citado e que foi escrito por eles e dirigido por William Eubank. Veja o trailer:


Sonic Youth

O Sonic Youth programou para este ano o relançamento dos seus primeiros discos (clássicos) em vinil 180 gramas – ou seja, com altíssima qualidade – via Original Recordings Group.

São eles: “Confusion is Sex” (fevereiro de 1983), “Bad Moon Rising” (março de 1985), “EVOL” (maio de 1986) e “Sister” (junho de 1987).

“Confusion is Sex” e “EVOL” foram lançados especialmente para o Record Store Day (que aconteceu no último dia 17), já “Bad Moon Rising” e “Sister” serão relançados até o inverno [Hemisfério Norte].

“Bad Moon Rising”, “EVOL” e “Sister” incluem as faixas bônus encontradas antes somente em suas edições em CD.

As novas edições foram masterizadas por John Goldenat Golden e suas prensagens – feitas pela Record Technology Incorporated – estarão disponíveis em várias edições coloridas e limitadas.

Abaixo, os primeiros relançamentos:

  • Confusion is Sex“:

Originalmente lançado em 1983, via Neutral Records.
Formatos de lançamento: CD, LP e cassete.

É um dos álbuns mais importantes de toda história do pos punk e também o segundo registro do Sonic Youth.
Na verdade, para muitos, este é considerado como o o seu primeiro lançamento, mas a banda prefere dizer que o EP homônimo lançado em 1981 (no ano da formação da banda) é o seu álbum de estréia.
Portanto, vamos obedecer aos próprios e considerar “Confusion is Sex” como o segundo lançamento do Sonic Youth.

– Foi relançado especialmente para o Record Store Day, em vinil branco.

Tracklisting:

LADO A

01. “(She’s in a) Bad Mood”
02. “Protect Me You”
03. “Freezer Burn/I Wanna Be Your Dog”
04. “Shaking Hell”

LADO B

01. “In Human”
02. “The World Looks Red”
03. “Confusion Is Next”
04. “Making the Nature Scene”
05. “Lee Is Free”

Na maioria dos sites essa reedição encontra-se indisponível. Porém, como a gente tem aquela coisa brasileira de não desistir nunca, achamos um link onde há várias fontes para efetivar a compra. Clique aqui.


  • Evol“:

Originalmente lançado em 1986, via SST Records.
Formatos de lançamento: CD, LP e cassete.

Relançado em vinil rosa especialmente para o Record Store Day (após essa data o álbum será vendido em vinil preto), “EVOL” é o quarto álbum de estúdio do Sonic Youth e aquele que marca a primeira participação de Steve Shelley na bateria.

Tracklisting da nova edição:

LADO A

01. “Tom Violence”
02. “Shadow of a Doubt”
03. “Star Power”
04. “In the Kingdom #19”
05. “Green Light”

LADO B

01. “Death to Our Friends”
02. “Secret Girl”
03. “Marilyn Moore”
04. “Expressway to Yr. Skull”
05. “Bubblegum”*

*Faixa bônus

Agora, como já virou costume, não poderia deixar de fazer uma surpresinha neste post também.

Abaixo, uma imagem raríssima do vinil rosa! :D

Na maioria dos sites essa reedição encontra-se indisponível. Porém, como a gente tem aquela coisa brasileira de não desistir nunca, achamos um link onde há várias fontes para efetivar a compra. Clique aqui.

Confira as outras duas edições a serem relançadas:

  • Bad Moon Rising“:

Originalmente lançado em 1985, via Homestead.
Formatos de lançamento: CD, LP e cassete.

É o terceiro álbum e sucessor do single lançado em 1984, em vinil 7″, “Death Valley ‘69″, que traz demos das faixas “Death Valley” e “Brave Men Run”, encontradas no “Bad Moon Rising”.

Tracklisting da nova edição:

LADO A

01. “Intro”
02. “Brave Men Run (In My Family)”
03. “Society is a Hole”
04. “I Love Her All the Time”
05. “Ghost Bitch”
06. “I’m Insane”

LADO B

01. “Justice is Might”
02. “Death Valley ‘69”
03. “Satan is Boring”*
04. “Flower”*
05. “Halloween”*
06. “Echo Canyon”*

*Faixas bônus

  • Sister“:

Originalmente lançado em 1987, via SST Records.
Formatos de lançamento: CD, LP e cassete.

É o quinto álbum da banda e o único que não teve um single apropriadamente lançado, embora o vídeo de “Beauty Lies In The Eye” tenha sido filmado.

Tracklisting da nova edição:

LADO A

1. “Schizophrenia”
2. “(I Got A) Catholic Block”
3. “Beauty Lies in the Eye”
4. “Stereo Sanctity”
5. “Pipeline/Kill Time”
6. “Tuff Gnarl”

LADO B
1. “Pacific Coast Highway”
2. “Hot Wire My Heart”
3. “Cotton Crown”
4. “White Cross”
5. “Master-Dik”*

*Faixa bônus

Abaixo um vídeo da banda “Death Valley ‘69″, no Planeta Terra Festival 2009: