Travis Barker

No começo do ano, Travis Barker, baterista do Blink-182, +44, The Transplants e que faz diversas aparições em músicas e projetos de muita gente conhecida (como Black Eyed Peas, Eminem, The Aquabats, Avril Lavigne, P!nk, Pharrell Williams e Flo-Rida), mencionou no seu twitter que planejava lançar o seu álbum solo em junho deste ano.
Porém, ao ser questionado novamente via twitter sobre esse lançamento, Barker respondeu que os fãs poderão ouvir o registro em setembro.

O álbum, que teve a sua idealização anunciada em 2009, deverá incluir sons variados. Ele contou para o site da MTV um pouco sobre o registro:

Há algumas músicas no meu CD que não terão um monte de guitarras, serão apenas como algumas de discos de hip hop. Tudo vai ser bem diferente, de verdade. Vai ser bem variado. Vai ter uma nova música do Blink 182 nele e eu acho que chamarei o Chester, do Linkin Park, para gravá-la comigo. Espero também contar com a presença do Slash, estarei participando do evento dele, para arrecadar fundos para uma boa causa. Acho também que A-Track (DJ da turnê do Kanye West) participará do meu álbum. Esse CD realmente vai apontar para todas as direções.”

Com o Blink-182, Travis lançará um documentário sobre o retorno da banda e um novo álbum também é esperado para este ano.

The Transplants

Falando ainda de Travis Barker e seu twitter, após ter dado pistas no começo do ano sobre um provável novo trabalho dos Transplants (supertrio formado por ele, Tim Armstrong do Rancid e “Skinhead Rob” Aston, ex Expensive Taste) para ainda este ano, no dia 13 de abril Travis postou o seguinte em sua conta:

Gravando as baterias para o novo álbum dos Transplant$

De acordo com ele, a banda está no meio de suas gravações e há rumores de que o novo registro receba o título “One Blood”.

Os últimos lançamentos do Transplants ocorreram em 2005, com os álbuns “Haunted Cities” e “Haunted Cities: Screwed and Chopped” (esse último uma versão remixada pelo DJ Paul Wall).

Angels And Airwaves

Após o Angels And Airwaves ter lançado mundialmente no dia 14 de fevereiro deste ano o terceiro álbum da sua carreira, “Love”, em versão digital para download gratuito (vale ressaltar que Tom DeLonge tirou do seu próprio bolso cerca de quinhentos mil dólares para custear os downloads gratuitos) e doações opcionais, a banda está preparando o lançamento do mesmo em vinil, também para este ano.

No site dos nossos queridos parceiros do Action182.com, foi postado um comentário da banda sobre o esse lançamento, seguido da foto do vinil:

Nós estamos animados em dizer que estamos trabalhando com LOSERKIDS.COM para fornecer o vinil LP do ‘LOVE’. Fiquem ligados para mais informações. Em breve :)

tracklisting de “Love” é:

01. “Et Ducit Mundum Per Luce”
02. “The Flight of Apollo”
03. “Young London”
04. “Shove”
05. “Epic Holiday”
06. “Hallucinations”
07. “The Moon-Atomic (…Fragments and Fictions)”
08. “Clever Love”
09. “Soul Survivor (…2012)”
10. “Letters to God, Part II”
11. “Some Origins of Fire”

Para baixá-lo (gratuitamente ou doando qualquer quantia), clique aqui.

Mas as novidades para os fãs de Angels And Airwaves não acabam aí! A banda também irá lançar – até junho – um filme de ficção científica, que leva o mesmo nome do álbum citado e que foi escrito por eles e dirigido por William Eubank. Veja o trailer:


E aqui o video do primeiro single do novo álbum:

Blink-182

Ok, falamos de Transplants, Angels and Airwaves, projeto solo do Travis… Mas e o Blink-182, hein? Por onde anda? Quais são os planos da banda para este ano? Qual é a previsão de lançamento do novo álbum? Como as novas músicas serão? E os outros projetos?

Todas essas respostas serão respondidas neste post!

Mark Hoppus promete “esquisitice” no novo album do Blink 182

Mark Hoppus, baixista do Blink-182, ouviu todo o falatório que diz que o album da banda não sairá até 2011 e está determinado a não deixar isso acontecer. Confira a entrevista dada para a MTV americana, no final de janeiro:

Tudo começou quando ele mandou um tweet dizendo: “2011 está tão longe. Farei tudo o que puder para que o album do Blink-182 saia em 2010.” Quando a MTV News o entrevistou, no dia 29 de janeiro, ele expôs como pretende terminar o álbum, que inclusive, vem sendo trabalhado por mais de um ano. Como se constata, o primeiro passo é apenas fazer com que todos estejam juntos na mesma sala.

Nós fizemos um monte de letras antes de saírmos nessa turnê, aí voltamos para casa e decidimos que nós iríamos tirar alguns meses para descontrair e fazer outras coisas, pra então voltarmos a estar juntos no começo deste ano,” disse Mark. “E agora que é quase fevereiro, nós decidimos que é hora de voltar para o estúdio e fazer o que sabemos. Então é esse o plano: Voltar a estarmos juntos e trabalhar.

Parece bem simples. Mas quando o Blink se reunir no estúdio, como as novas canções soarão? Já ouvimos Tom DeLonge descrever as novas músicas do Blink como “ambiciosas” e “o trabalho da nossa vida“, mas até agora, nós meio que nos acostumamos a ouví-lo dizer coisas desse tipo. Então pedimos ao Hoppus para nos “preencher” de informações.

Nós queremos com certeza tentar fazer um monte de coisas diferentes. Eu acho que continuaremos soando como Blink. Acho que continuará a ser cativante. Acho que continuará sendo engraçado, mas nós queremos ser esquisitos nesse álbum,” ele diz. “Aí está uma citação para o título da matéria: Mark Hoppus diz ‘Nós queremos ser esquisitos nesse album.‘”

Mas até onde essa “esquisitice” vai? Bem, aparentemente, para um monte de lugares.

Todo mundo escuta tantas coisas diferentes. Tom anda ouvindo muita coisa dos anos 80. Travis está ouvindo de tudo e ele sempre vem com uns ritmos e umas partes pra bateria, que são tão fora do comum, que eu nunca pensaria nelas” Hoppus disse. “E eu tenho escutado um monte de indie rock esquisito. Então, algo entre incríveis batidas de hip-hop, stadium rock dos anos 80 e indie rock, você achará no Blink.

E enquanto ele está tentando muito fazer com que o álbum que dá sequência ao homônimo “Blink-182”, de 2003, saia ainda neste ano, Hoppus também diz que os fãs terão que ter paciência. Eles querem que esse seja o album da vida deles, depois de tudo. E só porque cada membro do Blink está também trabalhando em outros projetos – Angels & Airwaves, banda do Tom, lançará o terceiro álbum, “Love”, dia 14 de fevereiro; Travis está trabalhando num album solo; Hoppus produziu o album “My Dinosaur Life”, da banda Motion City Soundtrack (que já está nas lojas) – não quer dizer que o Blink não continue sendo a prioridade deles.

Eu acho que qualquer coisa com que trabalhemos fora do Blink, volta para o Blink. E estar envolvido em todos esses diferentes projetos, nos permite sair e experimentar diferentes idéias e traze-las para casa, para o que fazemos todos os dias. E eu acho que é uma coisa realmente positiva,” disse Mark. “Eu sei que isso é confuso para as pessoas, porque todo mundo pensa tipo ‘Tom está fazendo isso, Travis aquilo e Mark está produzindo… Por que vocês não estão focando no Blink?’ Mas eu acho que as pessoas precisam entender isso, essa é a forma como nós focamos no Blink. Nós saímos e trazemos todas essas peças e ideias diferentes, nos inspiramos por outros artistas e por trabalhar com pessoas diferentes. E aí, quando nós voltarmos com o Blink, isso só vai nos ajudar.