quinta-feira, 25 de maio de 2017

Novas músicas: Courtney Barnett, Pet Symmetry, Kele Okereke e Balance and Composure

Courtney Barnett
Foto via Shutterstock

Foto de Courtney Barnett via Shutterstock

Embora ainda não tenha dado sinais de um novo álbum de estúdio, a guitarrista Courtney Barnett acaba de compartilhar uma faixa “inédita”, intitulada “How to Boil an Egg”.

As aspas foram utilizadas porque, de acordo com Barnett, essa canção era tocada em “todas as minhas apresentações quando eu tinha 21 anos”. Ela elaborou:

Ela nunca foi gravada, então para [guardar para] a posterioridade eu a atualizei e fiz essa versão recentemente quando estava enfurnada no estúdio fazendo algumas demos para meu próximo disco.

Você pode conferir a faixa logo abaixo. Em 2015, a cantora lançou seu primeiro disco, o excelente Sometimes I Sit and Think, and Sometimes I Just Sit.

Pet Symmetry

A banda Pet Symmetry disponibilizou a inédita “You & Me & Mt. Hood”. A faixa fará parte do próximo disco do grupo, Vision, que será lançado no dia 26 de Maio pela gravadora Polyvinyl.

Kele Okereke

O músico Kele Okereke, frontman do Bloc Party, liberou uma nova faixa no começo desse mês, intitulada “Yemaya” — nome dado à deusa do oceano pela religião africana Yoruba.

Ainda não se sabe se a música fará parte de um álbum ou EP, mas fique de olho aqui para futuras notícias!

Balance and Composure

Balance and Composure

A banda Balance and Composure lançou a faixa “Run From Me” em formato físico durante o último Record Store Day, que aconteceu em Abril. A faixa acabou sendo também disponibilizada para audição online.

Dê uma conferida!

Filho de Glenn Frey deverá se juntar ao Eagles para novos shows

The Eagles
Foto: Divulgação

Ao que tudo indica, Deacon Frey substituirá seu pai, Glenn Frey, no Eagles para tocar nos festivais Classic East e Classic West, que acontecem nos Estados Unidos durante os próximos meses.

As informações surgiram de Don Henley, membro original da banda. Em uma entrevista para a estação de rádio KTCK, Henley confirmou que Deacon substituirá seu pai, que faleceu no começo de 2016, apenas para os shows especiais.

Um anúncio oficial será lançado em alguns dias mas vamos já adiantar isso aqui. Deacon, o filho de Glenn, é um jovem muito talentoso, e ele parece dar conta do recado. Ele está empolgado com a oportunidade e esteve trabalhando duro nisso, e ele fará esses shows com a gente. Eu acho que isso é apropriado.

Por enquanto, essas são as únicas apresentações marcadas pela banda, que não faz um show completo desde 2015. Nesse meio tempo, a única reunião que o grupo fez foi durante os Grammys, realizando uma bela homenagem a Glenn.

Nicki Minaj cria instituição de caridade para pagar dívidas estudantis nos Estados Unidos

Nicki Minaj
Foto via Shutterstock

Foto de Nicki Minaj via Shutterstock

A rapper Nicki Minaj deu uma aula de caridade ao conversar com seus fãs através de seu Twitter no começo desse mês.

Ao publicar sobre uma oportunidade de Meet & Greet na rede social, um fã resolveu fazer uma brincadeirinha pedindo para que ela pagasse as suas mensalidades na faculdade para que ele pudesse comparecer.

Vale lembrar que, nos Estados Unidos, é comum estudantes saírem da faculdade com dívidas esmagadoras devido ao valor alto das mensalidades das universidades — o que é algo inevitável, tendo em vista que poucas universidades são gratuitas para os alunos por lá.

Só que, num ato de boa fé, a cantora disparou: “Me mostre notas 10 que eu possa verificar com a sua universidade e eu pagarei. Que tal ESSE desafio?”

Em seguida, Minaj foi bombardeada com pedidos de alunos exemplares que, ao provarem suas notas para a rapper, acabaram sendo contatados para ter sua dívida escolar quitada. Nos dias seguintes, várias pessoas acabaram postando provas de que ela realmente acabou contatando as instituições.

Inclusive, em um post no seu Instagram, a artista mostrou os valores de dívidas pagos de alguns estudantes, e enquanto uns apenas precisavam de livros novos para estudar, outras pessoas estavam com mais de 20 mil reais em dívidas de mensalidades.

Junto do post, Minaj ainda anunciou que estará abrindo sua própria instituição de caridade para poder ajudar ainda mais pessoas no futuro.

Com certeza um ato nobre!

Novas músicas: The Rifle, Bad Cop/Bad Cop, Jeff Rosenstock e Imagine Dragons

The Rifle - banda
Foto: Divulgação

A banda americana The Rifle resolveu misturar uma pitada de acid surf com sua pegada indie pop no single “Kill Your Darlings”, o primeiro de seu novo álbum de estúdio.

Intitulado Anabasis, o disco contará com dez músicas e será lançado no dia 2 de Junho pela Baby Tooth Records. Você pode conferir capa, lista de faixas e o single do trabalho logo abaixo.

Anabasis:

01. Kill Your Darlings
02. Hidden Knives
03. Lacuna Luna
04. Down Deep Down
05 Coconut Cream
06. Rosemary K
07. Skeletons
08. The General
09. Martyr/Witness
10. Panicgrass and Feverfew

Bad Cop/Bad Cop

Bad Cop / Bad Cop

O Bad Cop/Bad Cop está se preparando para lançar seu segundo álbum, intitulado Warriors. Para promover o disco, a banda acaba de compartilhar o single “Womanarchist”, produzido por ninguém menos que Fat Mike, do NOFX.

O álbum do quarteto será lançado no dia 16 de Junho pela Fat Wreck Chords.

Jeff Rosenstock

Jeff-Rosenstock

Não muito tempo após lançar o disco Worry, o músico Jeff Rosenstock está de volta com o single “Dramamine”, que você pode conferir logo abaixo.

Imagine Dragons

Imagine Dragons

O Imagine Dragons está se preparando para lançar o disco Evolve no dia 23 de Junho pela Interscope. Para já deixar um gostinho do que está por vir, a banda liberou o single “Thunder” através de seu YouTube.

Noel Gallagher sobre ataque terrorista em Manchester: “minha filha poderia ter estado lá”

Noel Gallagher e a filha, Anais
Foto via Shutterstock

Foto de Noel Gallagher e a filha Anais via Shutterstock

Em entrevista à Radio X na quarta-feira (24), Noel Gallagher, um dos nomes mais conhecidos de Manchester, lamentou o atentado ocorrido na saída do show da cantora Ariana Grande, que deixou 22 mortos e inúmeros feridos.

Eu liguei o rádio [naquela manhã], e claro que você ouve o que acontece e você sabe… leva um tempo. Ter tocado naquela arena e tal e ter estado naquele hall de entrada, e ser de Manchester… E você amanhece sabendo que o ataque foi direcionado a jovens fãs de música.

O radialista John Kennedy, então, pergunta se o guitarrista do Oasis sentia compaixão pela cantora Ariana Grande. Ele respondeu que não sabe como se sentiria ou como reagiria este tipo de situação.

Eu tenho uma filha adolescente, sabe. Ela poderia muito bem ter estado lá.

O músico também acredita que este tipo de tragédia ainda levará um tempo para que as pessoas superem.

A entrevista completa do guitarrista na rádio irá ao ar no domingo, em comemoração aos 50 anos de Noel – que comemora o aniversário, sem o irmão Liam, na próxima semana.

Noel também usou sua conta do Instagram na terça-feira (23) para publicar uma singela homenagem à sua cidade. Na publicação, ele se diz “sem palavras” sobre o atentado.

LEIA TAMBÉM: Vídeo emocionante mostra multidão cantando “Don’t Look Back In Anger” em Manchester

NO WORDS

A post shared by Noel Gallagher (@themightyi) on

Liam Gallagher e Morrissey

Por outro lado, o frontman do Oasis se pronunciou através do Twitter, dizendo estar “em choque e absolutamente devastado” com as notícias.

Morrissey, vocalista do The Smiths, também natural de Manchester, fez duras críticas ao governo britânico num pronunciamento veiculado em sua página oficial do Facebook.

Vídeo: Justin Bieber esquece a letra de “Despacito” ao vivo

Justin Bieber canta Despacito
Foto: Reprodução / Twitter

Pois é, “Despacito” se tornou o maior hit em língua espanhola nos EUA desde “Macarena”, alcançando o número um no país. Isso se deve ao remix lançado mês passado, que conta com a participação de Justin Bieber nos vocais.

O cantor interpretou bem a canção em estúdio, mas parece que teve dificuldades em lembrar da letra de “Despacito” durante uma apresentação num clube em Nova York esta semana.

Bieber enrola durante o refrão e repete frases como “Eu não sei a letra, então eu digo ‘Dorito'” e “Eu comi um burrito”. Confira a hilária versão do cantor:

Com nova abertura, Twin Peaks volta à TV 26 anos após a promessa de Laura Palmer

Twin Peaks

Te vejo novamente em 25 anos.” Foi o que disse a personagem Laura Palmer em determinado episódio do icônico seriado Twin Peaks, lá em 1991. Com um ano de atraso a promessa foi cumprida, e após publicarmos, ansiosos, aqui no TMDQA!, várias notícias sobre a volta da série, ela finalmente teve sua estreia no canal Showtime nos EUA, no último domingo, 21 de Maio.

Grande parte do elenco original está presente, assim como alguns cenários, o que deixa tudo mais nostálgico. No entanto, a abertura da série teve uma pequena mudança em relação à original. Felizmente a música é a mesma, mas a versão moderna da abertura de Twin Peaks mostra, além do retrato de Laura Palmer e as famosas cachoeiras (que estão localizadas no rio Snoqualmie, em Washington, nos EUA), podemos ver o chão preto e branco e as cortinas vermelhas do Black Lodge, que é uma das partes mais importantes na estética da série.

Assista abaixo! Lembrando que aqui no Brasil, Twin Peaks está sendo exibida pela Netflix, que irá adicionar um episódio por semana. Atualmente os dois primeiros episódios já podem ser assistidos.

Viúva de Chris Cornell publica carta emocionante para o marido

Chris Cornell e Vicky em Abril de 2017
Foto via Shutterstock

Foto de Chris Cornell com Vicky via Shutterstock

Na semana passada nós perdemos o grande Chris Cornell, vocalista de projetos como Audioslave, Soundgarden e Temple Of The Dog.

A sua esposa, Vicky, havia se pronunciado de forma rápida sobre a morte, apenas dizendo que não acreditava que Chris tinha vontade de tirar a própria vida e falando que o suicídio deve ter acontecido após overdose de remédios controlados.

Agora, através da Billboard, a viúva de Chris Cornell publicou uma carta emocionante e falou sobre seu marido:

Para o meu Doce Christopher,

Você foi o melhor pai, marido e genro. Sua paciência, empatia e amor sempre foram evidentes.

Você sempre disse que eu te salvei, que você não estaria vivo se não fosse por mim. Meu coração brilhava por vê-lo feliz, vivo e motivado. Empolgado com a vida. Fazendo tudo que podia para dar de volta. Nos divertimos como nunca na última década e eu sinto muito, meu querido amor, por não ter visto o que aconteceu com você naquela noite. Eu sinto muito que você estivesse sozinho, e eu sei que não foi você, meu querido Christopher. Nossos filhos também sabem, então você pode descansar em paz.

Estou despedaçada, mas estarei aqui por você e vou cuidar dos seus lindos bebê. Irei pensar em você todos os minutos de todos os dias e irei lutar por você. Você estava certo quando disse que somos almas gêmeas. Dizem que caminhos que se cruzaram irão se cruzar novamente, e eu sei que você irá me encontrar, e estarei por aqui esperando.

Eu te amo mais do que alguém já amou outra pessoa na história do amor, e mais do que alguém irá amar.

Para sempre,

Sua Vicky

Vale lembrar que Chris Cornell foi cremado na última Terça-feira e seu funeral irá acontecer amanhã (26) no Hollywood Forever Cemetery.

Leia tudo da nossa cobertura sobre a morte de Chris Cornell clicando aqui.

Baterista do System Of A Down está desanimado com falta de novo disco

System Of A Down

John Dolmayan, baterista do System Of A Down, sempre foi um dos integrantes que mais falou sobre como a banda deveria lançar um novo disco de estúdio.

O músico esteve na rádio X107.5 em Las Vegas e por lá conversou a respeito de sua nova loja de histórias em quadrinhos, a Torpedo Comics, mas é claro que o assunto logo se tornou a banda.

Ao falar a respeito, ele apresentou diversas novidades da banda, disse que ela tem cerca de 15 músicas novas que são tão boas ou melhores que as outras da carreira, e falou que não entende o porquê do grupo não entrar em estúdio de uma vez:

Na nossa banda, a dificuldade não está em saber se um de nós irá desistir ou entrar em uma situação ruim. É uma questão de saber se nós iremos nos reunir e fazer algo acontecer. Já se passaram doze anos desde que lançamos um álbum… Eu não sei o que acontece com o System Of A Down. Eu ensaiei ontem em Los Angeles e fui embora de lá. Temos uma turnê pela Europa e eu sei que todo mundo pergunta, ‘por que vocês não excursionam pelos EUA?’

Eu não sei, Eu não sei por que não estamos lançando um álbum. É muito desanimador.

Dolmayan ainda falou sobre como não é nenhum integrante específico que está “segurando” a banda, e citou até Chris Cornell, que nos deixou na semana passada, para falar sobre como o tempo é algo precioso:

Ninguém em particular [está segurando o processo], e o mais engraçado é que quando estamos juntos no estúdio, todo mundo se dá bem. Nos divertimos pra caramba na estrada. E as pessoas nos perguntam sobre por que não excursionamos mais pelos Estados Unidos.

A gente conversou sobre isso há dois anos. Dissemos, olha, a gente não gravou um disco – naquela época eram 10 anos desde o último – em apenas uma curta década, já que temos tantas pela frente (risos)… E nós conversamos e falamos, ‘olha, vamos gravar o nosso disco primeiro.’ Tínhamos todas as intenções de gravar um álbum e divulgá-lo.

Quanto à linha do tempo, todo mundo tinha uma opinião própria sobre quando isso deveria acontecer, e pra mim é há dez anos. Se fosse por mim, a gente já teria lançado cinco novos discos nesses últimos doze anos.

Eu acho que nós estamos fazendo um desserviço a nós mesmos porque você só tem um tempo finito nessa vida, sabe? É complicado… Chris Cornell morreu de forma inesperada, e a qualquer momento…

Você começa a pensar e percebe quanto tempo perdeu. E como o tempo é precioso. Eu não sei por que não fizemos um álbum. Porque a sensação que eu tenho é que todo mundo se dá bem. Todos nos divertimos. Estamos criando grandes músicas. Eu acho que podemos lançar um álbum fantástico.

Ao falar sobre Chris, inclusive, John falou que Serj Tankian sentiu muito a notícia da morte porque era bastante próximo ao vocalista do Soundgarden.

Por fim, o baterista ainda falou muito bem sobre as novas músicas nas quais a banda vem trabalhando:

Elas são muito boas, fortes como nunca. E para ser honesto com você, se eu não me sentisse assim, eu nem ia querer gravar um disco porque nos damos muito bem excursionando com as músicas antigas.

Entramos em estúdio no último ano e criamos cerca de quinze músicas até agora que eu acho que são tão boas ou até melhores do que qualquer coisa que fizemos no passado… E eu não faço esse tipo de declaração se não tiver certeza. Estamos melhores do que nunca. Mais coesos do que nunca.

Sabemos o que estamos fazendo e as músicas estão aí. É uma questão de se juntar e colocar de lado quaisquer diferenças, ou quaisquer problemas que as pessoas tenham – o que não aparece quando estamos juntos, inclusive. É como se existissem dois System Of A Downs pra mim.

Resumindo: dá pra agilizar esse disco, System Of A Down?! O mundo precisa disso mais do que nunca.

Você pode ouvir a entrevista logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: Esse cara conseguiu juntar todas as músicas do System Of A Down em um vídeo de 4 minutos

De arrepiar: multidão canta “Don’t Look Back In Anger” em tributo às vítimas do ataque em Manchester

Multidão em Manchester canta Oasis
Foto: Reprodução / Twitter

Moradores de Manchester se reuniram na manhã desta quinta-feira (25) para homenagear as vítimas do ataque terrorista que aconteceu na última segunda-feira (22), na saída do show da cantora Ariana Grande, deixando 22 mortos e inúmeros feridos.

Após um minuto de silêncio, uma mulher chamada Lydia Bernsmeier-Rullow começou a cantar a icônica “Don’t Look Back In Anger”, do Oasis, e logo foi seguida por diversas pessoas. Josh Halliday, jornalista do The Guardian, registrou o momento:

Após o tributo, o repórter conversou com Lydia, e perguntou o que a motivou a cantar:

‘Don’t Look Back in Anger’ [não olhe para trás com raiva], é disso que se trata. Não podemos olhar para trás para o que aconteceu, precisamos olhar para o futuro.

As imagens chamaram atenção de Noel Gallagher, que retwittou o video:

E não foi a primeira vez nesta semana que o single de 1995 foi cantado em homenagem às vítimas do atentado. Alunos da escola de música Chetham, também na cidade, cantaram a música do lado de fora da instituição, cuja área fora isolada após o ataque na Manchester Arena.

Manifestações como essas só demonstram como o Oasis continua muito vivo na cidade natal da banda, mais de duas décadas após o lançamento de (What’s The Story?) Morning Glory.

Empolgado, Josh Homme fala sobre disco do Queens of The Stone Age

Josh Homme
Foto via Shutterstock

Foto de Josh Homme via Shutterstock

Em 2017 o Queens Of The Stone Age irá lançar um novo disco de estúdio, sucessor de …Like Clockwork, lançado em 2013.

A banda tem feito mistério a respeito do álbum com teasers, mas agora Josh Homme conversou com a rádio Rock FM, da Nova Zelândia, e descreveu o trabalho de forma bastante empolgada:

Eu sinto que estamos escorados no portão esperando para que alguém o abra e a gente possa seguir em frente. Eu acho que o disco também é assim – ele é bem pra cima. O último disco tinha a ver com atravessar dificuldades, agora nós atravessamos e chegamos ao outro lado; estamos prontos para fazer barulho.

Josh não revelou a data de lançamento do álbum e disse que até lá haverá uma espécie de “esconde-esconde do Rock And Roll”, com a banda disponibilizando pistas aqui e ali.

A declaração mais contundente, porém, veio quando ele explicou a sonoridade e as letras do álbum:

Eu sempre acreditei que o presente é tudo que você tem. Sendo assim, eu não fico muito nostálgico; eu acho que a coisa mais difícil é fazer do seu último disco o seu melhor disco.

E a única forma de fazer isso é se concentrar naquele que está fazendo, e torná-lo cheio de riscos, sendo vulnerável e fazendo apostas.

Esse álbum é uma maneira musical de explicar um período de vida. Então o disco mais importante que eu faço é aquele em que estou trabalhando. Pela falta de um termo melhor, eu aposto a minha vida nele. Se você não arriscar nada, não irá conseguir nada. Eu não quero me copiar, eu só quero dar outra chance a isso. Dessa forma é sempre excitante.

A banda irá iniciar uma turnê por Nova Zelândia e Austrália no dia 13 de Julho e já prometeu que antes disso uma música inédita será lançada.

Aguardemos.

Guns N’ Roses: nova turnê terá Royal Blood, Deftones, ZZ Top e muito mais

Slash do Guns N Roses
Foto via Shutterstock

O Guns N’ Roses não para.

A lucrativa turnê de reunião da banda com Axl Rose, Slash e Duff McKagan tem lotado estádios por onde passa e, naturalmente, segue em frente.

Hoje a banda anunciou uma extensa série de shows de Maio a Novembro, passando pela Europa, América do Norte e América do Sul, e o time de bandas de abertura das apresentações é impressionante.

Deftones, Royal Blood, ZZ Top, Mark Lanegan, The Kills, The Pretenders, Wolfmother, The Darkness, Biffy Clyro, Sturgill Simpson, Live, The Who e mais estarão em diferentes datas da turnê, como você pode ver logo abaixo na lista através das legendas.

27/05 – Dublin, IE @ Slane Castle ^#
30/05 – Bilbao, ES @ San Mames Stadium #
02/06 – Lisbon, PT @ Passeio Martimo De Alges #
04/06 – Madrid, ES @ Vincente Calderon Stadium #
07/06 – Zurich, CH @ Letzigrund @
10/06 – Imola, IT @ Greenfield @
13/06 – Munich, DE @ Olympiastadion !
16/06 – London, UK @ London Stadium !
17/06 – London, UK @ London Stadium !
20/06 – Gdansk, PL @ Stadion Energy Gdansk ?
22/06 – Hannover, DE @ Messe ?
24/06 – Werchter, BE @ Classic %&
27/06 – Copenhagen, DK @ Telia Parken ~
29/06 – Stockholm, SE @ Friends Arena @
01/07 – Hämeenlinna, FI @ Kantolan Tapahtumapuisto @
04/07 – Prague, CZ @ Letnany Airport ~
07/07 – Paris, FR @ Stade de France ~
10/07 – Vienna, AT @ Ernst Happel Stadion &
12/07 – Nijmegen, NL @ Goffert Park ~
15/07 – Tel Aviv, IS @ Hayarkon Park
15/07 – St. Louis, MO @ The Dome At America’s Center +
30/07 – Minneapolis, MN @ U.S. Bank Stadium +
02/08 – Denver, CO @ Sports Authority Field at Mile High \
05/08 – Little Rock, AR @ War Memorial Stadium
08/08 – Miami, FL @ Miami Marlins Stadium \
11/08 – Winston-Salem, NC @ BB&T Field at Wake Forest University /
13/08 – Hershey, PA @ Hersheypark Stadium /
16/08 – Buffalo, NY @ New Era Field
19/08 – Montreal, QC @ Parc Jean Drapeau {}
21/08 – Ottawa, ON @ TD Place Stadium {}
24/08 – Winnipeg, MB @ Investors Group Field {}
27/08 – Regina, SK @ New Mosaic Stadium at Evraz Place
30/08 – Edmonton, AB @ Commonwealth Stadium {}
01/09 – Vancouver, BC @ BC Place Stadium ^
03/09 – George, WA @ The Gorge ^
06/09 – El Paso, TX @ Sun Bowl Stadium >
08/09 – San Antonio, TX @ Alamodome >
23/09 – Rio de Janeiro, BR @ Rock in Rio *
26/09 – São Paulo, BR @ São Paulo Trip com Alice Cooper
01/10 – Buenos Aires, AR @ Estadio Único De La Plata *
08/10 – Philadelphia, PA @ Wells Fargo Center
11/10 – New York, NY @ Madison Square Garden
15/10 – New York, NY @ Madison Square Garden
22/10 – Boston, MA @ TD Garden
26/10 – Cleveland, OH @ Quicken Loans Arena
29/10 – Toronto, ON @ Air Canada Centre
02/11 – Detroit, MI @ Little Caesars Arena
06/11 – Chicago, IL @ United Center
10/11 – Houston, TX @ Toyota Center
14/11 – Tulsa, OK @ BOK Center
17/11 – Las Vegas, NV @ T-Mobile Arena
21/11 – Oakland, CA @ Oracle Arena
24/11 – Los Angeles, CA @ STAPLES Center
25/11 – Los Angeles, CA @ STAPLES Center

^ = com Royal Blood
# = com Mark Lanegan
@ = com The Darkness
! = com The Kills
? = com Killing Joke
% = com The Pretenders
& = com Wolfmother
~ = com Biffy Clyro
+ = com Deftones
\ = com Sturgill Simpson
/ = com Live
{} = com Our Lady Peace
> = com ZZ Top
* = com The Who

O atentado em Manchester mudou o propósito da vida de Chester Bennington

Chester Bennington
Foto via Shutterstock

Foto de Chester Bennington via Shutterstock

O vocalista do Linkin Park, Chester Bennington, ultimamente tem sido autor de algumas citações um tanto polêmicas. E, de acordo com entrevistas recentes, continua sendo.

Todas elas têm relação com o novo álbum de estúdio da banda, o polêmico One More Light. O vocalista andou rebatendo as críticas feitas pelos fãs ao novo álbum, mas não da maneira mais educada possível. Com frases como “A vida segue, porra!”, Chester se mostrou mais exaltado do que devia. Até mesmo Corey Taylor comentou sobre a atitude de seu colega de profissão.

Em entrevista à revista Kerrang! no último dia 19, Chester e Mike Shinoda falaram mais sobre a nova sonoridade. Durante seu depoimento, Bennington foi bastante agressivo:

Se você é aquele que diz que ‘eles fizeram uma decisão de marketing para fazer esse estilo de música para faturarem mais’, você pode me encontrar lá fora. Vou dar um soco na sua boca, porque isso é uma interpretação errada.

Ele defende que chamá-los de vendidos é apenas uma desculpa para justificar o gosto pessoal de alguém em relação ao disco. Chester ainda falou sobre a importância de se arriscar, ressaltando que o que importa é “aproveitar a chance de fazer algo que você achou importante fazer”.

A mudança na sonoridade da banda, no entanto já era evidente há alguns anos. Você pode conferir detalhes do processo de produção do novo álbum na entrevista exclusiva que fizemos com Mike e com o baterista da banda, Rob Bourdon, em Los Angeles.

Acontece que, como você pode ler na sequência, parece que Chester andou mudando de ideia sobre o comportamento do ser humano…

“O ódio é uma das pragas do planeta”

Alguns dias depois, Chester se pronunciou em seu Twitter sobre o atentado ocorrido em Manchester, durante o show de Ariana Grande.

De acordo com suas publicações, o acontecimento gerou em Chester um sentimento de “amor e compreensão”. Para ele, “amor, bondade, compaixão, empatia e serviço aos outros é a cura”. Ódio, orgulho, vingança e medo são, a seus olhos, a praga do planeta. No entanto, não fica claro se, nos tweets, ele insinua de alguma forma as suas respostas dadas às criticas do One More Light.

A declaração, no entanto, contradiz a postura que o cantor tem assumido em relação às críticas de seus fãs. Será que Chester mudou mesmo o seu jeito de pensar o mundo? Saberemos nas próximas entrevistas e depoimentos…

Membro de banda de abertura do Soundgarden fala sobre comportamento de Chris Cornell em seus últimos dias

The Dillinger Escape Plan
Divulgação

Ben Weinman, guitarrista e fundador do The Dillinger Escape Plan, contou ao site Clrvynt sobre sua relação com Chris Cornell, que nos deixou repentinamente na semana passada, aos 52 anos de idade.

Weinman disse que recebeu várias mensagens perguntando como ele estava após receber a notícia e deu como resposta,

Eu? Foda-se eu. Ele deixou três filhos e uma esposa. Sem falar nos caras da banda que estavam felizes em se reunir, escrever novas músicas e esgotar vários shows.

Sobre o próprio Cornell, com quem ele já teve contato próximo por causa do The Dillinger Escape Plan ter sido a banda de abertura do Soundgarden algumas vezes – e que seria mais uma vez – Ben disse que Chris era um cara bem recluso.

Mesmo que o Dillinger Escape Plan tenha tocado várias vezes com o Soundgarden, ele não falava com as pessoas. Os outros caras se divertiam antes dos shows e tal, mas ele só fazia o show e já voltava pro hotel. Na última turnê em que fizemos juntos, ele estava bem quieto.
Chris era um cara muito recluso. Parecia ser um cara bem família, o que deixa tudo mais chocante. E os outros caras eram os que faziam festa no backstage.

E finalizou dizendo que não consegue imaginar o que está passando na cabeças deles neste momento, como por exemplo o baterista Matt Cameron, que estava “em duas das melhores bandas do mundo, tocando aquelas músicas do mesmo jeito que tocava há 30 anos e curtindo muito.”

O Dillinger Escape Plan vinha tocando com o Soundgarden desde Abril, e a turnê conjunta iria até 27 de Maio.

No seu perfil do Instagram, Ben publicou foto e vídeo do Soundgarden do ponto de vista do palco e da plateia.

Apple Music: estudante melhora interface de app após ser rejeitado pela empresa

Estudante refaz Apple Music
Foto: Reprodução/Medium

Quem já foi a uma entrevista em uma empresa que adoraria trabalhar, sabe como é difícil quando a rejeição chega, mas esse estudante de design resolveu sair por cima.

Jason Yuan fez parte do processo seletivo de um estágio na Apple mas não chegou ao final, pois segundo a empresa, ele não tinha a experiência que eles estavam procurando.

Ao não conseguir o estágio de seus sonhos, Jason concluiu que ele só teria a experiência que os estágios pedem se ele aprendesse design gráfico sozinho.

Então ele recriou a interface da Apple Music.

Em um post do Medium, o estudante explica que foi uma desculpa para aprender a usar os softwares de design.

Eu não espero que a Apple Music faça as mudanças que apresento aqui. Na verdade, eu teria um ataque cardíaco se alguém da empresa chegasse a ler esse artigo… mas se vocês estiverem por aí, eu espero que meu trabalho tenha dado algumas ideias e despertado alguma conversa sobre as mudanças.

A nova interface de Jason foi baseada em estudos de experiência do usuário, os princípios de design da própria Apple e, claro, sua intuição de designer e músico.

Confira abaixo algumas das mudanças feitas por Jason Yuan:

A primeira grande mudança do estudante foi adicionar uma ferramenta para conhecer músicas novas sem precisar ouvir uma playlist inteira de faixas que você não conhece. Ele chamou de My Sampler.

Com essa ferramenta, o usuário pode escutar 15 segundos de uma música e decidir se quer adicioná-la a uma playlist em sua biblioteca de músicas ou não.

Como Jason apontou, as imagens usadas para as playlists da Apple Music são uma mistura de vários elementos gráficos: símbolos, 3D, tipografia e inúmeros outros.

Para resolver isso e deixar o design mais limpo e fácil de se identificar, Jason resolveu utilizar imagens e elementos simples mas que refletem o conteúdo da playlist.

Algumas mudanças mínimas também foram feitas, mas que fizeram muita diferença, como a diminuição do tamanho da fonte e animações para deixar o aplicativo mais leve.

Jason também arrumou o lado mais pessoal da Apple Music, a seção For You, feita para te apresentar novidades baseadas no que você escuta, porém é um pouco aleatório. Ele deixou menos aleatório, baseando-se no My Sampler e outras playlists.

O estudante também retirou algumas coisas que não encontrou propósito em seus estudos como o Connect, uma rede social dentro no aplicativo.

“Eu acho que a Apple deveria focar em integrar as redes sociais já existentes com a Apple Music ao invés de ficar empurrando uma nova rede social para um público que já está muito conectado.”

Jason também mudou o layout do Browse, deixando mais claro e menos aleatório e adicionou uma seção de vídeos, Watch para conteúdo próprio da Apple.

Jason Yuan

Talvez a melhor mudança que o designer fez foi a ferramenta de pesquisa do aplicativo. Hoje, você deve escolher se a sua pesquisa será feita em sua biblioteca ou na Apple Music.

Com as mudanças de Jason, você pode pesquisar nos dois lugares ao mesmo tempo.

Jason Yuan

E aí Apple, que tal aderir às mudanças de Jason?

Novos vídeos: DNCE, Sorority Noise, The Coathangers, Mutoid Man e AFI

DNCE
Foto: Divulgação

O grupo DNCE acaba de compartilhar um clipe para a faixa “Kissing Strangers”, o primeiro single da banda desde seu primeiro álbum de estúdio — lançado ano passado.

A canção (e o clipe) contam com a participação da rapper Nicki Minaj, e você pode dar uma olhada no resultado logo abaixo.

Sorority Noise

Sororiy Noise

Em Março, o Sorority Noise lançou o que já é um dos melhores discos de rock do ano. You’re Not As_____As You Think é um registro pesado, com um apelo emocional enorme enfatizado pelas tristes histórias contadas pelos membros do grupo.

Um dos destaques do disco é “No Halo”, que acabou recebendo um clipe lançado no começo do mês pela banda.

The Coathangers

A banda The Coathangers está com um novo EP, intitulado Paradise, pronto para ser lançado no dia 30 de Junho. Agora, o grupo compartilhou um vídeo para a faixa “Captain’s Dead”, o primeiro single do trabalho.

Assista ao vídeo logo abaixo.

Mutoid Man

Mutoid Man

War Moans é o nome do novo disco do Mutoid Man, que será lançado no dia 2 de Junho.

Para promover o disco, a banda liberou um vídeo para “Kiss Of Death”, o segundo single do trabalho. O clipe foi gravado no God City Studios, lugar onde a banda gravou o War Moans.

AFI

Prestes a entrar em uma pequena turnê com o Deftones, a banda AFI resolveu fazer um vídeo para a faixa “Hidden Knives”, presente no seu último álbum de estúdio — lançado no começo do ano.

Lançamentos Nacionais: Mayam, Bardow, Rallye, AlphaJorge

Mayam
Foto por Alice Venturi

O cantor carioca Mayam divulgou o vídeo ao vivo em estúdio da música “Hotline Bling”, sucesso de Drake. Acompanhados dos músicos Marfa Kourakina (baixo), Kelder Paiva (bateria), Gabrieu (teclas) e Bruno Carvalho (guitarra), Mayam traz uma nova roupagem para o hit vencedor do Grammy 2017 na categoria Melhor Canção Rap.

A nova versão, gravada no Estúdio Montanha, tem elementos de rock alternativo, com influências da primeira década dos anos 2000. O vídeo foi registrado por Gabriel Garcia e Drika Lima, e o áudio gravado por Paulo Lira e o próprio Mayam. Confira o resultado:

 

Bardow

bardow
Imagen: Divulgação

Bardow, projeto musical solo que resgata a cultura dos Bardos “cantadores” de histórias e lendas, lançou seu primeiro single. A faixa “Raiva” foi liberada em forma de videoclipe e por enquanto é o único trabalho divulgado.

O projeto tem é uma mistura do atual folk brasileiro com a musicalidade da tradicional música irlandesa, além de influências do rock e blues. Entre os artistas que inspiram a sonoridade do Bardow estão Johnny Cash, Bob Dylan, Neil Young e The Pogues. Veja o clipe de “Raiva”:

 

Rallye

Rallye
Foto: Divulgação

A banda mineira Rallye liberou o seu novo EP, Out And About. Com cinco faixas, o trabalho sucede o álbum de estreia do quinteto, Please, Drive Faster!, de 2014. “O que mudou em relação às composições do trabalho anterior é que tentamos manter a simplicidade nos arranjos e, ao mesmo tempo, dar abertura para ritmos e nuances que fogem um pouco do que estamos acostumados a ouvir no gênero”, afirma o guitarrista Eduardo Loureiro.

O EP foi gravado por Tiago Castro, no Estúdio Stone Age, e mixado e masterizado pelo paulista Gab Scatolin. O projeto gráfico é assinado pelo artista Bruno Nunes, também responsável pela arte do disco de estreia. Ouça o trabalho na íntegra:

 

AlphaJorge

AlphaJorge
Foto: Divulgação

A AlphaJorge, banda catarinense de blues rock/rock progressivo, lançou seu primeiro EP, intitulado Island House. O trabalho conta com três músicas: “Stay”, “Normandy” e “Turbulence”.

O EP tem produção do guitarrista e vocalista da banda, Arthur Rodrigues, e Leo Sabba, responsável também pela mixagem e masterização. Ouça abaixo:

Hot Water Music finalmente anuncia um show no Brasil

Hot Water Music
Foto: Reprodução / Site oficial

Com mais de 20 anos de carreira, a mega influente banda de post-hardcore Hot Water Music nunca pisou no Brasil, mas isso irá mudar em 2017.

Em um ano onde praticamente o mundo inteiro está vindo tocar aqui, o grupo também irá se apresentar, e acabou de anunciar que um show no dia 02 de Dezembro está confirmado em São Paulo, no Carioca Club, conforme publicação abaixo.

Haverá ainda uma banda convidada e os ingressos, que variam de R$ 120 a R$ 360, podem ser encontrados por aqui.

O último disco de estúdio do Hot Water Music é Exister, de 2012.

See you in December, Sao Paulo!

Posted by Hot Water Music on Wednesday, May 24, 2017

Aos 93 anos, mãe de Tom Morello vai a show do U2 com seu filho

Tom Morello, Bono e Mary Morello
Foto: Reprodução/Instagram

Mary Morello: guarde esse nome.

A mãe do guitarrista Tom Morello (Rage Against The Machine, Audioslave, Prophets Of Rage) tem 93 anos de idade, é ativista, professora e há alguns dias esteve no show do U2 ao lado do seu filho.

O registro veio em uma imagem no Instagram oficial de Tom, onde ele ainda falou sobre como foram as atividades de Mary naquele dia:

Eu sempre fui o segundo Morello favorito de Bono. Aos 93 anos de idade a minha mãe foi para o jogo de baseball do seu neto às 8 da manhã, passou três horas na escola, discutiu política Africana com seu velho amigo Bono e aí viu o show especial de Joshua Tree. #goals #MaryMorello

A gente já tinha falado sobre como a mãe de Tom Morello ia aos shows do filho, apresentava seus projetos e participava de forma ativa da rotina do músico em um especial de Dia das Mães.

U2

A banda vem fazendo uma turnê para celebrar os 30 anos do disco The Joshua Tree.

Há rumores fortes de que o grupo venha ao Brasil em 2017 para shows com um convidado bastante especial.

Chris Cornell foi cremado e funeral irá acontecer na Sexta-feira

Chris Cornell
Foto via Shutterstock

Na próxima Sexta-feira irá acontecer uma cerimônia no cemitério Hollywood Forever, em Los Angeles, como forma de homenagear o grande Chris Cornell, morto na semana passada.

O evento será dividido em duas partes, sendo uma delas apenas para pessoas próximas e outra aberta ao público, e segundo informações do site TMZ, o corpo do vocalista de Soundgarden, Temple Of The Dog e Audioslave já foi cremado na última Terça-feira (23).

As cinzas de Chris Cornell serão enterradas no local, que será então aberto ao público.

No Hollywood Forever Cemetery estão os restos mortais de diversas figuras do mundo das artes, como Johnny Ramone, Dee Dee Ramone, Charles Chaplin Jr., Mickey Rooney e mais.

Leia tudo da nossa cobertura sobre a morte de Chris Cornell clicando aqui.

Mallu Magalhães publica texto sobre polêmica no clipe de “Você Não Presta”

Mallu Magalhães - Você Não Presta

Na semana passada a cantora brasileira Mallu Magalhães disponibilizou um novo single chamado “Você Não Presta”.

A música inédita veio ao mundo através de um clipe oficial, e pouco depois do lançamento iniciou-se uma grande discussão sobre como o vídeo seria ou não racista e representaria ou não apropriação cultural.

Pois bem, há poucos minutos a própria Mallu utilizou a sua página oficial no Facebook para falar a respeito do assunto e disse que ficou muito triste em saber que o clipe pode ter ofendido alguém.

Leia na íntegra logo abaixo:

Fico muito triste em saber que o clipe da música ‘Você não presta’ possa ter ofendido alguém. É muito decepcionante para mim que isso tenha acontecido. Gostaria de pedir desculpas a essas pessoas. Meu trabalho e minha mensagem têm sempre finalidade e ideais construtivos, nunca, de maneira nenhuma, destrutivos ou agressivos.

A arte é um território muito aberto e passível de diferentes interpretações e, por mais que tentemos expressar com precisão uma ideia, acontece de alguns significados, às vezes, fugirem do nosso controle.

Sei que o racismo ainda é, infelizmente, um problema estrutural e muito presente. Eu também o vejo, o rejeito e o combato.

Li cada uma das críticas, dos posts e comentários, e o debate me fez refletir muito sobre o tema. Entendo as interpretações que derivaram do clipe, mas gostaria de deixar claro minhas reais intenções.

A ideia era ter um clipe com excelentes dançarinos que despertassem nas pessoas a vontade de dançar, de se expressar. Foram convidados pela produtora e pelo diretor os bailarinos Bruno Cadinha, Aires d´Alva, Filipa Amaro, Xenos Palma, Stella Carvalho e Manuela Cabitango. Com a última, inclusive, tive a alegria de fazer aulas para me preparar para o vídeo.

É realmente uma tristeza enorme ter decepcionado algumas pessoas, mas ao mesmo tempo agradeço a todos por terem se expressado. E reitero o meu pedido de desculpa. É uma oportunidade de aprender.

Espero que, após este esclarecimento, seja aliviado deste espaço de conversa qualquer sentimento de ofensa ou injustiça, ficando os fundamentos nos quais tanto acredito: a dança, a arte e o convite à música.

MALLU

Assista ao clipe de “Você Não Presta” na sequência.

Eles estão voltando: Hanson anuncia três shows no Brasil

Hanson
Foto: Divulgação / T4F

Você pode nem saber, mas a banda norte-americana Hanson, formada por três irmãos, continua na ativa firme e forte desde que foi fundada lá em 1992.

Em 2013 o trio lançou seu sexto álbum, Anthem, e agora para celebrar 25 anos de carreira, uma turnê chamada “Middle Of Everywhere 25th Anniversary World Tour” tem rodado o mundo inteiro.

Essa turnê irá chegar ao Brasil e hoje foi feito o anúncio oficial de três apresentações que irão rolar em Agosto nas seguintes cidades:

  • 24 de Agosto – Km de Vantagens Hall – Rio de Janeiro
  • 25 de Agosto – Km de Vantagens Hall – Belo Horizonte
  • 26 de Agosto – Citibank Hall – São Paulo

Ingressos

Em São Paulo, clientes dos cartões Citi e Diners Club terão pré-venda exclusiva entre os dias 02 e 08 de junho. A venda para o público geral começa no dia 09 de Junho pela Internet, nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e nas bilheterias oficiais das casas.

Em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, as vendas gerais começam no dia 02 de junho pela Internet, nas bilheterias oficiais; sem taxa de conveniência – KM de Vantagens Hall BH (antigo BH Hall), em Belo Horizonte; KM de Vantagens Hall RJ (antigo Metropolitan), no Rio de Janeiro, e nos pontos de venda espalhados pelo Brasil. A turnê é produzida pela TIME FOR FUN.

Valores

Rio de Janeiro

  • Pista – R$ 145 (Meia Entrada) e R$ 290 (Inteira)
  • Camarote – R$ 175 (Meia Entrada) e R$ 350 (Inteira)
  • Poltrona – R$ 125 (Meia Entrada) e R$ 250 (Inteira)

Belo Horizonte

  • Pista/Arquibancada – Lote I – R$ 110 (Meia Entrada) e R$ 220 (Inteira)
  • Pista/Arquibancada – Lote II – R$ 135 (Meia Entrada) e R$ 270 (Inteira)
  • Pista/Arquibancada – Lote III – R$ 150 (Meia Entrada) e R$ 300 (Inteira)
  • Pista/Arquibancada – Lote IV – R$ 165 (Meia Entrada) e R$ 330 (Inteira)

São Paulo

  • Camarote I – R$ 225 (Meia Entrada) e R$ 450 (Inteira)
  • Camarote II – R$ 190 (Meia Entrada) e R$ 380 (Inteira)
  • Pista Premium – R$ 225 (Meia Entrada) e R$ 450 (Inteira)
  • Pista – R$ 100 (Meia Entrada) e R$ 200 (Inteira)

Resenha: Ed Sheeran começa turnê pelo Brasil com show em Curitiba

Ed Sheeran em Curitiba
Foto por Fabiano Guma

Texto por Francisco Zapelini

Fotos por Fabiano Guma

Ed Sheeran finalmente desembarcou no Brasil.

O fenômeno pop britânico que quebra recordes a cada disco que lança veio mostrar sua nova turnê por aqui, e começou com um show em Curitiba no dia de ontem (23).

Com setlist levemente diferente de show no Chile, o músico subiu ao palco às 21:02 já começando a mandar ver em “Castle On The Hill”, surpreendendo a plateia que chegou a achar que ainda teríamos mais roadies dando aqueles toques finais no palco.

O palco, aliás, tinha um telão enorme que cobria o fundo e o topo do palco, com belas imagens que “emolduravam” Ed Sheeran de uma forma bem interessante, complementando as suas canções e abrilhantando ainda mais a já bela Pedreira Paulo Leminski.

O público mais próximo do palco era formado, em sua grande maioria, por adolescentes que berraram do início ao fim, e logo após “Castle On The Hill” já veio “Eraser”, com “backing vocals” afiados das seguidoras e seguidores do músico.

Antes de “The A Team”, Sheeran pediu para que todos ligassem as luzes do seu telefone, e a dobradinha de “Don’t / New Man” agradou bastante.

O show deu uma acalmada em “Bloodstream” e bastou chegar ao final da música e ao início de uma série de efeitos especiais no telão para que todos se animassem novamente, sendo que nas duas canções seguintes, “Happier” e “Galway Girl”, foram justamente os efeitos visuais os grandes responsáveis pela qualidade da apresentação.

“Hearts Don’t Break Around Here” foi descrita como uma das suas músicas favoritas, e Ed Sheeran mandou ver em “Give Me Love” aparentemente atendendo a pedidos de pessoas que estam próximas ao palco.

Em “Photograph” o público voltou a ficar em êxtase, e a performance passou a ter altos e baixos já que é complicado para um músico solo, acompanhado apenas de seu violão, manter o alto nível em todas as canções. Os fãs estavam ligados o tempo todo, mas alguns curiosos começaram a se dispersar e outras pessoas até mesmo a irem embora quando perceberam que o show se encaminhava pro final.

Por outro lado, em “Thinking Out Loud” rolou até pedido de namoro com aliança e tudo na plateia, e em “Sing” o britânico passou a conversar mais com a plateia, saindo do palco e voltando de lá vestido com a camisa da seleção brasileira de futebol para o bis.

Ele veio com “Shape Of You”, a música mais cantada da noite, e “You Need Me, I Don’t Need You”, que encerrou a apresentação sob uma leve chuva curitibana.

Ao final da apresentação, às 22:40, o show de Ed Sheeran mostrou ser um prato cheio para fãs (mesmo que muitos tenham reclamado sobre a ausência de “Barcelona”), mas uma apresentação que tem momentos distintos para quem quer conhecer a sonoridade do cara.

A turnê de Ed Sheeran pelo Brasil continua com um show no Rio de Janeiro, no dia 25, outro em São Paulo, no Allianz Parque, no dia 28 e o último em Belo Horizonte, no dia 30.

Setlist – Ed Sheeran em Curitiba

  1. Castle on the Hill
  2. Eraser
  3. The A Team
  4. Don’t / New Man
  5. Dive
  6. Bloodstream
  7. Happier
  8. Galway Girl
  9. Hearts Don’t Break Around Here
  10. Give Me Love
  11. Photograph
  12. Perfect
  13. Nancy Mulligan
  14. Thinking Out Loud
  15. Sing
    Bis:
  16. Shape of You
  17. You Need Me, I Don’t Need You

Ontem à noite começou a turnê de #EdSheeran pelo Brasil, com show em Curitiba! Estivemos lá para contar como foi.

A post shared by Tenho Mais Discos Que Amigos! (@tmdqa) on

Vídeo: há três anos, Chris Cornell e Eddie Vedder cantavam “Hunger Strike” pela última vez

Eddie Vedder e Chris Cornell
Foto: Reprodução/YouTube

Desde 1986 (e com a exceção de 1987) o músico Neil Young organiza anualmente um festival chamado Bridge School Benefit como forma de arrecadar fundos para a Bridge School, que acolhe crianças com necessidades especiais.

As apresentações sempre acontecem de forma acústica e por lá já passaram bandas e artistas como Green Day, Metallica, R.E.M., Queens Of The Stone Age, Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers e muito mais.

Quem se apresentou em 2014 foi o Pearl Jam, bem como o Soundgarden, e esse encontro não poderia passar sem que Eddie Vedder e Chris Cornell cantassem o clássico “Hunger Strike”, do Temple Of The Dog.

Ninguém sabia que essa acabaria sendo a última performance dos dois juntos, já que esperávamos que outras tantas ainda acontecessem pela frente, e o vídeo com a apresentação dos dois acabou ficando ainda mais emblemático.

Esperávamos poder ver diversas outras apresentações de “Hunger Strike” com Vedder e Cornell, mas infelizmente, essa foi a última delas.

Relembre logo abaixo.

LEIA TAMBÉM: O Dia em que Chris Cornell e Eddie Vedder pararam o Lollapalooza

Rivers Cuomo canta em japonês em propaganda da Uniqlo; assista

Rivers Cuomo em comercial

Entre shows do Weezer aqui e ali, o vocalista Rivers Cuomo está encontrando um tempo livre para se dedicar a um novo ramo da música: o pop japonês.

Tendo já lançado um disco em 2013, o duo Scott & Rivers — projeto colaborativo de Cuomo com Scott Murphy, do Allister — lançou, mês passado, um novo compilado com músicas cantadas em japonês pela Sony Music Japan.

Agora, a dupla aparece em um novo comercial da linha de roupas Steteco, da Uniqlo, tocando uma música folk japonesa. Você pode conferir o vídeo logo abaixo.

SIGA O TMDQA!

544,385SeguidoresSeguir
19,100SeguidoresSeguir
1,100SeguidoresSeguir
55,245SeguidoresSeguir