Rita Lee, o
Reprodução/Instagram

Como bem sabemos, Rita Lee já está longe do olhar público e curtindo sua aposentadoria há 8 anos.

Em uma nova entrevista, a icônica cantora brasileira compartilhou dicas preciosas sobre como enfrentar uma reclusão forçada — o caso de boa parte do Brasil com a atual pandemia do coronavírus.

Na conversa com Ancelmo Gois, d’O Globo, Rita falou sobre sua relação com os animais e a natureza. Além disso, a artista também deu dicas de atividades para fazer no conforto de casa enquanto passamos por esse momento.

Nada melhor do que ter a companhia de bichos, que oferecem serenidade e alegria: cuidar e brincar com animais faz o tempo passar de maneira mais divertida. Arranjar uma mudinha de planta e acompanhar o crescimento dela é emocionante. Aproveite e plante em vasinhos: cebolinha, salsinha, tomates-cereja… até alface. Descole uma orquídea, ainda com brotinhos, para acompanhar o desabrochar, lindamente, dia a dia.

Ela continua:

Tenho feito tricô, fabrico mantas para os bichos usarem quando o inverno chegar. Escrevi uma letra vudu sobre o coronavírus e fiz uma música punk para combinar com a noia que acontece: chama-se ‘Vírus do horror’. […] Outro dia matei a saudade de um clássico dos anos 1950, ‘O Dia em que a Terra Parou’, bem no clima de hoje. E, é claro, sempre rola um filme de James Dean no salão.

Palavras de uma especialista, não é? Ao final, Rita Lee ainda falou seus desejos para a população e seu parecer sobre a situação. Leia:

Um teste para que aqueles que sobreviverem a essa guerra invisível se conscientizem de que o planeta Terra está realmente sendo destruído pelos donos do poder de cada país. E que se não modificarem radicalmente seus comportamentos em todas as áreas, aí, sim, será a Terceira Guerra derradeira. Saúde física, mental, psicológica e espiritual para todos!

Vamos ficar em casa, hein?

 
Compartilhar