Documentários para ver em quarentena

O mundo todo está passando por um período ímpar na sua história com a pandemia de Coronavírus.

E não tem jeito: a iniciativa mais efetiva para impedir o contágio e fazer com que o vírus se espalhe menos é ficar em casa, em isolamento.

Em tempos onde precisamos, todos, fazer a nossa parte para evitar novos casos da COVID-19, passar o tempo preenchendo a cabeça com conteúdo relevante é fundamental.

Pensando nisso, separamos 15 documentários de música disponíveis no YouTube e na Netflix para que você passe o tempo conhecendo e/ou relembrando nomes incríveis.

De gigantes como The Rolling Stones e Foo Fighters até a volta do Punk no underground e artistas com menos fama, criamos uma lista com títulos para todos os gostos.

Divirta-se e não deixe de seguir o TMDQA! no Instagram para ter novas sugestões e conteúdos para passar a quarentena diariamente.

 

Quincy (2018)

Quincy, documentário da Netflix

Quincy Jones é uma verdadeira lenda da música norte-americana.

Nascido em Chicago no ano de 1933, ele tornou-se um dos mais respeitados compositores, instrumentistas e produtores musicas do planeta, tendo nada mais, nada menos do que 80 indicações ao Grammy e 28 vitórias na premiação em toda carreira.

Duração: 2 horas e 40 minutos

Link: Netflix

 

A Um Passo do Estrelato (2013)

Foto: Divulgação

O documentário consagra artistas que muitas vezes não recebem o reconhecimento que merecem: as backing vocals. O filme traz cantoras que trabalharam com nomes como Bruce Springsteen, Stevie Wonder e Mick Jagger

Vencedor do Oscar de Melhor Documentário em 2014.

Duração: 1 hora e 30 minutos

Link: Netflix

Botinada – A Origem do Punk no Brasil

Documentários para entender o rock - Anos 80

Produzido e dirigido por Gastão Moreira, “Botinada – A Origem do Punk no Brasil” narra a história do movimento no país que acabou se refletindo na década de 1980, alguns anos depois do estouro na Inglaterra e Estados Unidos.

Lançado em 2006, o filme teve quatro anos de pesquisa, com 77 entrevistas, 200 horas de vídeo e muitas imagens raras e inéditas compiladas pela primeira vez. O documentário teve como base os filmes “Punks”, “Garoto do Subúrbio” e “Rota ABC”. Há imagens raras da banda Cólera tocando ao vivo na TV Tupi em 1980, vídeos que nunca haviam ido ao ar; dos Inocentes no Gallery; e entrevistas com punks de todo o pais, além de jornalistas, cineastas e bandas.

O filme pode ser visto no YouTube.

Duração: 1 hora e 15 minutos

 

Janis: Little Girl Blue (2015)

Foto: Divulgação

Janis: Little Girl Blue, conta a história da mega influente Janis Joplin, e além de material raro da cantora ainda conta com a participação de nomes como Juliette Lewis, Kris Kristofferson e declarações antigas de Jimi Hendrix e John Lennon.

Duração: 1hora e 43 minutos

Link: Netflix

 

The Dirt – Confissões do Mötley Crüe (2019)

The Dirt, filme do Mötley Crüe
Foto: Divulgação

O filme fala sobre a história da banda de hard rock Mötley Crüe, repleta de sexo, drogas e rock and roll e aparições de nomes como Ozzy Osbourne em causos pra lá de bizarros.

Duração: 1 hora e 48 minutos

Link: Netflix

 

What Happened, Miss Simone? (2015)

Foto: Divulgação

O premiado documentário retrata a vida e carreira da lendária Nina Simone, e traz filmagens raras da cantora.

Duração: 1 hora e 42 minutos

Link: Netflix

 

Miles Davis: Birth of the Cool (2019)

Miles Davis - Cartaz de Birth Of The Cool

Miles Davis é uma verdadeira instituição do Jazz e esse documentário mostra aspectos de sua carreira, material raro e declarações de gente incrível a respeito da sua obra.

Duração: 1 hora e 55 minutos

Link: Netflix

 

AMERICAN HARDCORE

Documentários para entender o rock - Anos 80

“American Hardcore” é um documentário de 2006 dirigido por Paul Rachman e roteirizado por Steven Blush. Baseado no livro “American Hardcore: A Tribal History” (Hardcore Americano: Uma História Tribal), também escrito por Blush, o longa traz o pioneirismo da cena hardcore/punk com bandas como Bad Brains, Black Flag, D.O.A., Minor Threat, The Minutemen, SS Decontrol, entre outros.

No filme, o espectador acompanha a evolução da cena, concentrada no período que compreende os anos de 1980 a 1986. Contém cenas inéditas de shows e bastidores, entrevistas com integrantes de bandas como Phil Anselmo (Pantera), Greg Ginn (Black Flag), Brett Gurewitz (Bad Religion), entre outros.

É possível assistir ao filme completo e legendado no YouTube.

Duração: 1 hora e 40 minutos

Foo Fighters: Back And Forth (2011)

Foto: Divulgação

Lançado em 2011 junto com Wasting Light, sétimo disco do Foo Fighters, o documentário retrata toda a carreira da banda, a gravação do disco e mais.

Duração: 1 hora e 40 minutos

Link: Netflix

The Rolling Stones: Crossfire Hurricane (2012)

The Rolling Stones: Crossfire Hurricane

Em 2012 a lendária banda de rock and roll The Rolling Stones completou 50 anos de carreira e um documentário chamado Crossfire Hurricane foi lançado para celebrar a marca.

O vídeo tem quase duas horas de duração e mostra, tanto com imagens de arquivo quanto com entrevistas da época do aniversário, a história de um dos grupos mais influentes do planeta.

Link: Netflix

 

Titãs – A Vida Até Parece Uma Festa

Documentários para entender o rock - Anos 80

Uma das maiores bandas brasileiras de todos os tempos, os Titãs ganharam um documentário oficial em 2009, comemorando os 25 anos de carreira, com direção do vocalista e baixista da banda Branco Mello e do cineasta Oscar Rodrigues Alves. O longa foi elaborado com fitas gravadas por Branco Mello desde o início do grupo.

Com sua câmera, Branco registrou shows, bastidores, momentos de descontração em aeroportos e hotéis e vários outros instantes marcantes com a banda. Os vídeos foram gravados em formatos como VHS, Hi-8, Super 8 e mini DV. Apesar de fazer um retrato geral da carreira da banda, o disco traz boas referências dos anos 1980, quando a banda estava em seu auge com o disco Cabeça Dinossauro (1986).

O filme pode ser visto no YouTube.

Duração: 1 hora e 35 minutos

Los Punks – We Are All We Have (2016)

Foto: Divulgação

Esse documentário fala sobre a cena punk de Los Angeles, principalmente com foco na comunidade latina que mora na cidade e é responsável por uma parte imensa da população.

Duração: 1 hora e 19 minutos

Link: Netflix

Whitney: Can I Be Me (2016)

Foto: Divulgação

O documentário acompanha a carreira da icônica Whitney Houston desde o início, passando por sua batalha contra as drogas até sua trágica morte.

Duração: 1 hora e 40 minutos

Link: Netflix

Barão Vermelho – Por Que A Gente É Assim? (2017)

Documentário do Barão Vermelho

O documentário mostra a história do Barão Vermelho, influente grupo brasileiro de Rock And Roll, desde a sua formação em 1981 até a saída e a morte do lendário Cazuza.

Duração: 1 hora e 46 minutos

Link: Netflix

 

Com a Palavra, Arnaldo Antunes (2019)

Com a Palavra Arnaldo Antunes

Nesse retrato autobiográfico, o talentoso e influente Arnaldo Antunes fala sobre sua carreira solo, seu tempo com os Titãs e mostra processos criativos ao espectador.

Duração: 1 hora e 19 minutos

Link: Netflix