Vasco da Gama e Iron Maiden

Adrian Smith, guitarrista do Iron Maiden, participou do podcast Talk Is Jericho, apresentado pelo lutador de luta livre Chris Jericho.

Por lá, o cara falou a respeito de diversos assuntos e se empolgou ao comentar a paixão dos fãs de música e Rock And Roll.

Primeiro, o cara abordou os “seguidores profissionais”, aqueles que de fã não têm nada e só ficam procurando os integrantes da banda para que eles autografem itens que serão vendidos por preços bem altos depois.

Mais pra frente, ele comentou sobre fãs verdadeiros da banda e citou principalmente a América Central e a América do Sul, como destacou o Whiplash:

Da última vez em El Salvador, havia uma verdadeira multidão fora do hotel. Quando vi, uma hora depois, a polícia tirou todo mundo, teve tropa de choque e tudo, o que só mostra como é lá embaixo.

Brasil e Vasco da Gama

Ao falar sobre o Brasil, Smith (meio que) se lembrou da torcida Força Jovem, do Vasco da Gama (Rio de Janeiro) que usa o mascote do Iron Maiden, Eddie, como símbolo:

Na América do Sul, eles são muito apaixonados. O cidadão comum não é rico, então, eles dão muita importância para o futebol, são apaixonados por esporte, quase como religião – e é o mesmo com música.

Eles são como torcedores de futebol. Em um time, eles chegaram a pegar o Eddie como mascote deles. Acho que é o Vasco da Gama, não tenho certeza, mas um time de futebol usa o Eddie em sua bandeira.

Vale lembrar que recentemente a adoção do mascote do Iron Maiden por parte da torcida do Vasco deu problema com uma contratação gigantesca do Flamengo.

 
Compartilhar