Robert Trujillo e o
Reprodução/YouTube
 

Em 2006, Robert Trujillo ainda estava dando os primeiros passos de sua trajetória no Metallica.

O baixista já tinha alguns trabalhos bem reconhecidos, como com o Suicidal Tendencies, mas tratava-se realmente de um novo patamar. E em uma apresentação naquele ano ele deu uma demonstração de que é gente como a gente e também estava nervoso com a responsabilidade!

No show, o Metallica resolveu tocar a sua primeira música nova desde o fiasco que foi o St. Anger em 2003. Intitulada apenas de “The New Song”, a canção acabou servindo de base para o que viria a ser “The End of the Line”, incluída no disco Death Magnetic.

No entanto, a estreia não correu tão bem quanto se esperava. Logo na introdução da faixa, é possível perceber que o baixo de Trujillo está claramente fora do tom; ele mesmo notou isso e, assim que deu, parou a apresentação. Quando foi ao microfone se explicar, no entanto, o músico protagonizou uma cena hilária:

Nós pegamos o baixo errado! Não era afinado em Ré. Mas nós vamos pegar o BAIXISTA certo… quer dizer, eu sou o baixista certo! [risos] Aquele cara ali! [risos] Esperem um pouquinho, desculpa!

Confira logo a seguir, na marca de 1:10 aproximadamente.

Metallica e o “baixista errado”

Claro que a banda não perdeu a oportunidade de brincar com a situação. O baterista Lars Ulrich lembrou aos presentes que a música nunca havia sido tocada antes — então era impossível algo dar errado pois não havia o “certo”. Kirk Hammett ainda completou dizendo que “na verdade, é assim mesmo”.

Sensacional!

   
 
Compartilhar