Bruce Dickinson do Iron Maiden em SP-23
Foto por Stephanie Hahne/TMDQA!

Dizem que lendas nunca morrem, e se depender de Bruce Dickinson elas também nunca se aposentam.

O vocalista do Iron Maiden fez recentemente uma espécie de “show solo” em que fala com a plateia na Romênia. Intitulada “O Que Faz Esse Botão?”, mesmo nome da sua recém-lançada autobiografia, a performance termina com uma sessão de perguntas abertas aos fãs.

Por lá, um dos presentes resolveu questioná-lo sobre o Iron; mais especificamente, sobre os planos da banda após a aposentadoria dos caras. O vídeo com a resposta foi apagado do YouTube, mas a Blabbermouth transcreveu:

Eu gosto dessa [ideia[. Sempre há esperança. ‘Depois dos membros atuais se aposentarem’, haverá uma multidão de membros do Iron. Nós nem teremos [que usar] porra de hologramas. Sabe o que quero dizer? Você vai poder ter os verdadeiros membros do Iron Maiden que vão ser parecidos com a gente mas não são a gente. Isso é bom. Eu gosto disso. Não é uma ideia ruim. Então nós podemos só sentar e [coletar] royalties e não trabalhar. Boa ideia! Nunca vai acontecer, porque nós nunca vamos nos aposentar, porra.

Ficamos felizes pela decisão, mas vamos ver se daqui uns 10 anos o vocalista ainda vai pensar da mesma forma…

Bruce Dickinson, Steve Harris e a aposentadoria do Iron Maiden

O discurso de Dickinson ecoa com o que Steve Harris já havia falado algum tempo atrás.

O baixista e fundador da banda chegou a dizer que “caso a gente sinta que não somos mais capazes, iremos discutir e provavelmente chegará o fim”. Na entrevista de Julho do ano passado, Harris ainda complementou afirmando que “no momento, não nos sentimos assim”.

Que fiquem por aí por muitos e muitos anos!

 
Compartilhar