Friends: David Schwimmer, Lisa Kudrow, Courteney Cox, Jennifer Aniston
Foto Stock via Shutterstock

A discussão sobre a mensagem que Friends (1994-2004) passou sobre vários assuntos sociais tem sido acalorada nos últimos anos. Agora, David Schwimmer saiu em defesa da série e mandou um recado aos críticos.

Em tempos mais recentes, certas piadas e diálogos do seriado foram interpretados como sendo transfóbicos, homofóbicos ou machistas. A falta de diversidade no elenco também incomoda alguns de seus fãs e haters.

Em entrevista ao The Guardian (via NME), o ator que interpretou Ross Geller disse não se importar com o que dizem. Ele ainda se disse socialmente consciente, inclusive durante os anos 90, e elogiou a mensagem que o seriado passou.

Leia:

A verdade é, também, que a série foi inovadora em sua época, pela maneira como lidava com sexo tão casualmente, sexo com proteção, casamento gay e relacionamentos. O episódio piloto do seriado foi a esposa do meu personagem que o deixou por uma mulher e houve uma cerimônia de casamento gay, da minha ex e da esposa dela, da que eu participei.

Eu sinto que muito do problema hoje em tantas áreas é que o contexto é pouco levado em consideração. Você tem que olhar do ponto de vista do que o programa estava tentando fazer na época.

Ele ainda completou:

Sou a primeira pessoa a dizer que algo talvez seja inapropriado ou insensível, mas sinto que meu barômetro já era muito bom naquele momento. Eu já estava realmente sintonizado com questões sociais e questões de igualdade.

Você concorda com David Schwimmer? Vale a pena cancelar um conteúdo inapropriado de tanto tempo atrás?

LEIA TAMBÉM: Courteney Cox posta foto do elenco de Friends antes de gravação do último episódio