Gotye um hit só
Reprodução/YouTube
 

Com o fim de 2019, chega também a época de listar os maiores acontecimentos do entretenimento no mundo da música. Assim como em outras épocas, os anos 2010 também tiveram seus one-hit-wonder — ou, como a gente conhece, as bandas e artistas de um hit só.

Ter apenas um grande hit não significa, na maioria das vezes, que o artista sumiu de cena. Alguns continuam fazendo shows e até têm uma boa base de fases ao redor do mundo, mas nunca mais conseguiu emplacar um hit nas paradas. E tudo bem, não é mesmo?

Confira nossa seleção de bandas e artistas internacionais logo abaixo inspirada no Stereogum.

La Roux – “Bulletproof”

O La Roux, duo de Elly Jackson e Ben Langmaid, surgiu em 2009 com seu primeiro disco de estúdio, homônimo. Mas foi no ano seguinte que “Bulletproof” tomou conta das paradas, chegando ao oitavo lugar da Hot 100, da Billboard.

A dupla lançou apenas mais um disco em 2014, Trouble in Paradise, e prometeu o álbum Supervision para 2020. Até agora, porém, nenhuma outra canção teve prestígio na mídia.

Foster The People – “Pumped Up Kicks”

É, desta lista, o Foster the People é a banda que se manteve mais ativa e ainda lança discos e singles com frequência. Mas há de se admitir que nenhum outro esforço dos caras chegou perto de “Pumped Up Kicks”, muito tocada até hoje, oito anos depois.

Baauer – “Harlem Shake”

Neste caso, o hit nem foi “culpa” da banda, e sim de um meme que infernizou tomou conta da internet lá em 2013 e 2014. Ao som de “Harlem Shake”, do Baauer, uma galera começou a fazer vídeos onde iam de um ambiente tranquilo e quieto ao puro caos com o estouro da música.

Se você ainda se lembra dessa moda… sinto muito.

Ylvis – “The Fox (What Does The Fox Say?)”

Mais um da categoria memes, já que a música nasceu dos irmãos youtubers Vegard e Bård Ylvisåke, e dominou as paradas em 2013. Por incrível que pareça.

Capital Cities – “Safe And Sound”

Lançada em 2013, a famosa “Safe and Sound”, do Capital Cities, catapultou a dupla aos grandes festivais e as paradas musicais.

Desde então, eles só lançaram mais um disco, Solarize, de 2018. E, claro, nem mais um hit.

Passenger – “Let Her Go”

Trilha de vários romances por aí, “Let Her Go” foi lançada em 2014 pelo Passenger, projeto folk de Mike Rosenberg.

Apesar do hit único, Rosenberg também é um dos que se mantiveram ativos e continua lançando discos a rodo.

Psy – “Gangnam Style”

Outro hit catapultado pela internet e à favor dos memes, “Gangnam Style”, de PSY, veio no começo da dominação sul-coreana na mídia. Antes de grupos de K-pop de fato estourarem, o cara estava lançando sua dança esquisita e conseguindo bilhões de visualizações no YouTube.

Icona Pop – “I Love It” (Feat. Charli XCX)

Com uma ajuda de Charli XCX, o duo eletrônico Icona Pop bombou com o super hit “I Love It”. As duas acabaram ficando lá pela época mesmo (2013/2014), já que o último disco é This Is… Icona Pop, de 2014.

Portugal. The Man – “Feel It Still”

Apesar de já ter algum tempinho de estrada e figurar em grandes festivais, o sucesso do Portugal. the Man só veio mesmo com “Feel it Still”, lançada em 2017.

Magic! – “Rude”

Com seu som meio reggae meio indie, o MAGIC! emplacou nas paradas com “Rude”, lançada em 2014.

A banda lançou Expectations em 2018 mas, sem cumprir muitas expectativas, nunca mais conseguiu hitar com uma canção.

Luis Fonsi & Daddy Yankee – “Despacito”

O vídeo mais visto do YouTube e a música que mais tocou em 2017… para alegria de uns e irritação de outros.

“Despacito”, de Luis Fonsi, ganhou até versão com Justin Bieber e foi executada à exaustão no mundo inteiro. A faixa marcou, também, um boom da música latina no mundo afora, abrindo espaço para fenômenos mais atuais como Rosalía.

Fonsi até lançou mais algumas músicas e participou em faixas de outros artistas, mas ao que tudo indica, nunca mais fará outro “Despacito”. Ainda bem?

Gotye – “Somebody That I Used To Know” (Feat. Kimbra)

Gotye chegou de mansinho em 2012 acompanhado de Kimbra e… simplesmente desapareceu.

Tanto a música quanto o clipe de “Somebody That I Used to Know” foram um sucesso, ganhando paródias no mundo inteiro. A canção vem do disco Making Mirrors, de 2011 — o último lançado pelo cara antes de sumir.