Sleater-Kinney
Foto: Divulgação

É, parece que o clima que ficou entre o Sleater-Kinney e sua ex-baterista não é dos melhores.

Em julho deste ano, Janet Weiss deixou o grupo após 24 anos na estrada. A saída da artista veio apenas um mês antes do lançamento de The Center Won’t Hold, disco mais recente, e sem uma explicação de fato.

Agora, Weiss abriu o jogo sobre seus motivos para dizer adeus à banda em uma entrevista (via). A baterista disse:

As regras mudaram dentro da banda, e [Carrie Brownstein e Corin Tucker] me disseram que isso tinha acontecido. Eu disse, ‘então sou só a baterista agora?’ Elas disseram que sim. Aí eu falei, ‘Vocês podem me falar se eu ainda posso usar minha criatividade na banda?’ E elas disseram que não. Então fui embora.

Ainda de acordo com Weiss, as colegas de grupo passaram até por terapia para resolver os problemas, mas não ajudou.

Eu pensei muito sobre isso. Quero dizer, eu nunca mais tocarei com gente assim. Elas são únicas, incríveis e intuitivas. É bastante coisa para abandonar. São minhas irmãs, minha família. Mas eu não poderia estar em uma banda onde não me sinto como igual, especialmente pelo que ela representa pra mim. Representa igualdade. Como poderíamos lotar pela igualdade e não tê-la no grupo?

Complicado.

 
Compartilhar