Akon
Foto via Flickr (U.S. Embassy Nairobi)
 

Parece que Kanye West vai ganhar um adversário à altura quando se candidatar para a presidência dos EUA: o também rapper Akon.

O músico falou em conversa com a NME sobre seus planos de entrar na política. Ao ser perguntado sobre a Casa Branca, ele admite, otimista:

Aí está algo que eu vou definitivamente tentar fazer antes de me aposentar. Eu fiquei muito perto de me candidatar à Presidência em 2020, mas então pensei sobre e disse ‘Bom, se eu concorrer agora eu nunca mais poderei fazer música livremente. Antes de me despedir da música, eu preciso voltar para o jogo e me divertir o máximo possível, deixar tudo sair’. Quando você assume não há mais volta, então eu disse ‘vamos ligar os freios e focar na música’. Mas eu te garanto, quando eu terminar isso, um futuro na política é definitivamente possível.

Mas os planos de Akon não acabam por aí…

Akon e Wakanda

Dono de hits como “Lonely” e “Don’t Matter”, o cara já lançou dois discos esse ano. O primeiro, El Negreeto, tem até uma parceria com a brasileira Anitta na canção “Boom Boom”. O segundo, Akonda, traz uma faixa inspirada no filme Pantera Negra, da Marvel.

“Wakonda” tira seu nome do país fictício do longa, Wakanda, que é uma sociedade super avançada na África escondida atrás de uma cortina de pobreza. Pois além de usar essa inspiração na música, parece que Akon quer recriar Wakanda na vida real:

Wakanda é algo que eu plano construir algum dia na África! Assistir aquele filme e ver o futuro do que a África poderia ser e o potencial do que a África poderia se tornar, é algo que é muito e totalmente alcançável. Não há nada naquele filme, futurístico, que a África não tenha os recursos para criar. Eu tenho certeza que é mais do que factível. Meu objetivo de vida é criar essa cidade na África antes de morrer.

O plano parece já estar em curso, já que ele criou recentemente a criptomoeda Akoin. A ideia, segundo ele, é que a moeda seja usada em todo o continente – ele afirma que “cripto[moeda] pode ser a salvação da África”.

Enquanto isso não acontece, ele já prepara seu terceiro e quarto lançamentos do ano. Konnect sai em 22 de Novembro, e The Konnection deve chegar em Dezembro. Depois de 11 anos sem álbuns, o cara está tirando o atraso!

 
 
Compartilhar