Jamie Lee Curtis
Foto via Wikimedia Commons
 

Jamie Lee Curtis não poupou palavras para falar sobre a sua luta de 20 anos contra o vício em medicamentos.

A atriz, hoje com 60 anos de idade, procurou ajuda aos 40 após ser pega usando uma quantidade considerável de Vicodin em sua casa. Como ela mesmo descreveu, uma amiga a flagrou na cozinha e disse que ela era uma “mulher morta”.

No mesmo ano, Jamie entrou para a reabilitação e está sóbria desde então. De acordo com a artista, a decisão também veio após descobrir que outras pessoas da indústria do cinema também estavam sofrendo com o mesmo problema.

Em entrevista à Variety, Curtis explicou que seu vício veio após uma cirurgia plástica para corrigir seus “olhos inchados”.

Fiz uma cirurgia plástica por causa de um operador de câmera. Eu naturalmente tinha olhos inchados. Se você olhar fotografias minhas quando criança, parece que eu não dormia. Eu sempre fui essa pessoa, e estávamos filmando uma cena em um tribunal com uma luz fluorescente alta e desagradável, e aí chegou minha hora na filmagem, e [o cinegrafista] disse: ‘Não vou filmá-la hoje. Os olhos dela estão inchados demais’. Fiquei tão envergonhada e humilhada que, depois daquele filme, fui fazer uma cirurgia plástica de rotina para remover o inchaço. Eles me deram Vicodin como analgésico por algo que não era realmente doloroso.

Falando sobre trabalho, Jamie Lee Curtis ainda revelou que sempre foi muito responsável e, por isso, nunca usou os remédios enquanto estava filmando.

Ao falar sobre a indústria, a atriz revelou o medo de ser descoberta enquanto se tratava secretamente, mas afirma que conseguiu confiar nas pessoas em seu entorno. A revelação ao público só veio em 2002.

Drogas com o pai

Em um momento mais chocante da conversa, a artista revelou que usou drogas com o pai, Tony Curtis.

Eu sabia que meu pai tinha um problema porque eu tinha o mesmo problema, e nós compartilhamos drogas. Houve um período em que eu era a única filha que estava conversando com ele. Eu tive seis irmãos, hoje tenho cinco irmãos — meu irmão Nicholas morreu de overdose de heroína aos 21 anos de idade. Mas compartilhei drogas com meu pai. Usei cocaína e fumei uma vez com meu pai. Mas essa foi a única vez que fiz isso e fiz com ele. Ele acabou ficando sóbrio por um curto período de tempo e ficou muito ativo na recuperação por cerca de três anos. Não durou tanto tempo. Mas ele encontrou recuperação por um minuto.

Leia mais por aqui.

     
 
Compartilhar