Afropunk
 

Afropunk é um dos festivais mais importantes do mundo, principalmente enquanto plataforma da cultura negra. Com início em Nova Iorque, o evento finalmente terá sua primeira edição no Brasil em 2020, em Salvador.

Quem confirmou isso foi o CEO e cofundador do Afropunk, Matthew Morgan. Em conversa com o Meio & Mensagem, ele explicou o porquê de ter escolhido a capital da Bahia:

Durante muitos anos, quando falávamos sobre onde deveríamos levar o festival, as pessoas da indústria diziam que deveríamos fazer em São Paulo ou no Rio de Janeiro. Então, quando perguntava onde está a maioria  das pessoas negras no Brasil, a resposta estava na Bahia. As pessoas diziam que não conseguiríamos fazer o festival lá porque não haveria infraestrutura. Acontece que tenho uma personalidade um pouco teimosa: quando me dizem que não posso fazer algo em um lugar, é lá que vou querer fazer. Acabei visitando São Paulo e Salvador e entendi que o que haviam dito não era verdade. Senti uma conexão muito forte com a Bahia e as pessoas de lá, e então decidimos fazer em Salvador. E acho que faz sentido. O Rio tem o Rock in Rio, São Paulo tem o Lollapalooza, e Salvador terá o Afropunk. Em cada festival nosso, entre 40% e 60% dos visitantes são de fora do país. A Bahia é um lugar tão especial culturalmente que acho que vai ser incrível compartilhá-la com pessoas e criativos do mundo inteiro.

O festival chega em Novembro de 2020 guiado pela proposta “Carnaval da Consciência”. Vale lembrar que, além de Nova Iorque, o festival já está em cinco outras cidades: Paris, Londres, Atlanta e Joanesburgo. Salvador será, portanto, a sexta cidade no currículo do evento.

A edição 2019 de Nova Iorque teve um line-up invejável. Jill ScottFKA TwigsDeath GripsToro Y Moi, Brittany Howard, Kamasi Washington Gary Clark Jr. são só alguns dos nomes que comandaram a festa. Alguns brasileiros já passaram por lá, como o Black Pantera em 2018 e a Karol Conká, que tocou na edição de Paris em 2016.

Afropunk e Feira Preta

Apesar de desembarcar oficialmente apenas em 2020, o público brasileiro já poderá sentir o gostinho do Afropunk ainda este ano. Nos dias 19 e 20 de Novembro, a cidade de São Paulo receberá a festa Black to the Future.

A escolha das datas é simbólica, coincidindo com o Dia da Consciência Negra. Celebrando Zumbi dos Palmares, o evento também irá comemorar o 18º aniversário do festival Feira Preta.

Artistas como BaianaSystemBaco Exu do BluesAya Bass com Luedji LunaRincon Sapiência Karol Conká estarão na Audio Club. Os ingressos já estão à venda por aqui. Veja o line-up completo logo a seguir.

Line-up Afropunk + Feira Preta
Divulgação