Lindemann -
Reprodução
 

Rammstein já é bem conhecido por suas performances sem pudor e sempre provocativas, como ocorreu na Rússia esse ano. O vocalista Till Lindemann agora resolveu levar essa estética ainda mais longe em seu projeto secundário, o Lindemann.

Apesar do nome, a banda é uma parceria com o multi-instrumentalista Peter Tägtgren, conhecido pelo seu trabalho com as bandas Hypocrisy e PAIN. O duo já tem um disco, Skills in Pills, lançado em 2015, e prepara seu próximo lançamento ainda para este mês.

F & M terá, entre suas canções, o single “Knebel”, que acaba de receber um clipe. O título da canção significa “mordaça” em português, e pode ajudar a entender o que diabos está acontecendo no vídeo.

A obra audiovisual começa bem normal, mostrando o que parece ser uma fuga de Lindemann de uma espécie de prisão. No entanto, em um dado momento aparece uma mulher acorrentada e as coisas começam a ficar bizarras rapidamente – tudo dentro do ritmo e da evolução da música.

Em poucos segundos, o passeio pela floresta se transforma em cenas de sexo oral na garota (que, aparentemente, está menstruada) alternadas com o vocalista comendo uma enguia. Sim, você leu tudo isso certo.

LEIA TAMBÉM: 5 vezes em que o Rammstein causou com seus clipes

Como era de se esperar, o clipe só chegou ao YouTube em versão censurada, já que tudo isso é mostrado na gravação. No entanto, ele foi exibido no site Knebel.tv antes e alguém conseguiu colocar a versão sem censura no Reddit. Você pode conferir a versão completa logo abaixo.

Till Lindemann

LINDEMANN – Knebel (Uncensored Video) from Lindemann

O vocalista está cheio de projetos esse ano, já que o Rammstein também lançou um ótimo disco. Essa também não é nem de longe a primeira experiência NSFW em um vídeo do cara. O clipe de “AUSLÄNDER”, do novo álbum da banda alemã, também tem essa honra.

Se você ficou preocupado com a moça que participa do vídeo novo, vale a informação: a garota é uma atriz pornô chamada Charlotte Sartre e, segundo o Stern.de, foi vista recentemente de mãos dadas com Lindemann pelas ruas de Nova Iorque.

Mesmo assim, se você não estiver afim de ver as cenas explícitas de “Knebel”, o clipe censurado está disponível abaixo.