Kanye West
 

Kanye West tem tido alguns problemas para lançar seu novo disco, e uma declaração de seu pastor pode ajudar a entender o porquê. O músico parece ter vivido um grande dilema algum tempo atrás sobre continuar fazendo rap ou não.

O canal Apologia Studios entrevistou Adam Tyson, que tem inclusive pregado nos shows mais recentes de Kanye. Na conversa, ele conta:

Uma vez, ele me disse que não iria mais fazer rap. Eu disse, ‘Por que não?’ e ele respondeu ‘Essa é a música do diabo’. Eu disse, ‘Ei, cara. Rap é um gênero. Você pode fazer rap para Deus’.

Tyson é parte da Igreja Bíblica Placerita, na Califórnia, a qual Kanye começou a frequentar em Maio. O pastor conta ainda que, quando apareceu por lá, o rapper teria dito que foi “radicalmente salvo” e que seu testemunho dizia que “o diabo basicamente o levou a um lugar onde ele sentia que estava algemado a seus pecados”.

O conselho de Tyson parece ter ecoado em West, já que seu culto dominical tem sido uma sensação do mundo da música e um dos projetos mais interessantes do momento. Apesar de ter criado uma polêmica na Jamaica, até Brad Pitt deu as caras em um desses encontros.

Novo disco de Kanye West

Outro indício de que Kanye West teria escutado as palavras do pastor é seu novo álbum gospel. Jesus Is King foi anunciado há algum tempo, e, depois de alguns atrasos, deveria ter saído no dia 27 de Setembro – mas nada aconteceu.

Testando a fidelidade de seus ouvintes, Kanye foi ao Twitter hoje (21) dar um novo dia para o lançamento. Parece que a data de 25 de Outubro é pra valer, já que foi a primeira vez que ele próprio falou algo sobre o trabalho. Tenhamos fé!

LEIA TAMBÉM: Taylor Swift revela ainda estar brigada com Kanye West: “duas caras”

     
 
FonteNME
Compartilhar