Bono (U2) e Jair Bolsonaro
Fotos via Wikimedia Commons
 

O U2 se posicionou mais uma vez contra o presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

Em uma publicação no Twitter, a banda escreveu #EleNão, o bordão que viralizou durante a época das eleições aqui no Brasil. Uma hashtag também usada foi #ForaSalles — Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, tem sido alvo de diversos protestos após os incêndios na Amazônia.

Na foto da postagem está o baixista Adam Clayton, sua esposa, a brasileira Mariana de Carvalho, e a filha do casal, Alba, em uma manifestação global contra mudanças climáticas. A publicação ainda demonstra apoio à jovem Greta Thunberg, a ativista sueca de 16 anos que confrontou líderes mundiais na ONU — te mostramos por aqui.

Nos comentários, os fãs brasileiros se dividiram entre apoio e revolta. Enquanto alguns agradeceram o U2 pelo posicionamento, outros se disseram decepcionados com a banda e até ameaçaram deixar de acompanhá-los.

Confira a publicação abaixo.

U2 e Bolsonaro

Em outubro de 2018, o frontman Bono citou Bolsonaro durante um show da banda, em tom de crítica. Veja por aqui.

   
 
Compartilhar