Laika não morreu
Foto: Reprodução/ Facebook
 

Misturando o rock e o eletrônico de uma forma bastante divertida, a banda Laika não morreu lança o single “Levante”. Gravado no formato stories (com os celulares dos próprios músicos) o videoclipe, dirigido por Nikolas Fonseca e pela própria banda, traz uma tela dividida em cinco partes e retrata “um dia de levante” na vida de cada um dos integrantes do grupo. Nele, cada um mostra um dia cheio de pequenas alegrias, inclusive muito distintas entre si, que os motivam e os fazem terem forças para seguir em frente. No final do clipe a banda se junta no ensaio – o ponto em comum no dia de todos.

Assista:

Antúrio

Antúrio
Foto: Divulgação

Estreando com uma carga de reflexões, o quarteto Antúrio traz ao mundo o disco Landsick. Nas seis faixas, temas sobre as angústias e conflitos dos jovens que deixam sua terra natal em busca de desbravar o desconhecido e ter novas experiências nos grandes centros urbanos são bastante recorrentes. Muito disso é reflexo da a experiência pessoal vivida pelo compositor, cantor e guitarrista Ítalo Nascimento – que deixou Aracaju em busca de uma vida completamente nova em São Paulo.

Inspirada em gêneros tradicionais do nordeste e no rock progressivo brasileiro dos anos 70, a sonoridade da banda tem forte influência do cancioneiro popular nordestino e traz arranjos sofisticados, frequentemente utilizando trechos instrumentais que complementam a narrativa verbal das composições.

Ouça:

Céu de Vênus

céu de vênus
foto: divulgação

Com raízes no post-rock, a banda Céu de Vênus divulga o álbum Por Todo o Inverno e a Primavera, sucessor do EP Introspecto (2017).

Abrindo espaço para a variedade rítmica do math rock e o experimentalismo do rock progressivo em uma sonoridade única, o disco é uma verdadeira experiência sonora que envolve o ouvinte ora com momentos reflexivos, ora com momentos desconcertantes, em uma viagem que explora as possibilidades do rock instrumental. Construindo novas perspectivas sonoras, o álbum conta com construções vocais, instrumentos de sopro e cordas, trazendo, assim, um resultado bastante além do esperado.

Ouça:

The Zasters

The Zasters
Foto: Divulgação

Divertido e nostálgico, The Zasters lança clipe de “Awesome Dance Moves”, que também marca o fim do ciclo do EP This is a Disaster (2017).

O clipe é uma animação do artista plástico Carlo Blau (Der Baum), e também faz referência a jogos de dança do final dos anos 90, como por exemplo o Dance Dance Revolution. O vídeo simula rapidamente uma experiência de jogo de videogame para quem assiste, começando pelos nostálgicos menus de entrada típicos de jogos mais antigos, passando pela seleção da música que os jogadores dançarão e dos personagens que serão usados no jogo, que são os próprios integrantes da banda.

Assista: