Felipe Neto
Foto: Divulgação
 

Não são tempos fáceis no nosso país.

O youtuber Felipe Neto tem ganhado o respeito de muita gente nos últimos tempos por suas posições políticas. Mas a sua recente atitude de comprar e distribuir 14 mil livros com temática LGBT+ após a polêmica censura na Bienal do Livro parece não ter agradado a todos.

O influenciador diz ter sofrido “todo tipo de ameaças”, inclusive à sua família, ao ponto de montar um documento para dar entrada na polícia. Além disso, a sua mãe teve de ser tirada do Brasil.

Até então com participação marcada para o evento Educação 360, a ser realizado em 17 de Setembro no Rio de Janeiro, Felipe se viu obrigado a cancelar sua palestra “Educação e a Criatividade”.

Sobre o cancelamento, a assessoria de imprensa do empresário e escritor fez um comunicado oficial (disponível ao final do post), no qual ele destaca: “continuarei lutando, enfrentando o obscurantismo e a opressão, por todos os meios que me cabem, pela defesa do amor e da união até o fim, até onde for possível e até onde minhas forças e meu coração aguentarem”.

Comemoração

Como citamos acima, devido às ameaças que recebeu, Felipe teve de mandar a mãe para fora do país.

Para alguns, como o também youtuber Nando Moura, isso foi motivo de comemoração. O influenciador gargalhou e chegou até a caracterizar a situação como “delícia”.

Acolhimento

Por outro lado, o youtuber recebeu belas mensagens de apoio de personalidades das mais variadas.

Na política, Manuela D’Ávila Maria do Rosário demonstraram suporte a Felipe, enquanto o famoso escritor Paulo Coelho abriu as portas de sua residência em Genebra para recebê-lo.

Mais ainda, Paulo fez um pequeno texto dizendo que Felipe “poderia ser nosso filho” e destacando que o influenciador está “contra a censura, a intolerância e a barbárie”. A imagem e o texto emocionaram Neto, que compartilhou o Tweet.

 Comunicado de Felipe Neto na íntegra

Felipe Neto, por meio de sua assessoria de imprensa, comunica que não participará do evento Educação 360, a ser realizado no próximo dia 17 de setembro, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. O influenciador digital, escritor e empresário cancelou a sua palestra ‘Educação e a Criatividade’ devido a ameaças que atentam contra a sua vida e de sua família.

Desde a ação que promoveu contra a censura, a opressão e o preconceito na Bienal do Livro – onde comprou e distribuiu gratuitamente 14 mil exemplares com a temática LGBTQ – em um movimento em prol da liberdade de expressão, do amor, da inclusão e da diversidade, Felipe Neto vem recebendo todo tipo de ameaças. Diante do atual cenário e do risco iminente, que inclusive atinge aos seus familiares, o influenciador encontrou-se sem outra alternativa a não ser cancelar a sua participação.

‘Lamento profundamente a minha ausência no evento, minhas sinceras desculpas a organização, que me convidou, e a todos que aguardavam pela minha participação e pela minha palestra. É estarrecedor que no Brasil, em 2019, um indivíduo seja impossibilitado de se manifestar e lutar contra qualquer tipo de censura e opressão sem ser ameaçado. Quero dizer que continuarei lutando, enfrentando o obscurantismo e a opressão, por todos os meios que me cabem, pela defesa do amor e da união até o fim, até onde for possível e até onde minhas forças e meu coração aguentarem.’

     
 
Compartilhar