HQ Vingadores Marvel e Marcelo Crivella
Reprodução/Wikimedia Commons
 

Em uma postagem nas redes sociais na quinta-feira (5), Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janero, determinou que a Bienal do Livro recolhesse todas as edições de Vingadores – A Cruzada das Crianças.

A justificativa da “proibição” desta HQ da Marvel é de que é preciso “proteger as crianças” que frequentam o evento.

Lançada em 2010, a HQ mostra os personagens Wiccano e Hulkling como um casal de namorados, e uma cena de beijo entre os dois acontece. O livro chegou ao Brasil em 2012 e teve uma reedição em 2016, com conteúdo voltado para adolescentes.

Conservadores pediram o boicote do material durante a semana nas redes sociais, e o prefeito do Rio, desconhecendo o teor da HQ e distorcendo a seu favor, atuou como censor.

Mas a tentativa de censura teve efeito contrário. Em nota, a organização da Bienal afirmou que não recolheria nenhum exemplar, “pois o conteúdo não é impróprio e nem pornográfico”. E a HQ da Marvel se esgotou na manhã desta sexta-feira (6), em menos de 40 minutos após a abertura do evento.

A Bienal também reafirma sua posição como espaço livre de ideias, e que “dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Este é um festival plural, onde todos são bem-vindos e estão representados”.

O evento rola no Rio de Janeiro até domingo (8), e o fim de semana ainda conta com painéis e discussões sobre igualdade de gênero, diversidade sexual e literatura LGBTQ.